Mostrando postagens com marcador Professores. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Professores. Mostrar todas as postagens

Treinar novos professores para escola bíblica dominical

√Č ineg√°vel que estamos diante de um quadro de grandes e profundas mudan√ßas no comportamento psicossocial e cultural na sociedade em que vivemos. 

Como preparar uma boa aula de escola dominical?

Charles Swindoll, em seu livro “Falando Bem - Toque Pessoas com Suas Palavras” (CPAD, 2021), conseguiu ser original ao abordar um tema t√£o conhecido: a arte de falar em p√ļblico.

Quem l√™ a obra imagina encontrar um conjunto de t√©cnicas de orat√≥ria. Afinal, √© comum que esta seja a abordagem quando o assunto √© a express√£o verbal. Swindoll, entretanto, surpreende ao destacar em sua obra o que considera ser essencial para quem deseja comunicar bem uma mensagem. Diz ele: “Saiba quem voc√™ √©. Aceite quem voc√™ √©. Seja quem voc√™ √©”.


A EDUCAÇÃO CRISTÃ E A NOSSA FORMA DE PENSAR

A mente √© o local onde produzimos os mecanismos que executamos para imaginar, identificar, armazenar e associar informa√ß√Ķes, e gerar pensamentos que poder√£o exercer conex√Ķes com o c√©rebro, desenvolvendo-o e realizando atitudes concretas no mundo ps√≠quico, social e f√≠sico. Estas atitudes, elaboradas, desenvolvem o comportamento, moldam nossa personalidade e est√£o correlacionadas com os conte√ļdos e valores que armazenamos em nossa mem√≥ria. Isto evidencia o quanto a nossa mente √© importante para a psique humana e para o processo de santifica√ß√£o em nossa nova vida em Cristo.

ūüĎá VEJA TAMB√ČM Li√ß√Ķes CPAD ūüĎá

ūüĎČ Novas li√ß√Ķes da classe dos ADULTOS- Aqui

ūüĎČ Novas li√ß√Ķes da classe dos JOVENSAqui

ūüĎČ Novas li√ß√Ķes da classe dos ADOLESCENTESAqui

COMO ELABORAR UM PLANO DE AULA da Escola Dominical?

1. O que é um plano de aula?

O plano de aula √© um instrumento de trabalho que especifica os objetivos, isto √©, os comportamentos esperados do aluno, os conte√ļdos, os recursos did√°ticos e os procedimentos que ser√£o utilizados para sua realiza√ß√£o. O plano de aula busca sistematizar todas as atividades que se desenvolvem no per√≠odo de tempo em que o professor e aluno interagem, numa din√Ęmica de ensino-aprendizagem.

ūüĒćVEJA TAMB√ČMūüĎá

CURSO GR√ĀTIS PARA PROFESSORES DE ESCOLA DOMINICALAcesse Aqui

A Escola Dominical e o Planejamento

Em rela√ß√£o ao ensino, planejar significa prever de modo inteligente e bem calculado todas as etapas do trabalho escolar e programar racionalmente todas as atividades, de modo seguro, econ√īmico e eficiente. Em outras palavras, planejamento √© a aplica√ß√£o da investiga√ß√£o cient√≠fica √† realidade educacional a fim de melhorar a efici√™ncia do trabalho de ensino.

I. CARACTER√ćSTICAS DE UM BOM PLANEJAMENTO DE ENSINO

Três Etapas para o preparo da boa aula da Escola Dominical

ūüí°Se a sua ministra√ß√£o j√° √© de boa qualidade, ficar√° ainda melhor! Se voc√™ sente que as suas aulas ainda precisam melhorar, ent√£o ter√° a ajuda necess√°ria neste v√≠deo! Veja.

Leituras para Aprofundar

Informa√ß√Ķes Aqui
***
***
***

Informa√ß√Ķes Aqui

***

Informa√ß√Ķes Aqui

***

Informa√ß√Ķes Aqui

Os desafios frente ao relativismo ético e pragmático

Desde que o homem existe na face da Terra, nunca se falou tanto em √©tica. Nos tempos presentes, chamados de p√≥s-modernos, refer√™ncias √† √©tica aparecem por toda a parte, na imprensa, nas disciplinas acad√™micas, nos meios pol√≠ticos, nas igrejas, nas empresas, nas organiza√ß√Ķes, e em muitos outros lugares, em ocasi√Ķes as mais diferentes. 

Aplicando o ensino na Escola Dominical ao nosso tempo e à nossa realidade

Aqui veremos o aluno da escola dominical como o foco de nossa aula e notaremos que o ensino deve ser aplicado a realidade de nossa classe da escola bíblica dominical. ([1])

O QUE √Č A APRENDIZAGEM?

[...] Atualmente sabemos que a aprendizagem √© um processo din√Ęmico que envolve uma infinidade de esquemas mentais. Por isso, o ensino deve ser participativo. √Č preciso abrir espa√ßo para que os alunos questionem, pesquisem, manipulem, experimentem [...].


FOCANDO NO ALUNO    

O ensino precisa ser centrado no aluno, e n√£o no professor ou no conte√ļdo. Todas as nossas a√ß√Ķes did√°ticas devem ser elaboradas pensando no aluno, visando √† sua aprendizagem.


COOPERE COM O CONHECIMENTO QUE O ALUNO J√Ā TEM

N√£o ignore o conhecimento que seu aluno j√° tem e apresente novos conte√ļdos.

√Č importante que professor compreenda que o aluno chega √† classe com um conhecimento pr√©vio do assunto que ser√° estudado. Logo, n√£o podemos ignorar esse conhecimento, mas temos que partir do que eles j√° sabem a respeito do assunto para depois apresentar novos conte√ļdos.

 

O CONTE√öDO ENSINADO E A NOSSA REALIDADE

O ensino deve visar ao contato do aluno direto com a sua realidade, ou seja, deve haver aplicabilidade. Precisamos construir uma ponte entre o conte√ļdo ensinado e a nossa realidade.

 

Atualmente os crist√£os n√£o s√£o mais jogados na cova dos le√Ķes como no tempo de Daniel, mas quantos “ le√Ķes” n√£o temos que enfrentar no nosso dia a dia (desemprego, enfermidades, decep√ß√Ķes, etc.). Temos que aplicar o ensino ao nosso tempo e √† nossa realidade”. ([2])

SAIBA MAIS:

* Deveres do Professor da Escola Dominical em Relação a sua Classe

* A Escola Dominical Transforma o Ambiente

* Como deve Ser o Ensino do Professor da Escola Dominical?

* As Qualifica√ß√Ķes Espirituais do Professor da Escola Dominical

* Quem Pode ser Um Professor da Escola Dominical?

* A eficácia da cooperação entre professores e alunos na sala de aula

* O aluno com Problemas

* O Professor Versus Alunos



[1] Subsídios Dominical

[2] BUENO, Telma. Educa√ß√£o Crist√£: Reflex√Ķes e Pr√°ticas. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, p.20.

VEJA TAMB√ČM:

ūüí° Li√ß√Ķes B√≠blicas – Aqui

ūüí° Estudos B√≠blicos – Aqui

ūüí° Artigos para Professores EBD – Aqui

ūüí° Not√≠cias do Brasil e do Mundo – Aqui

ūüďö Veja nossos E-books - Aqui

Auxílios para a Escola Dominical
Receba Li√ß√Ķes, Artigos e Subs√≠dios! √Č Gr√°tis. Digite seu E-mail e em seguida abra o seu e-mail e clique em nosso link de confirma√ß√£o:

***BOA LEITURA***

A Decadência da Escola e a Doutrinação

 

A prática educativa ocorre por meio da ação pedagógica do professor com os alunos. O ambiente escolar deve ser um lugar de excelência no qual ocorre uma mediação do conhecimento sistemático científico elaborado ao longo dos tempos pelo conjunto de sujeitos sociais.

 

Infelizmente, nem sempre a escola cumpre o seu papel. O jovem e principalmente o adolescente vivem ainda um processo de maturação moral e ético, o que os torna vulneráveis ao influxo constante de ideias. A escola em vez de se preocupar com o processo educativo faz do aluno um depositário de teses materialistas vulgarizadas pela mídia, respaldadas de conceitos e valores antibíblicos.

 

H√° professores que se julgam inst√Ęncia m√°xima do saber e do poder ao imporem suas ideias e ratific√°-las como verdades absolutas. De forma coercitiva, esses professores incutem na cabe√ßa do jovem e adolescente uma aventura ideol√≥gica e social ligada a vertentes pol√≠ticas que inseminam a promo√ß√£o de uma vis√£o de mundo anticrist√£ e negativista.

* A organização e administração da Escola Dominical

* A Escola Dominical e seu Corpo Docente

* A import√Ęncia da Escola Dominical

* Três Grandes Objetivos da Escola Dominical

* A História da Escola Dominical

* CURSO DE PROFESSOR (A) DA ESCOLA DOMINICAL

Deveres do Professor da Escola Dominical em Relação a sua Classe

O PROFESSOR NÃO DEVE:

• Dar in√≠cio √† li√ß√£o sem antes certificar-se da presen√ßa do material necess√°rio √†s atividades planejadas, desde pincel para lousa (ou giz), o apagador, os livros, mapas, figuras e outros recursos;

Antonio Gilberto - um dos maiores nomes da Educação Cristã


Faleceu faleceu, aos 91 anos, na tarde de segunda-feira, 30 de julho/2018, o pastor Antonio Gilberto da Silva, considerado por muitos o maior nome da teologia pentecostal no Brasil e um dos maiores nomes da educação cristã em todos os tempos em nossas plagas. Ele destacou-se como educador, jornalista, teólogo, autor de best-sellers e articulista, e como uma referência na área de Escola Dominical e de Teologia Pentecostal no país.

A Escola Dominical Transforma o Ambiente

O movimento filos√≥fico, pol√≠tico, social, econ√īmico e cultural, desencadeado no s√©culo 18 na Europa, denominado Iluminismo, trouxe, segundo alguns, "luzes" racionais ao pensamento moderno (da√≠ a raiz etimol√≥gica do termo), mas o que se pode dizer de concreto sobre essa filosofia √© que apresentou grandes e graves "ilus√Ķes" √† humanidade. 

Dentre elas est√° a tese ut√≥pica que cr√™ na bondade inata do homem e, por isso, defende que n√£o h√° necessidade de ensinar ao ser humano os valores morais tradicionais, pois "caso as crian√ßas sejam entregues a si mesmas, sem a imposi√ß√£o da educa√ß√£o tradicional com padr√Ķes objetivos, espontaneamente se inclinar√£o ao amor, √† abnega√ß√£o, ao trabalho competente e ser√£o muito mais criativas". Ou seja, asseveram que a natureza humana √© essencialmente boa, em contraste com o que diz a B√≠blia Sagrada (Pv 22.15).

Mente Renovada - Fundamento para uma verdadeira transformação

O tema em questão aborda a necessidade de transformação da vida do indivíduo, seja homem ou mulher que, ao aceitar a fé cristã, obtém uma experiência pessoal com Cristo. E quando passa a receber a benéfica influência da mensagem do Evangelho em sua vida que a conduz ao arrependimento de seus pecados levando-a à conversão. O Espírito Santo a convence do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8-11) e esta ação é capaz de fazê-la nova criatura, como nos afirma o apóstolo Paulo (2Co 5.17), fazendo-a cristã.

Etapas para o Preparo da Aula da Escola Dominical




As Qualifica√ß√Ķes Espirituais do Professor da Escola Dominical

Al√©m de ser vocacionado e dispor das aptid√Ķes naturais, o professor da Escola Dominical dever√° investir na qualifica√ß√£o necess√°ria ao excelente desempenho de sua fun√ß√£o docente.

Quem Pode ser Um Professor da Escola Dominical?

1. Como Identificar um Autêntico Candidato ao Magistério Cristão

A igreja que pensa na educa√ß√£o crist√£ relevante dever√° destinar regularmente √† Escola Dominical uma verba de seu or√ßamento a fim de que ela funcione plenamente e a contento. Dever√° ainda providenciar materiais did√°ticos, mob√≠lias e salas pedagogicamente planejadas. Isso √© imprescind√≠vel! Mas, e quanto aos recursos humanos? A igreja sabe predisp√ī-los, gerenci√°-los? E justamente nesse ponto que a maioria dos l√≠deres, superintendentes e dirigentes de escolas dominicais t√™m problemas importantes. A maior dificuldade, por incr√≠vel que pare√ßa, reside na indisponibilidade dos recursos humanos ou na imper√≠cia e insensibilidade para lidar com eles. Ou seja, n√£o s√£o tarefas f√°ceis, reciclar professores veteranos, ou recrutar e formar os novos para o magist√©rio na Escola Dominical. Geralmente tal complexidade passa pelas seguintes quest√Ķes: De que maneira os superintendentes alistam e selecionam os professores? Quais crit√©rios utilizam?

Por estas e outras raz√Ķes, tentarei, a partir de agora, sugerir algumas diretrizes e estabelecer crit√©rios que justifiquem a escolha dos professores ideais para atuarem na Escola Dominical. Eles dever√£o ser escolhidos com base na voca√ß√£o, aptid√Ķes espec√≠ficas e na chamada divina para o magist√©rio crist√£o.

ūüéĮ Saiba Mais:

A Contextualização na Escola Dominical

A Escola Dominical deve ser estruturada de tal forma que possa ser ao mesmo tempo din√Ęmica e agrad√°vel para todos os alunos. Da√≠ a import√Ęncia de se separar as classes de alunos por faixas et√°rias. Tomar-se-ia invi√°vel atender a todas as exig√™ncias de todos os alunos, em sua heterogeneidade (crian√ßas, adolescentes, jovens e adultos), em uma classe √ļnica. Mas √© poss√≠vel organizar e desenvolver uma ED que seja interessante e relevante para as diversas classes.

Requisitos para a Pré-qualificação do Professor da Escola Dominical

Segundo o professor William Burton, “o ensino n√£o √© coisa f√°cil; n√£o pode ser feito com qualquer margem de sucesso por indiv√≠duos indiferentes, mal informados e sem habilita√ß√£o, portadores de uma personalidade inexpressiva e de limitada experi√™ncia vital. O ensino exige amplo conhecimento e sutil perspic√°cia, aptid√Ķes definidas e uma personalidade que se caracterize por sua estabilidade, firmeza e dinamismo.

O trabalho de ensinar √© bem mais complexo do que qualquer outra atividade profissional. Na verdade, para ser executado com perfei√ß√£o, √©, dentre todas as atividades humanas, uma das mais dif√≠ceis”.

H√° pessoas que demonstram aut√™ntica voca√ß√£o para o magist√©rio, mas n√£o re√ļnem as aptid√Ķes espec√≠ficas necess√°rias para esse mister.

1. Que s√£o aptid√Ķes espec√≠ficas?

Veja também:

- Práticas Pedagógicas para Professores EBD, Acesse Aqui
- Curso de Capacitação de Professores (as) da Escola Dominical, Acesse Aqui