FECHAR <==

Mostrando postagens com marcador Biografia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Biografia. Mostrar todas as postagens

Pr. Sebastião Rodrigues de Souza, Vida e Ministério

Pastor Sebastião tinha 76 anos de fé em Cristo e 68 anos pastoreando igrejas em Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso, sendo os últimos 46 anos de sua vida dedicados à obra de Deus no estado do Mato Grosso.

Antonio Gilberto - um dos maiores nomes da Educação Cristã


Faleceu faleceu, aos 91 anos, na tarde de segunda-feira, 30 de julho/2018, o pastor Antonio Gilberto da Silva, considerado por muitos o maior nome da teologia pentecostal no Brasil e um dos maiores nomes da educação cristã em todos os tempos em nossas plagas. Ele destacou-se como educador, jornalista, teólogo, autor de best-sellers e articulista, e como uma referência na área de Escola Dominical e de Teologia Pentecostal no país.

A Primeira Mulher Brasileira a Crer no Batismo no Espírito Santo

O Missionário Gunnar Vingren descreveu em seu diário o dia em que a Primeira Mulher Brasileira recebeu o batismo no Espírito Santo. Esta é o tipo de história que todo cristão pentecostal deve conhecer. 

Veja no vídeo.



Antonio Gilberto - O maior nome da Escola Dominical no Brasil

🙌 Em sua trajetória ministerial, pastor Antonio Gilberto acumulou várias funções e distinções na obra de Deus no Brasil e no mundo. 

Adoniram Judson Gordon

Adoniram Judson Gordon (1836-1895)

Adoniram Judson Gordon (1836-1895), mais conhecido como A. J. Gordon, recebeu esse nome de seus pais em homenagem ao missionário Adoniram Judson (1788-1850), o primeiro evangélico norte-americano enviado à Birmânia e que traduziu a Bíblia para o birmanês. Autor de vários livros e editor de dois hinários, A. J. Gordon é o fundador do Gordon College, um famoso seminário teológico norte-americano que recebe esse nome em homenagem a ele e que antes se chamava Boston Missionary Training Institute.

Aos 15 anos de idade, A. J. Gordon converteu-se e foi batizado. Aos 20 anos, entrou na Brown University como estudante de filologia clássica, tendo conhecido ali a sua futurg esposa, Maria Hale. Em 1860, entrou na Newton Theological Institution com o objetivo de preparar-se para o ministério. Sua matéria preferida era Exegese do Novo Testamento. Em 1878, criou uma revista mensal! chamada "The Watchword" com o único objetivo de edificar os cristãos.
 
Reconhecido como um dos grandes nomes do movimento renovacionista que marcou a Europa e os Estados Unidos no século 19, A. J. Gordon é considerado também um dos mais influentes pastores de sua geração. Batista, ele liderou a Igreja da Claredon Street, considerada uma das mais espirituais e evangelísticas de sua época nos EUA. Aliás, Gordon era muito amigo do maior evangelista do século 19, o célebre Dwight Lyman Moody, tendo, inclusive, participado de suas campanhas evangelísticas pregando e dando apoio financeiro. Também pregou no Tabernáculo de Spurgeon em Londres, outro amigo seu.

Veja também:
·          W. Tozer – BiografiaAcesse Aqui
·          Jacó Armínio – Biografia – Acesse Aqui
·          Pastor Túlio Barros FerreiraAcesse Aqui
·      Donald Carrel Stamps – Comentarista da Bíblia de Estudo Pentecostal – Acesse Aqui


Gordon trabalhou intensamente na evangelização de alcóolatras, tendo criado o Industrial Home, uma espécie de cooperativa que fornecia trabalho para os novos convertidos. Sua atividade apologética também é famosa, tendo se destacado no combate à Ciência Cristã de Mary Baker Eddy (1821-1910) e ao transcendentalismo de Ralph Waldo Emerson.

Uma curiosidade é que A. J. Gordon é considerado também um dos "pais" do Movimento Pentecostal moderno, uma vez que entre seus posicionamentos teológicos marcantes estava a defesa do batismo no Espírito Santo como uma bênção distinta da Salvação, como um revestimento de poder do Alto para o serviço a Deus e que normalmente era marcado pela manifestação dos dons espirituais. Gordon, porém, não necessariamente vinculava as línguas ao batismo no Espírito, embora fosse visivelmente simpático a esse entendimento.

Conta-se que a última palavra que se ouviu dos seus lábios ao morrer foi "Vitória!".
SUGESTÃO DE LEITURA:

👉 Subsídios para a Classe de Adultos: Clique Aqui
👉 VIDEOAULAS  - Classe de JovensClique Aqui
👉 VIDEOAULAS - Classe de Adultos - Clique Aqui
🎯  Estudos para Professores EBD - Clique Aqui


Fonte: Ensnador Cristão, N° 81 - CPAD

Estudo Publicado em Subsídios EBD – Site de Auxílios Bíblicos e Teológicos para Professores e Alunos da Escola Dominical.

W. Tozer – Biografia

A CONVERSÃO DE TOZER A CRISTO
Nome: AIDEN WILSON TOZER nasceu em 21 de abril de 1897, em La Jose, uma pequenina comunidade rural na região montanhosa do oeste da Pensilvânia. Desde cedo, preferiu usar as iniciais “A. W.” aos nomes de batismo.
A vida na fazenda dos Tozer era típica para a época. Formavam uma família unida. Trabalhavam juntos, divertiam-se juntos e conheciam-se muito bem uns aos outros.

Jacó Armínio – Biografia


JACÓ ARMÍNIO nasceu em Oudewater, uma pequena cidade perto de Utrecht, na Holanda, no ano de 1560. Seus pais eram pessoas respeitadas da classe média. Seu pai era um mecânico engenhoso que atuava no comércio como cuteleiro. Seu sobrenome era Herman, ou, segundo alguns, Harmen. Como era de costume aos homens daquela época, que latinizavam os seus próprios nomes, ou os substituíam por nomes latinos que se adequassem mais a eles no som ou no significado, Armínio escolheu o nome do líder célebre dos alemães do início do primeiro século. Enquanto Armínio ainda era uma criança, seu pai morreu, e ele, juntamente com um irmão e uma irmã, foi deixado aos cuidados de sua mãe viúva. Theodore Aemilius, um clérigo de piedade e educação distintas, que na época residia em Utrecht, familiarizou-se com as circunstâncias da família e encarregou-se da educação da criança. Armínio residiu com esse homem excelente até seu décimo quinto ano, quando a morte o privou de seu patrono. Durante esse período, ele exibiu traços incomuns de genialidade, e foi inteiramente instruído nos elementos da ciência e, em particular, nos rudimentos das línguas latina e grega. Ele foi levado a dedicar-se ao serviço de Deus, e tornou-se, embora muito jovem, um exemplo de homem piedoso.

LEIA TAMBÉM:

Osiel Gomes da Silva

Comentarista das lições do 1°trimestre de 2017. Classe: Adultos.
Lição: As Obras da carne e o Fruto do Espírito.
Nascido em um lar evangélico, onde a verdade tinha toda a primazia, Osiel Gomes da Silva aprendeu a amar desde cedo a Palavra de Deus. Esse aprendizado se deu, sobretu­do, nos cultos domésticos, onde ele inclusive memorizava os versículos-chave das Lições Bíblicas de Escola Dominical. Até hoje, ele faz questão de transmitir essa experiência de valorização da ED às igrejas que pastoreia.

Pastor Túlio Barros Ferreira

Faleceu em 10 de março, no Rio de Janeiro, um dos maiores nomes das Assembleias de Deus no Brasil, o pastor Túlio Barros Ferreira, aos 85 anos, dos quais 66 de conversão e 64 de ministério. Deixou a esposa Eunice Lobato, netos e oito filhos.

Túlio Barros nasceu em Manaus (AM), em 11 de outubro de 1921. Antes de se converter, era alcoólatra. Ao aceitar Jesus em 1941, foi imediatamente liberto deste vício. Seus pais, Manoel Moysés Ferreira e Joaquina Barros Ferreira, foram contra sua conversão no início, até que se renderam depois de testemunharem a transformação na vida do filho.

LEIA TAMBÉM:

Dom Pedro II, o Imperador que amava a Bíblia

Dom Pedro II desde a sua juventude acalentava o desejo de conhecer a língua hebraica”, destaca Kurt Loewenstamm em O hebraísta no trono do Brasil (São Paulo: Centauro, 2002). “Amo a Bíblia, leio-a todos os dias, e quanto mais a leio, mais a amo”, disse certa vez o monarca. Seu conhecimento do hebraico começou por acaso, quando encontrou num banco de jardim do Palácio de São Cristovão uma gramática hebraica, esquecida por um missionário sueco. Convocado ao palácio, o clérigo acabou por aceitar o convite de Dom Pedro para tornar-se o seu professor.

Rapidamente, Dom Pedro iniciou-se no idioma sagrado.

Argula Stauffen – grande nome da Reforma Protestante

Arguia von Stauffen Grumbach é um dos grandes nomes femininos da história da Reforma Protestante, embora tantas vezes esquecido. Nascida em 1492, Arguia fazia parte da nobreza da Bavária e era de uma família muito religiosa. Ela ganhou seu primeiro exemplar da Bíblia aos 10 anos de idade, chegando a decorar várias passagens ainda na infância. Aos 16 anos, se tornou dama de companhia da rainha Kunigunde, filha do imperador Frederico III. Nessa época, Arguia começou a estudar com mais afinco ainda a Bíblia, uma vez que a própria rainha era apaixonada por política e religião.

Pastor José Neco

Faleceu, em 24 de julho de 2015, o pastor José Antônio dos Santos, carinhosamente conhecido em todo o Brasil como "Pastor José Neco" ou simplesmente como "Pastor Neco". Pastor Neco liderava a Assembleia de Deus em Maceió e a Convenção das Assembleias de Deus em Alagoas (Comadal) há 30 anos. Ele também presidia a União de Ministros das Assembleias de Deus no Nordeste (Umadene) há 12 anos e era considerado uma das maiores lideranças da denominação no país, além de um dos seus mais destacados ensinadores.

Daniel Rowland

Antes de marcar sua geração, Daniel Rowland precisou ser transformado e ensinado por Deus.
Daniel Rowland (nasceu em 1713 em Wales, Inglaterra. Aos 20 anos de idade, foi ordenado pastor-auxiliar da igreja oficial, mas não era de fato convertido. J-C. Ryle, na obra Líderes cristãos do século 18, declara que ele frequentava a ED, mas "após seu dever na igreja, nos domingos pela manhã, o restante do dia do Senhor gastava nos divertimentos, se não na bebedeira".

Depois de vinte anos e uma Vitoria em Santa Catarina

Artigos publicados no MP em 1° de janeiro e 15 de novembro de 1931 por missionário Gunnar Vingren, pioneiro e um dos fundadores da AD no Brasil. Este artigo é reproduzido com a grafia original.

Levantemos o estandarte com o nosso "Ebcnezer" - "até aqui nos ajudou o Senhor."

A experiência pentecostal do Gunnar Vingren

Neste artigo conheceremos sobre a experiência pentecostal de um dos dois fundadores da Assembleia de Deus no Brasil, Gunnar Vingren e o seu preparo para o brasil.

Adolf Gunnar Vingren nasceu em Ostra Husby, Ostergotland, Suécia, a 8 de agosto de 1879.
Era filho de pais batistas, que lhe ensinaram desde cedo a trilhar os caminhos do Senhor. Ainda muito pequeno, seus pais o levavam à Escola Dominical. Seu pai era dirigente da ED em sua igreja.

Bernhard Johnson Júnior

Outro missionário que desembarcou no Brasil em 1940 foi Bernhard Johnson Júnior, nascido em 20 de junho de 1931, na Califórnia.
Depois de uma visão divina, quando cursava o quarto ano da Faculdade de Engenharia no Instituto Gamom de Lavras (MG), abandonou todos os planos de carreira secular no Brasil e ingressou no Central Bible College, em Springfield, Estados Unidos.


J. P. Kolenda

O missionário, conhecido no Brasil como J. P. Kolenda, veio para o Brasil na mesma época que Eurico Bergstén.
Ele nasceu na Alemanha, em 20 de outubro de 1898. Converteu-se a Cristo em 1916, sendo dois anos depois balizado no Espírito Santo.



Wanda Freire

Professora, assistente social, esposa do pastor José Wellington Bezerra da Costa (líder da CGADB) e presidente e fundadora da União Feminina das Esposas dos Ministros das Assembleias de Deus no Brasil (Unemad), a irmã Wanda Freire Costa é um exemplo de dedicação à obra de Deus.

Ela nasceu em 22 de setembro de 1934, em Fortaleza (CE); e em 14 de janeiro de 1953, casou-se com José Wellington.

Eurico Bergstén

Lars Eric Bergstén, mais conhecido no Brasil como Eurico Bergstén, nasceu em Helsinque, capital da Finlândia, em 13 de agosto de 1913. Era o terceiro dos seis filhos do casal Nils August e Else Aurora. Seus pais eram luteranos e ensinaram a seus filhos a Palavra de Deus. Apesar disso, Eurico passou parte de sua adolescência andando segundo seu coração. Mas, aos 17 anos, sentiu forte convicção de pecado quando participava de um acampamento evangélico para jovens e, no dia 6 de julho de 1931, no culto à noite, após o convite, decidiu-se a Cristo.