Mostrando postagens com marcador Escola Dominical. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Escola Dominical. Mostrar todas as postagens

Três Etapas para o preparo da boa aula da Escola Dominical

ūüí°Se a sua ministra√ß√£o j√° √© de boa qualidade, ficar√° ainda melhor! Se voc√™ sente que as suas aulas ainda precisam melhorar, ent√£o ter√° a ajuda necess√°ria neste v√≠deo! Veja.

Leituras para Aprofundar

Informa√ß√Ķes Aqui
***
***
***

Informa√ß√Ķes Aqui

***

Informa√ß√Ķes Aqui

***

Informa√ß√Ķes Aqui

A Decadência da Escola e a Doutrinação

 

A prática educativa ocorre por meio da ação pedagógica do professor com os alunos. O ambiente escolar deve ser um lugar de excelência no qual ocorre uma mediação do conhecimento sistemático científico elaborado ao longo dos tempos pelo conjunto de sujeitos sociais.

 

Infelizmente, nem sempre a escola cumpre o seu papel. O jovem e principalmente o adolescente vivem ainda um processo de maturação moral e ético, o que os torna vulneráveis ao influxo constante de ideias. A escola em vez de se preocupar com o processo educativo faz do aluno um depositário de teses materialistas vulgarizadas pela mídia, respaldadas de conceitos e valores antibíblicos.

 

H√° professores que se julgam inst√Ęncia m√°xima do saber e do poder ao imporem suas ideias e ratific√°-las como verdades absolutas. De forma coercitiva, esses professores incutem na cabe√ßa do jovem e adolescente uma aventura ideol√≥gica e social ligada a vertentes pol√≠ticas que inseminam a promo√ß√£o de uma vis√£o de mundo anticrist√£ e negativista.

* A organização e administração da Escola Dominical

* A Escola Dominical e seu Corpo Docente

* A import√Ęncia da Escola Dominical

* Três Grandes Objetivos da Escola Dominical

* A História da Escola Dominical

* CURSO DE PROFESSOR (A) DA ESCOLA DOMINICAL

Li√ß√Ķes B√≠blicas Adultos, 1° trimestre de 2022 – CPAD

Assunto: A Supremacia das Escrituras: a Inspiração, Inerrante e Infalível Palavra de Deus

COMENTARISTA: Douglas Baptista

TEMAS DO TRIMESTRE:

1) A autoridade da Bíblia

2) A Inspiração Divina da Bíblia

3) A Inerr√Ęncia da B√≠blia

4) A Estrutura da Bíblia

5) Como ler as Escrituras

6) A Bíblia como um Guia para a Vida

7) A Bíblia transforma pessoas

8) A Lei e os Evangelhos revelam Jesus

9) As Histórias e as Poesias falam ao Coração

10) As Profecias despertam e trazem esperança

11) Lucas-Atos: O Modelo Pentecostal para hoje

12) As Epístolas instruem e formam os cristãos

13) A Leitura da Bíblia e a educação cristã

SAIBA MAIS AQUI



A Escola Dominical Transforma o Ambiente

O movimento filos√≥fico, pol√≠tico, social, econ√īmico e cultural, desencadeado no s√©culo 18 na Europa, denominado Iluminismo, trouxe, segundo alguns, "luzes" racionais ao pensamento moderno (da√≠ a raiz etimol√≥gica do termo), mas o que se pode dizer de concreto sobre essa filosofia √© que apresentou grandes e graves "ilus√Ķes" √† humanidade. 

Dentre elas est√° a tese ut√≥pica que cr√™ na bondade inata do homem e, por isso, defende que n√£o h√° necessidade de ensinar ao ser humano os valores morais tradicionais, pois "caso as crian√ßas sejam entregues a si mesmas, sem a imposi√ß√£o da educa√ß√£o tradicional com padr√Ķes objetivos, espontaneamente se inclinar√£o ao amor, √† abnega√ß√£o, ao trabalho competente e ser√£o muito mais criativas". Ou seja, asseveram que a natureza humana √© essencialmente boa, em contraste com o que diz a B√≠blia Sagrada (Pv 22.15).

O Pastor Local e sua Escola Dominical

Não existe outra organização dentro da igreja local tão abrangente e de maior alcance quanto a
Escola Dominical. Da mais tenra idade ao ancião, todos têm grande vantagem em participar de uma classe, como, por exemplo:

As Qualifica√ß√Ķes Espirituais do Professor da Escola Dominical

Al√©m de ser vocacionado e dispor das aptid√Ķes naturais, o professor da Escola Dominical dever√° investir na qualifica√ß√£o necess√°ria ao excelente desempenho de sua fun√ß√£o docente.

A História da Escola Dominical

O movimento religioso que nos deu a Escola Dominical como a temos hoje, começou em 20-7-1780, na cidade de Gloucester, no sul da Inglaterra.
APROFUNDE SEU CONHECIMENTO
1) A organização e administração da Escola Dominical - Aqui
2) O superintendente da Escola DominicalAqui
3) A História da Escola DominicalAqui

Sou Professor (a) da Escola Dominical, por onde eu começo?


O professor (a) da Escola Dominical deve sempre buscar maneiras de melhorar a sua aula, pensando nisso reunimos aqui alguns estudos para ajudar tanto os professores veteranos quanto os novatos, na busca pela qualidade de suas aulas.

1) O Professor Vocacionado e sua Capacidade de Incentivar o AlunoClique Aqui

2) Minhas aulas são monótonas. O que faço? Clique Aqui

3) A Import√Ęncia do Planejamento na Escola DominicalClique Aqui

4) Métodos de Ensino - Clique Aqui

5) Quero ser um bom professor da Escola Dominical - Clique Aqui

6) Qual o Melhor Curso para Professores DominicalClique Aqui

7) O Manual do Professor CriativoClique Aqui


Subsídios Bíblicos e Teológicos para a Escola Dominical

Subs√≠dios B√≠blicos para as 13 li√ß√Ķes do trimestre. Li√ß√Ķes Dominical da Classe dos Adultos.
NOVOS SUBS√ćDIOS B√ćBLICOS DOMINICAL
Classe: Adultos
 1) Subs√≠dios B√≠blicos ricos em informa√ß√Ķes;
 2) Subs√≠dios B√≠blicos para as 13 li√ß√Ķes do   trimestre;
 3) Use para pesquisar cada li√ß√£o sem perder   tempo pesquisando em outras fontes.    

A Escola Dominical como promotora da Identidade Pentecostal




“De que maneira poder√° o homem guardar puro o seu caminho? [...]”Sl 119.9.

A Escola Dominical é um espaço de aprendizagem que prioriza o estudo da Bíblia, tendo como principal enfoque a vida cristã prática. Para alcançar este objetivo lança mão da Teologia Pentecostal explicada de forma simples e clara aos seus alunos. Essa sistemática de ensino tem sido a principal causa das Assembleias de Deus no Brasil conseguirem manter uma hegemonia doutrinária e conseguirem ter, ainda que com alguns percalços, uma identidade pentecostal.

Veja também:

Li√ß√Ķes B√≠blica da Escola Dominical em √Āudio

Em parceria com o Canal no You Tube Conex√£o B√≠blica, publicaremos constantemente li√ß√Ķes B√≠blicas da Escola Dominical, em √°udio, assim, os nossos irm√£os com problemas para l√™ as li√ß√Ķes, agora poder√£o escutar as li√ß√Ķes da classe dos Adultos.
Aproveite e se inscreva no canal, para que você seja avisado toda vez que o canal publicar um novo Vídeo.
Confira algumas li√ß√Ķes Aqui.


Como o pastor Apoia a Escola Dominical?

O pastor e educador crist√£o Marcos Tuler responde a presente pergunta de maneira clara em cinco pontos relevantes. Vejamos ent√£o.
1. Comparecendo

Conforme enfatizou o pastor Antonio Gilberto no Manual da Escola Dominical, o pastor da igreja “√© o principal respons√°vel pela Escola Dominical mediante sua aten√ß√£o e a√ß√£o. Sua simples presen√ßa na Escola Dominical √© um prest√≠gio para a mesma”.

2. Participando

Se a presença em si já é importante, que dirá a participação ativa nas atividades do departamento.

3. Estimulando

Como l√≠der, o pastor assume a preponderante fun√ß√£o de influenciar seus liderados. Sua palavra tem peso suficiente para decidir e promover uma a√ß√£o produtiva. Se ele disser de p√ļlpito que estudar a B√≠blia √© importante, todos se voltar√£o para esta finalidade.

4. Incentivando seus auxiliares, ministério e líderes de departamento

√Č inadmiss√≠vel que evangelistas, presb√≠teros, di√°conos e outros obreiros auxiliares do minist√©rio n√£o estejam plenamente engajados no processo de ensino da igreja. Se os l√≠deres n√£o valorizarem a Escola Dominical, que exemplo ficar√° para os liderados?

5. Investindo na Escola Dominical

a) Recursos financeiros.
Deve a igreja destinar uma verba regular a fim de que a Escola Dominical possa funcionar sem atropelos e improvisa√ß√Ķes.

b) Recursos humanos.
Compreende a reciclagem periódica do superintendente e professores.

c) Recursos Técnicos.
Aquisição de material didático, mobília adequada e salas pedagogicamente planejadas. Observe abaixo alguns comportamentos negativos que não devem ser copiados pelos líderes que priorizam o ensino na igreja:

CURSOS B√ćBLICOS PARA VOC√ä:
1) Curso: Prepara√ß√£o e Prega√ß√£o de Mensagens B√≠blicas - Clique Aqui
2) Curso de Formação de Missionários Clique Aqui
3) Curso de Qualificação MinisterialClique Aqui
4) Curso B√°sico em Teologia - Clique Aqui
5) Curso de Secretariado para Igrejas Clique Aqui
6) Capacitação de Professores da Escola Dominical Clique Aqui
7) Curso Avançado de Escatologia Bíblica - Clique Aqui

ESTUDE A B√ćBLIA √Ä DIST√āNCIA
• Permitir atividades paralelas durante o funcionamento da Escola Dominical (Atividades administrativas, tesouraria, servi√ßo de som, afina√ß√£o de instrumentos musicais e aconselhamento pastoral).

• N√£o investir, ou investir insuficientemente na √°rea de educa√ß√£o. A principal parcela do or√ßamento da igreja sempre √© dirigida a outras √°reas em detrimento da educacional.

Lembrete:
Todo o trabalho da Escola Dominical deve passar por uma avaliação periódica. Deve-se objetivar o padrão de excelência. Como buscar esse padrão de excelência? Comparando o presente progresso (os resultados) com os alvos e objetivos previstos. A partir daí, você vai descobrir a possibilidade de melhorar e aperfeiçoar seu planejamento.
Veja também:
1) O superintendente da Escola DominicalAcesse Aqui
2) A Forma√ß√£o do Educador crist√£o para a Inclus√£o na EBD  - Acesse Aqui
3) A import√Ęncia da Escola Dominical - Acesse Aqui
4) Os Quatro Pilares Fundamentais Da Educação - Acesse Aqui

A organização e administração da Escola Dominical

Organiza√ß√£o √© ordem. √Č m√©todo no trabalho, no viver, no agir e em tudo mais. A organiza√ß√£o permeia toda a cria√ß√£o de Deus, bem como todas as suas coisas. A desorganiza√ß√£o e a desordem destroem a vida de qualquer pessoa, igreja ou organiza√ß√£o secular. Por seu turno, o crescimento sem ordem √© aparente e infrut√≠fero. Sim, porque toda energia sem controle √© prejudicial e perigosa.

O superintendente da Escola Dominical

DEFININDO O TERMO “SUPERINTENDENTE”
A palavra vem do latim e significa "aquele que superintende" e em outros sin√īnimos da palavra encontramos tamb√©m aquele que administra, dirige, gerencia, preside, supervisiona, inspeciona, fiscaliza, lidera, gerencia etc.

Anos atrás, ainda sem o conhecimento preciso sobre a etimologia da palavra, tive a oportunidade de exercer esse cargo por uma necessidade urgente da igreja onde congregava. Até então, eu era a líder do Departamento Infantil atuando nas possíveis faltas das professoras de qualquer das classes independente da faixa etária.

A Formação do Educador cristão para a Inclusão na EBD

As deficiências fazem parte da vida de qualquer pessoa. Somos seres humanos sujeitos às mais diversas adversidades sejam elas de que caráter for. Por mais saudável que uma pessoa seja, ela sempre terá uma fragilidade a ser tratada, e isso corresponde à vida física e espiritual do indivíduo. Não há em toda a Terra um ser humano sequer que seja perfeito, visto que por consequência da entrada do pecado no mundo, a integridade da humanidade como um todo ficou comprometida.

A Relev√Ęncia da Escola Dominical

Introdução
Que import√Ęncia possui a Escola Dominical na estrutura geral da igreja? O que ela representa no contexto da Educa√ß√£o Crist√£? Tem ela merecido o status de uma verdadeira institui√ß√£o de ensino b√≠blico?

A Escola Dominical não é apenas um apêndice da estrutura geral da igreja ou simples departamento secundário. Ela se contunde com a própria essência da igreja. Pelo fato de a igreja estar intrinsecamente associada à educação cristã, a atividade da Escola Dominical como departamento principal de ensino não é opcional, é vital, à medida que incrementa e dinamiza todas as atividades e iniciativas educacionais e evangelísticas dos demais setores.

I. Relevante no Cumprimento da Grande Comiss√£o

Voltemos a priorizar os Objetivos da Escola Dominical

Quatro s√£o os objetivos primaciais da Escola Dominical: ganhar almas, educar o ser humano na Palavra de Deus, desenvolver o car√°ter crist√£o e treinar obreiros.

1. Ganhar almas.
Ganhar almas significa convencer o pecador impenitente, através do Evangelho de Cristo, quanto à premente necessidade de arrepender-se de seus pecados, e aceitar o Filho de Deus como o seu Único e Suficiente Salvador.
Evangelizar, ou ganhar almas, é o primordial objetivo da Escola Dominical. Pois antes de ser a principal agência educadora da Igreja, é a E.D. uma agência evangelizadora e evangelística.

Evangelizadora - proclama o Evangelho de Cristo enquanto ensina.
• Evangel√≠stica - prepara obreiros para a sublime miss√£o de ganhar almas.
Dessa forma, cumpre a Escola Dominical a principal reivindicação da Grande Comissão que nos deixou o Senhor Jesus (Mt 28.18-20). A E. D. que não evangeliza não é digna de ostentar tão significativo título.

2. Educar o ser humano na Palavra de Deus.
Em linhas gerais, educar significa desenvolver a capacidade física, intelectual, moral e espiritual do ser humano, tendo em vista o seu pleno desenvolvimento.
No √Ęmbito da Escola Dominical, educar implica em formar o car√°ter humano, consoante √†s demandas da B√≠blia Sagrada, a fim de que ele (o ser humano) seja um perfeito reflexo dos atributos morais e comunic√°veis do Criador.

As Sagradas Escrituras têm como um de seus mais sublimados objetivos justamente a educação do homem. Prestemos atenção a estas palavras de Paulo: "Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra" (2 Tm 3.16,17).

O Dr. Clay Risley achava-se bem ciente quanto a essa missão da Escola Dominical: "Um jovem educado na Escola Dominical raramente é levado às barras dos tribunais".

3. Desenvolver o car√°ter crist√£o.
Também é missão da Escola Dominical a formação de homens, mulheres e crianças piedosos. Escrevendo a Timóteo, o apóstolo Paulo é irreplicável: "Exercita-te a ti mesmo na piedade" (1 Tm 4.7).

A piedade n√£o se adquire de forma instant√Ęnea. Adv√©m-nos ela de exerc√≠cios e pr√°ticas espirituais que nos levam a alcan√ßar a estatura de perfeitos var√Ķes. Lembro-me, aqui, das apropriad√≠ssimas palavras de Alan Redpath: "A convers√£o de uma alma √© o milagre de um momento; a forma√ß√£o de um santo √© a tarefa de uma vida inteira".

Só nos resta afirmar ser a Escola Dominical uma oficina de santos. Ela ensina a estes como se adestrarem na piedade até que venham a ficar, em todas as coisas, semelhantes ao Senhor Jesus. Assim era Sadu Sundar Singh - o homem que se parecia com o Salvador. O que dizer de Thomas à Kempis? Em sua Imitação de Cristo, exorta-nos a celebrar diariamente a piedade para que alcancemos o ideal do Novo Testamento: a parecença do homem com o seu Criador. No cumprimento desse ideal tão sublime, como prescindir da Escola Dominical?

4. Treinar obreiros.

Embora não seja um seminário, nem possua uma impressionante grade curricular, é a Escola Dominical uma eficientíssima oficina de obreiros. De suas classes é que saem os diáconos, os presbíteros, os evangelistas, os pastores, os missionários e teólogos.

A pesquisa efetuada pelo Dr. C. H. Benson referenda o que est√° sendo dito: "Um c√°lculo muito modesto assinala que 75% dos membros de todas as denomina√ß√Ķes, 85% dos obreiros e 95% dos pastores e mission√°rios foram, em algum tempo, alunos da Escola B√≠blica Dominical".

Como discordar de Benson? Se hoje escrevo este livro √© porque, quando ainda tenro, meus pais preocuparam-se em levar-me a este bendito educand√°rio. Lembro-me das recomenda√ß√Ķes que o saudoso Jos√© Gomes Moreno, pastor na cidade paulista de S√£o Bernardo do Campo, fazia aos nossos pais: "N√£o mande seus filhos √† Escola Dominical. Venha com eles".

Dos obreiros, professores e doutores na Palavra que hoje conheço, todos tiveram uma herança espiritual comum: a Escola Dominical, cuja história, como veremos a seguir, remonta aos tempos bíblicos.

CONCLUSÃO
√Č a Escola Dominical a √ļnica ag√™ncia de educa√ß√£o popular de que disp√Ķe a igreja, a fim de divulgar, de maneira devocional, sistem√°tica e pedag√≥gica, a Palavra de Deus.

O ilustradíssimo pastor Antonio Gilberto assim a descreve: "A Escola Dominical, devidamente funcionando, é o povo do Senhor, no dia do Senhor, estudando a Palavra do Senhor, na casa do Senhor".
Divulgação: www.subsidiosebd.com | Artigo adaptado de PR. Claudionor de Andrade

A import√Ęncia da Escola Dominical

Al√©m de termos uma defini√ß√£o calara da Escola Dominical, temos tamb√©m neste estudo do pastor Claudionor, uma lista pertinente aos objetivos da Escola Dominical. Veremos a import√Ęncia desta t√£o relevante escola para a evangeliza√ß√£o, para o car√°ter crist√£o e tamb√©m para a forma√ß√£o do obreiro de Cristo.