FECHAR


Mostrando postagens com marcador Grande Tribulação. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Grande Tribulação. Mostrar todas as postagens

Os desviados do Evangelho terão uma segunda chance de salvação durante a Grande Tribulação?

Quando nos referimos à Grande Tribulação, estamos nos reportando a um período em que o mundo estará sujeito a um sofrimento sem precedentes na história da humanidade. O termo “tribulação” vem do latim tribulationis, que significa tormento, sofrimento, aflição, adversidade e dor.

Salvação no Período da Grande Tribulação


O que é a Grande Tribulação? Haverá salvação nesse período?

A Grande Tribulação é o período de maior angústia da história huma­na, em que os ímpios serão obri­gados a reconhecer quão terrível é cair nas mãos do Deus vivo.

Na lín­gua hebraica, a palavra angústia é par­ticularmente forte: tsará, que signifi­ca ainda necessidade e esposa rival. Evoca este termo as contendas que ha­via, por exemplo, entre Penina e Ana, que levaram esta a uma aflição quase que indescritível, (1Sm 1.15).

A grande tribulação recebe, outrossim, as seguintes denominações na Bí­blia Sagrada:

Dia do Senhor. "O grande dia está perto, está perto, e se apressa muito a voz do dia do Senhor; amargamente clamará ali o homem poderoso", Sf 1. 14.

Dia da Angústia de Jacó. "Ah! Por­que aquele dia é tão grande, que não houve outro semelhante! E é tempo de angústia para Jacó: ele, porém, será salvo dela", Jr 30.7.
 
Clique e acesse
Ira do Cordeiro. "E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo servo, e todo livre se esconderão nas cavernas e nas rochas das montanhas e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o tomo e da ira do cordeiro, por­que é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?", Ap 6.15-17.

A Grande Tribulação terá início após o Arrebatamento.

Sobre o arrebatamento:
1) O Arrebatamento dos Salvos - Clique aqui
2) O Arrebatamento da Igreja - Clique aqui
"Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há devir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra", Ap 3.10. Logo, a Igreja de Cristo não terá de experimen­tar a Grande Tribulação. Neste período estaremos recebendo nossos galardões consoante ao trabalho que executamos na expansão do Reino de Deus. A pro­messa de Jesus à sua Igreja é a de preservá-la desse sofrimento (1Ts 1.10; 5.9; Lc 21.35-36).

A Grande Tribulação será deflagrada, visando a aplicação dos juízos divinos sobre a terra e a reconciliação de Israel com seu verdadeiro Messias.

Ela tam­bém possui como objetivos:

1) Levar os homens a se arrepende­rem de seus pecados. "E, por causa de suas dores e por causa de suas chagas, blasfemaram do Deus dos céu e não se arrependeram de suas obras", Ap 16.11.

2) Destruir o Império do Anticristo.
"E o quinto anjo derramou a sua taça sobre o trono da besta, e o seu reino se fez tenebroso; e os homens mordiam a língua de dor", Ap 16.10.

SOBRE O ANTICRISTO:

3) Desestabilizar o atual sistema mundial.
"Estavas vendo isso, quando um pedra foi cortada, sem mão, a qual feriu a estátua nos pés de ferro e de barro e os esmiuçou. Então, foi junta­mente esmiuçado o ferro, o barro, o cobre, a prata e o ouro, os quais se fi­zeram como pragana das eiras no es­tio, e o vento os levou, e não se achou lugar algum para ; mas a pedra que fe­riu a estátua se fez um grande monte e encheu toda a terra", Dn 2.34-35.

4) Implantar o reino de Nosso Se­nhor Jesus Cristo.
"Mas, nos dias des­ses reis, o Deus do céu levantará um rei­no que não será jamais destruído: e esse não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos e será es­tabelecido para sempre", Dn 2.44.

Quando se estuda a Grande Tribula­ção, a pergunta é inevitável: haverá sal­vação neste período?
Apocalipse mos­tra dois grupos distintos de Salvos: os israelitas e os gentios (Ap 7.4-14). Isso significa que, apesar da oposição do Anticristo, a Bíblia continuará a ser divulgada em escala mundial. Enganam-se, portanto, os que afirmam que após o Arrebatamento da Igreja, as Sagradas Escrituras perderão a sua Inspiração so­brenatural. Tal ensinamento não conta com qualquer respaldo bíblico. Afirma o profeta Isaías: "Seca-se a erva e caem as flores, mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente", Is 40.8.

Estejamos devidamente apercebidos, a fim de que não sejamos pegos de sur­presa no Arrebatamento da Igreja. Os que não subirem, terão de enfrentar a ira do Cordeiro. Infelizmente, muitos são os que se acham adormecidos espiritualmente. É hora de despertar deste sono! Caso contrário, como haveremos de escapar dos horrores da Grande Tribulação?
 APROFUNDE SEU CONHECIMENTO - LEIA TAMBÉM:


Artigo: Pr. Claudionor de Andrade – Jornal Mensageiro da Paz, Maio de 2005

Lição 4- A Grande Tribulação

Assunto: Grandes temas do apocalipse – Uma perspectiva profética impressionante dos últimos tempos
Lição: Jovens e Adultos
Trimestre: 1° de 2018
Comentarista: Pr. Joá Caitano
Editora: Central Gospel
TEXTO BÍBLICO BÁSICO
Mateus 24.21
21 - Porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais.
Sofonias 1.14-18
14 - O grande dia do Senhor está perto, está perto, e se apressa muito a voz do dia do Senhor; amargamente clamará ali o homem poderoso.
15 - Aquele dia é um dia de indignação, dia de angústia e de ânsia, dia de alvoroço e de desolação, dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de densas trevas,
16 - dia de trombeta e de alarido contra as cidades fortes e contra as torres altas.
17 - E angustiarei os homens, e eles andarão como cegos, porque pecaram contra o Senhor; e o seu sangue se derramará como pó, e a sua carne, como esterco.
18 - Nem a sua prata nem o seu ouro os poderá livrar no dia do furor do Senhor, mas, pelo fogo do seu zelo, toda esta terra será consumida, porque certamente fará de todos os moradores da terra uma destruição total e apressada.
Apocalipse 6.15-17
15 - E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo servo, e todo livre se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas
16 - e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono e da ira do Cordeiro,
17 - porque é vindo o grande Dia da sua ira; e quem poderá subsistir?

TEXTO ÁUREO
Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Apocalipse 3.10

SUBSÍDIOS PARA O ESTUDO DIÁRIO
2ª feira - Daniel 12: Um tempo de terrível angústia
3ª feira - Ezequiel 9: O grande dia do furor do Senhor
4ª feira - Lucas 21.25-33: Sinais espantosos no céu e na terra
5ª feira - Apocalipse 11.1-3: Dois profetas especiais na Grande Tribulação
6ª feira - Apocalipse 16: As sete taças da ira de Deus
Sábado - Marcos 13.24-31: Os anjos ajuntarão os escolhidos de Deus

OBJETIVOS
Ao término do estudo bíblico, o aluno deverá:
• compreender que as tragédias da Grande Tribulação não serão, em sua maioria, figurativas, nem simbólicas;
• conhecer os protagonistas deste tempo escatológico;
•  descrever os propósitos da Grande Tribulação.
Leia também:
- Lições Bíblicas de Jovens – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
- Lições Bíblicas de Adultos – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
- Lições Bíblicas Juvenis - – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
- Estudos Auxílios para professores da EBD – Acesse Aqui

Haverá salvação na grande tribulação?

Nosso credo é norteado por um sistema hermenêutico e teológico dispensacional.
O dispensacionalismo, nascido no século 19, com John Nelson Darby, na Inglaterra e popularizado, especialmente nos meios teológicos conservadores, pela Bíblia anotada por C. I. Scofield, é um sistema interpretativo onde os fatos estão concatenados.

A Grande Tribulação - Visão pré-tribulacional

Começando com Marcos 24.15, Jesus trata de sinais especiais que ocorrerão durante a grande tribulação (as expressões “grande aflição”, de 24.21, e “grande tribulação”, de Ap 7.14, são idênticas no grego). Tais sinais indicam que o fim dos tempos está muito próximo (24.15-29).
São sinais conducentes à, e indicadores da volta de Cristo à terra, depois da tribulação (24.30,31; cf. Ap 19.11–20.4).

O que é a Tribulação?

Somos realistas com relação ao futuro e esperamos a vinda do Senhor Jesus Cristo para sua Igreja. Mas também reconhecemos que depois do Arrebatamento haverá um tempo de intensa Tribulação mundial.

A Bíblia fala mais sobre esses sete anos do que sobre qualquer outro período de tempo profético. Durante esses sete anos, o Anticristo surgirá, haverá perseguição aos novos crentes e ao povo judeu, e a grande batalha de Armagedom e a Segunda Vinda de Cristo acontecerão.