FECHAR




O profeta Isaías passou três anos sem roupas?

🎯O texto de Isaías 20 é literal ou figurativo? Como entendê-lo?

O pano de fundo do capítulo 20 de Isaías é o Egito e a Etiópia, nações creditadas por Israel e historicamente dominadas pelos assírios, cujos cativos foram saqueados, brutalmente humilhados e tangidos de suas pátrias, cumprindo-se a predição do profeta: “Assim como meu servo Isaías andou três anos nu e descalço, por sinal e prodígio sobre o Egito e sobre a Etiópia, assim o rei da Assíria levará em cativeiro os presos do Egito e os exilados da Etiópia, tanto moços como velhos, nus, e descalços, e com as nádegas descobertas, para vergonha do Egito” (Is 20.3, 4).

🎯  Estudos para Professores EBD - Clique Aqui

Subjugar nações vencidas, despojando-as de suas riquezas, além de impor tributos e comportamentos degradantes aos sobreviventes, era prática comum dos impérios dominantes, conforme o capítulo 5 de Lamentações de Jeremias, e os assírios não se furtavam dessas atitudes.

 

O versículo anterior do texto em questão esclarece possíveis dúvidas ou curiosidades sobre Isaías ter passado três anos despido: “Vai, solta o cilício [material feito de pelos de animais, usado no traje dos profetas] de teus ombros e descalça os sapatos dos teus pés. E assim o fez, indo nu e descalço” (Is 20.2b).

 

📖 Na tradução da Bíblia Judaica, se lê: “Vá e desamarre o pano de saco da cintura e tire as sandálias dos pés. Então ele o fez, passando a andar sem roupas e descalço”. Historicamente, os sacerdotes, os reis e os profetas usavam trajes especiais que os identificavam nos seus ofícios (vide Êx 28.32; 1Rs 22.10 e 2Rs 1.7,8).

 

Por oportuno, o uso de adicionais no vestuário, distinguindo um personagem, é um modal convencionado nas respectivas culturas, desde épocas remotas, a exemplo dos paramentos, das togas e de outros ornamentos hodiernos, cujo uso pode significar gosto, evento ou autoridade do protagonista.

 

💡Compreende-se, portanto, que Isaías abdicou da veste de profeta, durante três anos, usando trajes sumários, prenunciando com esse gesto ou sinal a calamidade que assolaria as nações acima referidas.

 

💡Os originais arôm” (hebraico do VT) e “gymnos” (grego do NT) estão traduzidos para o português como nu total ou parcial, daí ser necessário compreender suas eventuais citações, como exemplo: a nudez de Adão e Eva e Jó referindo-se ao seu nascimento eram nus totais (Gn2.25; 3.2; Jó.1.22); mas Josias, quando “rasgou as suas vestes”, despiu-se só do traje real (2Rs 22.11); e Pedro, quando lançou-se ao mar “porque estava nu”, usava roupa sumária (Jo 21.7); um anônimo “fugiu nu” quando Jesus foi preso, ou seja, com pouca roupa (Mc 14.52); duas vezes despiram Jesus, exceto suas partes íntimas (Mt 27.28 e Jo 19.23). Considerados os aspectos acima referidos, concluímos que Isaías passou os três anos usando apenas roupas íntimas, desprovido das vestes características de um profeta, fato imitado por Miquéias: “Por isso, lamentarei, e uivarei, e andarei despojado e nu...” (Mq 1,8a), ressalvadas as razões de cada um.

🔥 Aprofunde Seu Conhecimento Veja:

👉 Deus é contra ou a favor da escravidão?

👉 Há Contradição no Relato da Morte dos Animais do Egito?

👉 Quem são os 144.000 mencionados por João?

👉 Quantas vezes mesmo o Galo Cantou?

 

Artigo: Pr. Kemuei Sotero Pinheiro | Reverberação: Subsídios Dominical

📝 SUBSÍDIOS | 🔥 ADULTOS | 📚 ARTIGOS | 💢 JOVENS

Auxílios para a Escola Dominical
Receba Lições, Artigos, Vídeos e Subsídios! É Grátis. Digite seu E-mail e em seguida abra o seu e-mail e clique em nosso link de confirmação: