Mostrando postagens com marcador Demônios. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Demônios. Mostrar todas as postagens

Existe cristão endemoninhado?

Os pregadores de libertação baseiam os seus ensinos nas experiências vindas do campo missionário. A Bíblia fica em segundo plano, pois eles pinçam as Escrituras aqui e ali, com interpretações peculiares contrárias à hermenêutica bíblica e aplicando uma exegese ruim. Paulo Romeiro, em sua obra Evangélicos em Crise, cita diversas fontes desses relatórios missionários (p. 120-123).

Para justificar a ideia de que um crente, mesmo cheio do Espírito Santo, pode ser endemoninhado, tais pregadores costumam apresentar o seguinte argumento: “A palavra traduzida ‘possuído’, na versão bíblica feita pelo rei Tiago da Inglaterra (KJV), e a palavra grega daimonizomai. Muitas autoridades em língua grega dizem que esta tradução está errada. Ela deveria ser traduzida por ‘endemoninhado’ ou ‘ter demônios’” (HAMMOND, 1973, p. 11); “esta palavra ‘possessão’ teologicamente é inadequada e enganosa.

Jesus fez um acordo com os demônios que possuíam o gadareno?

“Segundo Marcos 5.1-20 e Lucas 8.26-39, o pedido deles de não serem lançados no abismo foi atendido pelo Senhor, que os enviou para uma manada de porcos”.
A história retrata o pior estado que o ser humano pode chegar: Ser possuído por demônios. Aquela alma, não controlava aquele corpo, ele era controlado pelos demônios, de maneira que nenhuma cadeia ou força humana podia detê-la. Ele foi liberto! O contexto histórico e as pessoas envolvidas serão determinantes para uma interpretação correta da mensagem divina e assim responder a pergunta em questão. Essa história assemelha-se com o Antigo Testamento. Jesus permitiu que os demônios possuíssem os porcos. 

Lição 10 – Poder do alto contra as Hostes da Maldade


Lições Bíblicas do 1° trimestre de 2019 - CPAD | Classe: Adultos | Data da Aula: 10 de Março de 2019
TEXTO ÁUREO
"Eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder." (Lc 24.49)

VERDADE PRÁTICA
 As obras das trevas são demolidas pelo poder de Deus no trabalho de pregação do Evangelho de Cristo.      
LEITURA DIÁRIA
SEG. Mt 10.1: O poder do alto liberta os oprimidos e cura os enfermos      
TER. Mc 5.6-10: O Senhor Jesus faz os demônios estremecerem
QUA. Lc 4.36: As hostes da maldade só podem ser vencidas por Jesus
QUI. At 13.9-11: É necessário ser cheio do Espírito Santo para vencer a força do Inimigo
SEX. At 19.13-16: Os exorcistas de Éfeso confundiam o nome de Jesus com fórmulas mágicas
SÁB. At 19.18-20: O poder de Deus destrói as obras das trevas

Lição 4 - Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus

Lições Bíblicas do 1° trimestre de 2019 - CPAD | Classe: Adultos | Data da Aula: 27 de Janeiro de 2019 

TEXTO ÁUREO
 "E voltaram os setenta com alegria, dizendo: Senhor, pelo teu nome, até os demônios se nos sujeitam." (Lc 10.17)
         
VERDADE PRÁTICA
O relato do endemoninhado gadareno mostra a soberania absoluta de Jesus Cristo sobre o Diabo e seus demônios.
LEITURA DIÁRIA
SEG. Lc 11.14: Jesus expulsa o demônio da mudez
TER. Lc 4.41: Ao serem expulsos, os demônios saíam gritando
QUA. Mt 25.41: Satanás e seus anjos serão lançados no lago de fogo
QUI. Lc 9.1: Jesus nos deu poder sobre os demônios
SEX. Jo 16.11; Cl 2.15: O chefe dos demônios já foi vencido por Jesus, na cruz do Calvário
SÁB. Rm 16.20:  Em breve, Deus esmagará Satanás debaixo de nossos pés

Lição 3 - A Natureza dos Demônios - Agentes da Maldade no Mundo Espiritual

Lições Bíblicas do 1° trimestre de 2019 - CPAD | Classe: Adultos | Data da Aula: 20 de Janeiro de 2019 

TEXTO ÁUREO
  E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele (Ap 12.9).               
VERDADE PRÁTICA
Os Demônios são os anjos que se rebelaram contra Deus  seguindo o seu maioral, Satanás.
LEITURA DIÁRIA
SEG. Mt 12.24: Belzebu, o próprio Satanás, é o príncipe dos demônios
TER. Mt 25.41: Satanás e seus anjos já têm um lugar preparado - o abismo
QUA. Lc 10.18,19: Satanás é um ser já derrotado
QUI. At 8.7: Os demônios são identificados como espíritos imundos
SEX. At 19.12: O Novo Testamento descreve os demônios como espíritos malignos
SÁB. 1 Tm 4.1: O apóstolo Paulo chama os demônios de espíritos enganadores

Lição 3: A Natureza dos Demônios - Agentes da Maldade no Mundo Espiritual

Seja bem-vindo (a) ao subsídio bíblico para a classe de Adultos.
Lição: 3
Revista do 1° trimestre de 2019 – CPAD
Veja a continuação deste estudo em Nosso “E-book Subsídios EBD”. Vol. 15 – Clique Aqui.
INTRODUÇÃO
Satanás, na sua fúria egoísta para assumir um lugar que não lhe cabia, persuadiu um expressivo número de anjos que se tomaram vítimas do seu desatino, os quais perderam o brilho da glória de Deus e foram lançados nas mesmas trevas densas que ele. Uma parte deles já se encontra no inferno (2 Pe 2.4; Jd 6) e a outra, infernizando a vida na Terra (Ef 2.2; 1 Jo 5.19), tentando fazer com que os seres criados à imagem e à semelhança de Deus se dobrem ao senhorio de seu chefe e se tomem tão miseráveis quanto eles, fazendo-se dignos do mesmo castigo (Mt 25.41).
                                                
I – QUEM SÃO OS DEMÔNIOS
Quando Satanás se rebelou contra Deus, uma porção dos anjos participou em sua rebelião. Deus os expulsou do céu junto com Satanás. Eles não foram mais seres espirituais do bem (anjos). Eles se tornaram seres espirituais do mal [demônios] (Ap 12.7-9)

Os demônios são seres espirituais com personalidade e inteligência. Como súditos de Satanás, inimigos de Deus e dos seres humanos (Mt 12.43-45), são malignos, destrutivos e estão sob a autoridade de Satanás (Mt 4.10).

Os Demônios à Luz da Bíblia Sagrada

1. Sobre os Demônios no Novo Testamento
Os demônios aparecem com frequência no Novo Testamento como "espírito imundo" (Mt 12.43; Mc 1.23, 26; 3.30; 5.2, 8; 7.25; 9.25; Lc 8.29; 9.42; Lc 11.24); "espírito mudo" (Mc 9.17); "espírito" (Mc 9.20); "um espírito" (Lc 9.39); "espírito de demônio" (Lc 4.33); "espírito de adivinhação" (At 16.16) e "espírito maligno" (At 19.15, 16).

Já nos Evangelhos e em Atos, os demônios aparecem em oposição Jesus, com ênfase na superioridade de Cristo sobre eles. Nos escritos paulinos, são principados, dominações e potestades (1 Co 15.24, 27; Cl 1.15-20; Ef 1.20-2.2). No Apocalipse, os demônios com o diabo estão presentes na luta final contra Jesus e a igreja.

Apesar da sua presença nos relatos dos evangelhos sinóticos e em Atos dos Apóstolos, a origem deles é considerada obscura por alguns. A melhor compreensão de como esses espíritos surgiram depende também da origem de Satanás, pois ele é chamado de Belzebu, "o príncipe dos demônios" (Mt 12.24; Mc 3.22; Lc 11.25). Jesus faz menção do "diabo e seus anjos" (Mt 25.41).

2. Quem são esses anjos e qual a origem deles e do seu chefe?