FECHAR


Subsídio Lição 11 - Compromissados com a Evangelização

Subsídio Bíblico para a Lição dos Adultos (CPAD). LIÇÃO 111° Trimestre de 2021

 

Evangelizar é o compromisso áureo da nossa igreja. Ela existe para ser testemunha de Cristo na terra. Nesse sentido, é a igreja visível que se identifica com Cristo para pregar o Evangelho a toda a criatura.

VEJA TAMBÉM

🔥 Lições Bíblicas Adultos – Clique Aqui

🔥 Lições Bíblicas Jovens – Clique Aqui

🔥 Lições Bíblicas Adolescentes – Clique Aqui

🔥 Auxílios para Professores da Escola Dominical – Clique Aqui

📚 Curso de Formação de Professores da Escola Dominical  - Clique Aqui


A evangelização é uma prioridade para o Movimento Pentecostal. O Pentecostes só tem a razão de existir por causa da natureza intrínseca evangelizadora desse acontecimento. Ora, no dia de Pentecostes quase três mil almas foram convencidas pelo Espírito Santo (At 2.41). A igreja pentecostal se confunde com a igreja que evangeliza.

 

O Corpo de Cristo, a Igreja, nasceu historicamente no Dia de Pentecoste, conforme narrado pelo evangelista Lucas em Atos 2. Esse evento foi posterior ao questionamento feito pelos discípulos ao Senhor ressurreto acerca do futuro escatológico (At 1.6-11): “Senhor quando restaurarás tu neste tempo o reino a Israel”. De modo que a resposta à pergunta desembocou na grande promessa feita a respeito da volta do Senhor: “Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para  o céu o viste ir” (v.11).

 

 Portanto, podemos dizer que a Igreja é pentecostal porque historicamente nasceu sob o derramamento do Espírito Santo (At 2.1-13). E, ao mesmo tempo, ela é escatológica porque ela nasceu historicamente debaixo da promessa da vinda do nosso Senhor. Uma promessa confirmada também no “Pentecostes” conforme a profecia de Joel pronunciada pelo apóstolo Pedro (Jl 2. 31,32; At 2.20,21).

 

Essa dimensão pentecostal e escatológica forjou a natureza urgente que os pentecostais têm com a evangelização. Se hoje a Assembleia de Deus tem uma congregação em cada bairro brasileiro foi porque essa urgência sempre foi latente em nossa natureza como igreja. Ou seja, a nossa atividade evangelística deriva dessa consciência pentecostal e escatológica que nos impulsiona a evangelizar cada ser humano.

 

Teologicamente evangelizamos porque Jesus derramou o Espírito Santo sobre nossa vida para fazer isso com ousadia. Evangelizamos porque temos a consciência de que o nosso Senhor pode voltar a qualquer momento para arrebatar a sua Igreja e trazer juízo aos ímpios. Devemos, portanto, remir o tempo e aproveitar cada oportunidade para evangelizar e ganhar almas para o Senhor Jesus.

 

Aproveitemos a oportunidade na classe para conscientizar cada aluno dessa nossa identidade pentecostal e assembleiana.


Artigo: Marcelo Oliveira