FECHAR <-----

  • Postagens com o marcador "Psicologia":
  • Adolescentes: Hormônios em efervescência ou falta de princípios?


    O comportamento na adolescência apresenta uma etapa evolutiva peculiar ao ser humano. É um período contraditório, confuso, ambivalente, doloroso, que culmina todo o processo biopsicossocial do indivíduo. O corpo cresce, novas funções sexuais surgem, a mente se desenvolve, o ambiente se modifica, a qualidade das sensações afetivas e sexuais se transforma.

    Tudo isso provoca no jovem uma série de crises que vão sendo superadas uma a uma, com maior ou menor dificuldade, sem que o desenvolvimento natural seja afetado.
    VEJA TAMBÉM:
    ·      Princípios de ensino e aprendizado para Adolescentes – Aqui
    ·      A Escola Dominical e sua Influência na Vida do Adolescente – Aqui
    ·      O Adolescente e a Sociedade - Aqui

    Não podemos compreender a adolescência estudando separadamente os aspectos biológicos, psicológicos, sociais ou culturais, pois o jovem em crise num determinado aspecto, compromete também outros papéis de sua vida, prejudicando assim, não só seu rendimento intelectual (escolar), mas também, o psicoafetivo, representado por seus relacionamentos em quaisquer ambientes que frequente.

    A influência do meio na formação do caráter

    Parte 1. Veja Aqui a parte 2 deste estudo.
    Caráter é a índole que o homem adquire através do meio em que nasce e vive (meio familiar, social, religioso e escolar). Meio em que, num relacionamento favorável ou desfavorável, pode influenciar consideravelmente sua formação e determiná-lo). O caráter constitui o testemunho visível da estrutura de base da personalidade. O verdadeiro sinal exterior de riqueza ou pobreza estrutural.

    1. O homem é influenciado pelo meio
    Podemos observar essa influência desde a tentação e queda do homem no Jardim do Éden, quando a serpente (o Diabo) que estava no Jardim, com sua astúcia, enganou Eva e, consequentemente Adão, a fim de que desobedecessem a Deus e comessem do fruto da árvore proibida. "Disse a serpente: Deus sabe que no dia em que comerdes do fruto proibido se abrirão os vossos olhos e sereis como Ele, sabendo o bem e o mal. E ouviram a voz do Senhor Deus que passeava no Jardim pela viração do dia; e escondeu-se Adão e sua mulher da presença do Senhor Deus", Gn 3.5 e 8.
    Veja também:
    ·          A importância da Psicologia
    ·          Conhecendo nossa Personalidade

    Conhecendo nossa Personalidade

    Elaine Cruz
    Na vida cristã, depois da decisão pessoal de aceitar Jesus como nosso salvador, não há nada tão importante quanto oferecermos nossa personalidade ao controle do Espírito Santo. Mas, afinal, o que é personalidade? Mesmo entre os teóricos e profissionais da Psicologia, a definição nem sempre é clara. Ao longo de séculos, alguns termos têm sido utilizados pelas pessoas com o mesmo significado, embora sejam distintos. A fim de aprofundarmos nosso assunto, faz-se necessário definir alguns desses termos, como personalidade, caráter e temperamento.

    A importância da Psicologia

    Como cristãos, devemos ter uma visão mais eclética da Psicologia, buscando conceitos ou pressupostos que não contradizem a Palavra de Deus. O apóstolo Paulo escreveu: “Examinai tudo. Retende o bem” (1 Ts 5.21).

    Aceitar as teorias psicológicas sem antes passá-las por um crivo bíblico é um grande erro que pode ocasionar em sérios problemas. Não podemos vender a ideia de que a Psicologia pode ser integrada à Bíblia. Temos que compreender que existem aspectos em que a Psicologia e a Bíblia estão fundamentalmente em oposição uma à outra. Por isso, não podemos fazer de nenhuma dessas teorias um referencial teórico no qual nos baseamos ou seguimos.

    VEJA TAMBÉM:
    Curso Básico em TeologiaClique Aqui
    Curso para Professores e Alunos da Escola Dominical - Clique Aqui
    O QUE É A PSICOLOGIA Clique Aqui

    Como ter Uma Vida Social e Espiritual disciplinada?

    Há alguns anos, o jornal “Los Angeles Times” publicou uma pesquisa sobre o tempo médio que uma família norte-americana gasta à frente da televisão. O resultado foi 7 horas e 4 minutos por dia. Isso dá cerca de 49 horas e meia por semana, 214 horas e meia por mês, e 2.574 horas por ano. Segundo a pesquisa, um jovem norte-americano, quando chega aos 18 anos de idade, já passou 46.332 horas de sua vida à frente de uma televisão, o que equivale a 5 anos, 3 meses e 14 dias de sua vida. Chamo atenção para esse fato para falar sobre um tema muito importante: a disciplina.

    O que é a Psicologia?

    Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano e seus processos mentais. A palavra “psicologia” deriva-se da junção de duas palavras gregas: psichê (alma) e logos (razão estudo, conhecimento).

    O termo “alma”, considerada neste texto, não deve ser tomado no seu sentido religioso/metafísico (enquanto entidade espiritual), e sim como a “psique” (estrutura biopsicossocial que anima o indivíduo).
    O aspecto biopsicossocial trata da inter-relação entre os aspectos biológicos, psicodinâmicos e sociais que constituem o ser humano.
    • Bio – biologia (aspectos anatômicos e fisiológicos)
    • Psico – psicodinâmica (particularidades de cada indivíduo: necessidades, desejos, emoções, cognição, motivação, etc.)
    • Social – relações com as pessoas (interpessoais) e instituições,
    produção de valores sociais, cultura, etc.

    Partindo desse princípio, pode-se concluir que a Psicologia estuda o que motiva o comportamento humano — o que o sustenta, o que o finaliza e também seus processos mentais, que passam pela sensação, emoção, percepção, aprendizagem, inteligência, etc., desde a concepção do indivíduo (vida intrauterina) até sua morte.
    Telles (2003) diz:

    Feridas Emocionais ao Longo da Vida

    É importante que todos os pais saibam a grande responsabilidade que possuem na vida de seus filhos também na área emocional e psicológica.
    Muitos preocupam-se tanto com as questões materiais, financeiras, a formação acadêmica, a saúde, etc. E sem de darem conta esquecem-se que fatores intangíveis são determinantes no crescimento rumo a uma vida adulta saudável.