Lições Juvenis} Lição 5 O Espírito Santo no Novo Testamento - Subsídios Dominical

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

Novos Subsídios Bíblicos para as lições  O corpo de Cristo, 1° trimestre de 2024


Lições Juvenis} Lição 5 O Espírito Santo no Novo Testamento

Lições Bíblicas Juvenis 4º Trimestre 2023, CPAD Professor | REVISTA: O Espírito Santo em Nós.

Comentarista: Carlos Alexandre

“Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar." (At 2.39)

LEITURA DIÁRIA

At 7.55 O Espírito nos faz passar pelas provações

1 Pe 1.12 O Espírito envia pregadores

Mt 12.28 O Espírito tem autoridade

Jo 16.7 O Espírito enviado por Jesus

At 2.4 O Espírito enche de poder

Rm 8.9  O Espírito habita em nós

LEIA TAMBÉM

Lição 4 - O Espírito Santo no Antigo Testamento

Lição 3 - Os símbolos do Espírito Santo

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Atos 2.1-4,16-18

1 Cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos no mesmo lugar;

2 e, de repente, veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.

3 E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.

4 E todos foram cheios do Espirito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.

16 Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel:

17 E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos jovens terão visões, e os vossos velhos sonharão sonhos;

18 e também do meu Espírito derramarei

sobre os meus servos e minhas servas, naqueles dias, e profetizarão;

 

Atos 19.1-6

1 E sucedeu que, enquanto Apoio estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso e, achando ali alguns discípulos,

2 disse-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo.

3 Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados, então? E eles disseram: No batismo de João.

4 Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo.

5 E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus.

6 E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas e profetizavam.

 

CONECTADO COM DEUS

A Bíblia é formada por um conjunto de livros, cartas, cânticos e provérbios muito antigos. Escritos há milhares de anos sob circunstâncias muito adversas. Este livro, desde cedo foi perseguido e até proibido em alguns países. Um olhar histórico sobre os caminhos traçados pelas Escrituras evidencia um verdadeiro milagre. Chegar até os dias de hoje, revela que Deus tem interesse em fazer a sua Palavra ser conhecida. 0 Espírito Santo inspirou os escritores e conduziu todos envolvidos na realização de cópias, traduções e preservação desse texto. Hoje vamos refletir como o Novo Testamento revela o Espírito Santo.

 

OBJETIVOS

ENSINAR sobre a presença do Espírito Santo na Igreja Primitiva:

DESPERTAR para o fato de que a promessa é para todo o que crê;

DESTACAR o papel do Espírito Santo na comunicação da mensagem do Novo Testamento.

ANTES DA AULA

Ser professor da Escola Dominical não é uma profissão, é uma devoção, um serviço cristão prestado ao Rei Jesus e à sua Noiva. É responder ao chamado do Mestre após ouvir, “a quem enviarei!", É preciso planejar aulas, buscar preparo intelectual, teológico e de cultura geral, mas não se pode desprezar o preparo espiritual, pois este deve ser o primeiro preparo a ser buscado.


Gastar um tempo devocional de leitura da Palavra e dedicar um tempo de oração são aspectos fundamentais. Antes de se propor a falar de Deus, o professor da Escola Dominical deve falar com Deus. intimidade com o Senhor, piedade e devoção a Ele devem fazer parte das virtudes de todo professor de ED. Além disso, é importante que o professor se desperte para o fato de que ensinar a respeito do Espírito Santo, é também crer nEle e na sua obra.

As manifestações do Espirito Santo no Antigo Testamento eram esporádicas. Algumas pessoas o recebiam ocasionalmente para o exercício de tarefas especiais (reis, profetas e sacerdotes). Jesus foi ungido pelo Espírito para o exercício de seu ministério (Lc 4.16), mas deixou bem claro que após o seu retorno para o Céu, enviaria de vez o Espírito Santo, a fim de ficar conosco para sempre (Jo 14.16,17). Estamos, portanto, na Dispensação da Graça, ' onde se vive na plenitude da atuação do Espírito Santo, que teve início no dia de Pentecoste, em Jerusalém.

 

1. O ESPÍRITO SANTO PRESENTE NA IGREJA PRIMITIVA

Após a promessa de que edificaria a sua Igreja (Mt 16.18-20), Jesus deu aos seus discípulos uma expectativa que eles só puderam compreender, na sua totalidade, após a ascensão de Cristo para os céus.

 

1.1. O Espirito atuando na Igreja

Obedecendo à recomendação que receberam, os discípulos permaneceram em Jerusalém até que todos foram cheios do Espírito, ou seja, a plenitude do Espírito inundou os corações daquele grupo de cristãos. Coisas maravilhosas começaram a acontecer depois daquela ocasião: os sinais eram visíveis por meio de conversões, curas e milagres. Todos louvavam ao Senhor e permaneciam unidos (At 2.44-47).

 

2. SOB A DIREÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

Depois do batismo no Espírito Santo, os crentes da Igreja Primitiva sentiram mais temor e nada faziam sem a direção divina. Reuniam-se, oravam, distribuíam tudo o que possuíam, viviam unidos em um só propósito, compartilhando. Uma das grandes provas da presença do Espírito Santo na Igreja é a união dos crentes.

 

O Espírito Santo operava através da vida dos apóstolos, de diversas maneiras. A cura do coxo na porta do Templo é mais um testemunho do poder que operava na vida dos crentes na Igreja Primitiva.

 

2.1. Mudando os rumos

Os apóstolos, orientados pelo Espírito Santo, começaram a comunicar aos outros povos a revelação divina. Dessa forma, Pedro foi levado à casa de Cornélio, um centurião do exército romano, que era piedoso e temente a Deus (At 10.2). Filipe foi levado pelo Espírito para testemunhar em Samaria e, particularmente, evangelizar o eunuco etíope (At 8.29,38). Paulo vivia sempre dependendo da direção do Espírito Santo para tomar decisões. Certa vez o Espírito impediu que Paulo e Silas seguissem para a província romana (At 16.6,7).

 

Deus tinha outros planos para eles e os enviou à Macedônia e ali operaram milagres. A partir do cumprimento dessa promessa temos o Espírito Santo conduzindo os rumos da Igreja, cada crente passa a ser sua morada e tem a sua vida guiada por Ele.

 

INTERAÇÃO

A Bíblia é um livro fantástico. Deus utilizou homens que, inspirados pelo Espirito Santo, escreveram os textos sagrados. Na aula de hoje, iremos abordar sobre o Espírito Santo no Novo Testamento.

Peça aos seus alunos que façam uma lista com os livros do Novo Testamento, em seguida peça que eles escrevam o nome do autor humano de cada livro. Deixe claro que apesar da diversidade de autores humanos o Espírito Santo inspirou cada um deles.

 

3. O ESPÍRITO SANTO E A MENSAGEM DO NOVO TESTAMENTO

A mensagem central do Novo Testamento gira em torno do cumprimento da promessa de redenção de Deus por meio de seu Filho Unigênito (Jo 3.16). O Novo Testamento registra como a Promessa de Deus tornou-se realidade. Aqueles que viram a promessa se realizar descreveram com exatidão e detalhes como tudo aconteceu. Esses cristãos escreveram muitas coisas importantes sobre o que as promessas de Deus significam para todas as pessoas.

 

O Espírito Santo foi inspirando os escritores dos Evangelhos, que relataram como Jesus cumpria, a partir da sua vida e obra, as promessas messiânicas que o credenciavam como o Ungido profetizado no Antigo Testamento.

 

Após a morte e ressurreição de Jesus o Espirito Santo continuou agindo e inspirando homens e mulheres a anunciarem o Reino de Deus e os relatos dos feitos realizados por eles foram escritos em Atos dos Apóstolos e nas Cartas enviadas às diversas igrejas que haviam se organizado no início do cristianismo.

 

Para “fechar" a inspiração canônica que deu origem ao Novo Testamento, o apóstolo João escreve o livro do Apocalipse que reforça a promessa mais esperada pela Igreja, a volta de Jesus para levar a sua Noiva que reinará eternamente com Ele.

 

A Inspiração do Espírito Santo é fundamental para a organização do Novo Testamento e no livro do Apocalipse isso fica evidente quando João afirma por ao menos 7 vezes “Aquele que tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas" (Ap 2.7,11,17,29; 3.6,13,22).

 

SUBSÍDIO

“Pouco tempo antes de deixar os seus discípulos, Jesus lhes disse: "Tenho-vos dito isso”, estando convosco. Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito" (Jo 14.25,26). E acrescentou: 'Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir' (16.13). Estas declarações prometem que os ensinamentos de Jesus serão lembrados e compreendidos, e que as verdades adicionais seriam dadas aos apóstolos para que a Igreja pudesse ser estabelecida. Eles abriram o caminho para a era apostólica, que começou no dia de Pentecostes (Atos 2) e continuou até a morte do último dos apóstolos (João, em aprox. 100 d.C.).

 

Durante este período, os apóstolos se tornaram os agentes da revelação completa e definitiva de Jesus Cristo, e Ele continuou a 'fazer' e 'ensinar' através deles (At 1.1), Eles receberam as 'chaves do Reino' (Mt 16.19), e os crentes receberam o Espírito Santo através do ministério deles (At 8,14,15; 19.1-6)). A Igreja Primitiva edificou as suas doutrinas e práticas 'sobre os fundamentos dos apóstolos' (At 2.42) e estava sujeita às decisões do conselho apostólico (At 15). Embora Paulo tenha recebido o seu apostolado através de uma revelação de deus (Gl 1.12), as suas credenciais foram confirmadas pelos apóstolos em Jerusalém (Gl 2.2)." (GEISLER, Norman L. e BROOKS, Ronald M. Respostas aos Céticos: Saiba como Responder Questionamentos sobre a Fé Cristã. Rio de Janeiro: CPAD, p 161).

 

PARA CONCLUIR

A promessa do Espírito Santo, portanto, diz respeito a todos os salvos deste mundo. Com estas palavras, Ele apontava também para os nossos dias: “Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar” (At 2.39). A única coisa necessária para que recebessem também a mesma bênção para o arrependimento é a fé em Jesus o Salvador.

 

CONHEÇA OS SEUS ALUNOS

“Quando se trata do adolescente (...) O professor deve levar em conta o desenvolvimento mental do adolescente e sua faculdade para estabelecer relações e para resolver problemas de complexidade cada vez maior. A mente do adolescente é um poderoso instrumento que, muitas vezes, se toma para ele uma fonte de alegria, através da excitação da curiosidade, da sensação da descoberta, da sensação de triunfo decorrente de ter solucionado um quebra-cabeça de ter resolvido um problema desafiante. O professor precisa aproveitar esse potencial e levar o seu aluno a adquirir uma visão significativa de suas experiências subjetivas." (LOPES, Jamiel. Ensinador Cristão. Ano 24, n. 92. Rio de Janeiro: CPAD, p. 8)

 

HORA DA REVISÃO

1. Quem Inspirou a Mensagem do Antigo e Novo Testamentos?

O Espírito Santo inspirou os escritores e conduziu todos os envolvidos na realização de cópias, traduções e preservação desse texto.

 

2. Antes do Pentecostes como eram as manifestações do Espírito Santo sobre a vida de alguém?

As manifestações do Espírito Santo no Antigo Testamento eram esporádicas.

 

3. Quando teve início a plenitude da atuação do Espírito Santo?

A plenitude da atuação do Espírito Santo que teve início no dia de Pentecoste, em Jerusalém.

4. Qual milagre foi mais um testemunho do poder que operava na vida dos crentes na Igreja Primitiva?

A cura do coxo na porta do Templo é mais um testemunho do poder que operava na vida dos crentes na Igreja Primitiva.


5. A mensagem central do Novo Testamento gira em torno do quê?

A mensagem central no Novo Testamento gira em torno do cumprimento da promessa de redenção de Deus por meio de seu Filho Unigênito (Jo 3.16).

Post Bottom Ad