Lição 5 - A FALTA QUE FAZ UM LÍDER

📝 Tema: Liderança na Igreja de Cristo - Escolhidos por Deus para Servir | 4° Trimestre de 2022 – CPAD

🎓 Classe: Jovens

Comentarista: Elias Torralbo

TEXTO PRINCIPAL

“Naqueles dias, não havia rei em Israel, porém cada um fazia o que parecia reto aos seus olhos.” (Jz 21.25)


RESUMO DA LIÇÃO

Deus levanta pessoas, em diferentes tempos, para conduzir o seu povo, e a ausência de um líder pode trazer sérios prejuízos.

LEITURA SEMANAL

SEGUNDA – Jz 1.1-11 Um período de transição

TERÇA – Jr 23.1,2 Deus corrige as maus líderes

QUARTA – Jr 23.4 Deus estabelece bons líderes

QUINTA – Os 4.2 Quando o líder não cumpre com o seu papel

SEXTA – Jz 17.1-21.25 A falta de uma liderança

SEXTA – EC 8.1-10 A obediência ao rei

SÁBADO – EC 7.1 A importância de um bom nome

OBJETIVOS

MOSTRAR como se deu o período dos juízes:

CONSCIENTIZAR a respeito da falta de um líder:

APRESENTAR a solução necessária para que não faltem líderes vocacionados e treinados.

TEXTO BÍBLICO

Juízes 2.7-14

7 E serviu o povo ao SENHOR todos os dias de Josué e todos os dias dos anciãos que prolongaram os seus dias depois de Josué e viram toda aquela grande obra do Senhor, a qual ele fizera a Israel

8 Faleceu, porém, Josué filho de Num servo do Senhor da idade de cento e dez anos.

9 E sepultaram-no no termo da sua herdade, em Timnate-Heres, no monte de Efraim, para o norte do monte Gaas.

10 E foi também congregada toda aquela geração a seus pais e outra geração após ele se levantou que não conhecia o Senhor nem tampouco a obra que fizera a Israel

11 Então, fizeram os filhos de Israel o que parecia mal aos olhos do Senhor: e serviram aos baalins.

12 E deixaram o SENHOR Deus de seus pais que os tirara da terra do Egito, e foram-se após outros deuses, dentre os deuses das gentes que havia ao redor deles e encurvaram-se a eles, e provocaram o SENHOR a ira.

13 Porquanto deixaram ao SENHOR e serviram a Baal e o Astarote.

14 Pelo que a ira do SENHOR se acendeu contra Israel e os deu na mão dos roubadores, e os roubaram: e os entregou na mão dos seus inimigos ao redor: e não puderam mais estar em pé diante dos seus inimigos.


INTRODUÇÃO

O livro de Juízes oferece um registro importante de um longo período da história de Israel. Ele mostra uma época de “altos e baixos” do povo de Deus, um tempo marcado pelo declínio espiritual, moral e social. Um olhar mais atento sobre este livro nos permite dizer que um dos principais fatores para tal decadência foi a ausência de uma liderança constante à frente de Israel. Na lição deste domingo, estudaremos as consequências da falta de uma liderança permanente estabelecida por Deus.


I. O PERÍODO DOS JUÍZES

1. O livro de Juízes.

É um livro histórico do Antigo Testamento cuja autoria é desconhecida. Ele relata a história dos chamados juízes que governavam o povo de Israel num período que compreende a morte de Josué e a ascensão de Saul como rei (At 13,19,20).

Com uma abordagem de natureza religiosa, o livro de Juízes é melhor compreendido a partir de uma análise da realidade vivida por Israel na época. Este exame nos mostra a infidelidade do povo, o juízo de Deus, o sofrimento, o clamor e a resposta do Todo-Poderoso. Diante destes fatos, podemos afirmar que o livro de Juízes se propõe a advertir a respeito do perigo e dos prejuízos de um povo desprovido de uma liderança.


Outra importante mensagem que aprendemos por intermédio do estudo do livro de Juízes e o quanta Deus é benevolente e longânimo, pois mesmo em tempos sombrios de apostasia, o Senhor sempre ouve e atende ao seu povo quando este se arrepende de seus erros e o busca. Deus é Bom e tem levantado ao longo de toda a história, homens e mulheres fiéis para liderarem o seu povo, glorificando o seu santo nome.


2. A liderança dos juízes.

Os juízes mencionados neste livro são: Otniel. Eúde, Sangar, Débora, Gideão, Tola, Jair, Jefté, lbsã. Elom, Abdom e Sansão. Eli e Samuel pertencem a este grupo seleto, mas os seus feitos não são registrados no livro de Juízes. Sendo assim, quatorze é o número de juízes registrados nas Escrituras. Os juízes foram pessoas escolhidas por Deus para governar o seu povo.


A função deles não era herdada, como os reis e sacerdotes, mas se tratava de uma escolha direta de Deus. Os Juízes não tinham a função de interpretar a Lei, mas a responsabilidade de cumpri-la e Levar o povo a fazer o mesmo. Cada um desses juízes foi levantado em um tempo de grande aflição para Israel. Sob a autoridade e o poder de Deus eles realizaram grandes feitos, desempenhando um importante papel ao longo de aproximadamente, 410 anos.


3. O contexto social dos juízes.

Os juízes atuaram em um período que pode ser bem compreendido e bem definido pelas seguintes expressões: “não havia rei em Israel” (Jz 18.1) e “cada um fazia o que parecia reto aos seus olhos” (Jz 21.25). Estas declarações revelam um povo sem a presença de um líder permanente e que, em função disso, acreditava que era livre para fazerem o que bem desejasse. A desobediência foi uma marca no tempo dos juízes. Sem a presença é a referência de um líder, o povo de Israel se desviou dos Mandamentos do Senhor. foi indiferente às obras que Deus havia realizado por ele e por seus pais. mas, além disso, negligenciou a comunhão com Deus, pois o livro de Juízes registra vários episódios nos quais Israel esteve mergulhado na idolatria. Os Juízes foram levantados por Deus em uma época de frieza espiritual, confusão social e declínio moral.


SUBSÍDIO 1

Professor (a), explique que os juízes, de onde o livro de Juízes toma o seu nome, foram líderes carismáticos comandantes de rebeliões contra opressores estrangeiros e líderes espirituais e políticos da nação ou de uma ou mais das suas áreas tribais. Como os reis mais tarde, um ‘juiz’ exercia poder associado com as três divisões do governo: legislativo, administrativo e judiciário.” (RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia. ed.10.Rio de Janeiro: CPAO.2010, p.145)


II- A FALTA DE UM LÍDER

1. O problema.

Sabemos que Liderar é o mesmo que conduzir pessoas, orientando-as nas mais diferentes situações da vida. Tal Conceito nos mostra que a liderança é essencial para o sucesso de um empreendimento e o bem-estar de uma sociedade. Todo grupo social, sem uma liderança, está fadado ao desastre, assim como Israel no tempo dos juízes. Certa vez, o Senhor Jesus vendo uma multidão se compadeceu dela “porque andavam como ovelhas que não têm pastor”(Mt 9.36).

A percepção de Jesus a respeito daquela multidão expõe pelo menos duas importantes lições:

1) devemos cuidar para que haja líderes que se importam com o rebanho:

2) a falta de líderes segundo o coração de Jesus é uma tragédia.

A situação na qual o povo de Israel foi submetido no período dos juízes, somada a atitude e as palavras de Jesus aqui expostas, é suficiente para mostrar o quão grave é a problemática é a caminhada do povo de Deus sem a presença permanência de uma liderança estabelecida pelo Senhor.


2. As consequências gerais.

Quais são as consequências para o povo de Deus, que a falta de uma liderança estabelecida por Ele pode causar? Segundo a experiência de Israel no período dos juízes. podemos apontar os seguintes efeitos: as pessoas ficam sem ter uma direção e se tornam como um barco a deriva: o povo passa a ter a ideia err6nea de que é livre para fazer o que bem entender. prejudicando o próximo, a si próprio e a nação como um todo: as pessoas ficam mais vulneráveis aos ataques dos inimigos e a toda a sorte de males.


O registro dos acontecimentos narrados no livro de Juízes e cíclico, pois a história se repete muitas vezes, ou seja, Israel cai na idolatria, Deus subjuga Israel a outros povos: Israel clama em meio ao sofrimento e Deus os livra por meio de um juiz (Jz 3.7-9). Ao que parece, uma das formas de Deus corrigir o seu povo é privando-o de líderes que o represente. Da mesma forma, quando Ele quer abençoar e recompensar o seu povo. Deus o presenteia com líderes segundo o seu coração (Jr 3.14,15). Como igreja do Senhor, devemos clamar a Ele, pedindo que nunca falte líderes espirituais cujo caráter seja ilibado.


3. As principais consequências.

As consequências da falta de uma liderança permanente são inúmeras, porém as principais, de acordo com o livro de Juízes são: a confusão social, o caos moral e a apostasia. O povo de Israel se esqueceu do concerto com o Senhor que o havia resgatado do Egito. O povo sem direção passou a caminhar pela senda da idolatria e da devassidão. Como forma de punição pelos pecados era oprimido e saqueado por diversos povos inimigos.


SUBSÍDIO 2

Professor (a) inicie o tópico fazendo a seguinte pergunta: quais são as consequências de quando não se tem uma liderança efetiva?’ Ouça os alunos com atenção Em seguida apresente o esquema abaixo com as consequências apresentadas na lição.

A FALTA DE UM LÍDER

1- Confusão social.

2- As pessoas, erroneamente, acreditam que podem fazer o que bem entenderem, gerando caos.

3- Caos moral e apostasia.

Conclua enfatizando que uma das formas de Deus corrigir o seu povo é privando-o de líderes que o represente.


III- A SOLUÇÃO

1. A inevitável necessidade de transição.

A obra de Deus não é feita por uma pessoa apenas. Deus decidiu conduzir o seu povo por meio de homens. Contudo, sabemos que todos os homens têm as suas limitações e que toda a Liderança é passageira, pois o tempo passa para todos, indistintamente. Sendo assim, a transição é inevitável e deve acontecer segundo a orientação do Senhor. Assim como Moisés, o líder precisa ter desprendimento e compromisso com o futuro da obra de Deus (Nm 2715-21) e apresentar ao Senhor aquele que será escolhido para tal tarefa de sucedê-lo (Dt 31.1-8).

O líder que prepara o sucessor de­monstra reconhecer as próprias Limitações, a dependência de Deus e o amor a sua obra. Grandes líderes tiveram o cuidado de trabalhar na transição de suas Lideranças, dentre os quais se destacam a ousadia de Elias, quando escolheu a Eliseu como o seu sucessor (1 Rs 19.19).


2. O investimento nos mais jovens.

Deus nunca teve problemas em usar pessoas independente de suas idades cronológicas. O Senhor falou com Samuel enquanto ele era bem jovem, pois o sacerdócio havia se corrompido (1 Sm 3.1-14). Davi era um menino quando foi separado e ungido para substituir Saul. Jeremias se considerou uma criança diante da incumbência de ser um pro­feta e Timóteo enfrentou dificuldades por ter exercido o ministério pastoral sendo ainda tão jovem (Jr 1.6,7; 1 Tm 4.12-14). É preciso preparar as crianças, os adolescentes e os jovens para que, futuramente, venham servir ao Senhor exercendo uma liderança que glorifique seu nome.


3. Deixando um legado positivo.

O que é um legado? Segundo o Dicionário Houaiss significa “o que é transmitido às gerações que se seguem”. Partindo deste significado podemos afirmar que o legado de alguém é algo que o tempo não é capaz de desfazer. Também podemos concluir que legado não tem relação só com bens materiais, mas com princípios, valores e exemplo de vida. Não podemos também nos esquecer de que nas Escrituras Sagradas alguns Líderes deixaram um “legado” de dor e sofrimento e não podem ser vistos como um referencial a ser seguido. Tomemos como exemplo o rei Acabe e a rainha Jezabel, símbolos da idolatria e apostasia.


Outro exemplo é o “legado” de Sansão. Este Jovem foi chamado pelo Senhor para libertar o seu povo da mão dos filisteus, mas decidiu não seguir o exemplo de seus pais e abandonou os princípios bíblicos para fazer suas próprias escolhas e seguir sua vontade (Jz 13-5,8,14,24,25). Ele menosprezou a capacidade e o poder que o Senhor Lhe concedeu. Toda liderança precisa estar consciente da responsabilidade de se deixar uma “herança” frutífera para as próximas gerações até que Cristo venha.


SUBSIDIO 3

Professor(a), escreva a seguinte frase no quadro: “Líderes cultivam líderes” (Stan Toler). Em seguida discuta com os alunos se eles concordam ou não com o que foi escrito e o porquê. A reflexão tem como objetivo ajudar os alunos a compreenderem que precisamos investir na formação dos jovens para que futuramente tenhamos líderes segundo o coração de Deus” que vão deixar um legado para as próximas gerações.


CONCLUSÃO

Aprendemos, nesta lição, a respeito da importância e o valor do líder segundo o coração de Deus e também as consequências da falta de uma liderança. É necessário preparar os adolescentes e os jovens para que, futuramente, venham servir ao Senhor exercendo uma Liderança que glorifique o seu nome.


HORA DA REVISÃO

1- Quem é o autor do livro de Juízes? Sua autoria é desconhecida

2- Qual a realidade de Israel no tempo dos juízes? Sofrimento, clamor e a resposta ao Todo-Poderoso.

3- Segundo a lição, o que se propõe o livro de Juízes? O livro de Juízes se propõe a advertir a respeito do perigo e dos prejuízos de um povo desprovido de uma liderança.

4- Cite três juízes de Israel. Otniel, Débora e Sansão.

5- O que significa um legado? “O que é transmitido às gerações que se seguem”.

👇 VEJA TAMBÉM Lições CPAD 👇

👉 Novas lições da classe dos ADULTOS- Aqui

👉 Novas lições da classe dos JOVENSAqui


Compartilhar:

CURSOS BÍBLICOS PARA VOCÊ:

1) CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA Clique Aqui
2) CURSO MÉDIO EM TEOLOGIAClique Aqui
3) Formação de Professores da Escola Dominical Clique Aqui
5) CURSO OBREIRO APROVADO - Clique Aqui


Matricule-se já !