AVATAR: O Caminho da Água - informações importantes para os pais sobre o filme - Subsídios Dominical

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

Novos Subsídios Bíblicos para as lições  O corpo de Cristo, 1° trimestre de 2024


AVATAR: O Caminho da Água - informações importantes para os pais sobre o filme

"Jake Sully, o protagonista do novo filme Avatar: The Way of Water, é retratado como um pai e marido dedicado que viveu as melhores experiências que o universo tem a oferecer. Criado na Terra no século 22 pelos pais e pelo irmão gêmeo Tommy, ele mudou-se posteriormente para Pandora, uma lua distante, onde se apaixonou e se casou com a nativa Neytiri, tornando-se pai de seus filhos.

Infelizmente, a vida pacífica de Jake é interrompida quando o exército da Terra chega em Pandora em busca de novos recursos e terra para a população superlotada. E, para piorar, Jake é procurado pelo exército. Será que ele e sua família conseguirão sobreviver aos desafios?


Estrelado por Sam Worthington, Zoe Saldana, Sigourney Weaver e Kate Winslet e dirigido por James Cameron, o filme Avatar: The Way of Water (classificação indicativa PG-13) é uma história intensa sobre a luta de Jake e sua família. Para os pais que estão considerando levar seus filhos ao cinema, aqui estão quatro coisas que eles precisam saber sobre o filme: ([1])

1. É uma continuação de um sucesso de bilheteria de 2009

Way of the Water  é uma sequência do filme Avatar de 2009 , que também foi escrito e dirigido por Cameron e se tornou o filme de maior bilheteria nos Estados Unidos. Suplantou Titanic em primeiro lugar, mas desde então foi ultrapassado por vários filmes e está em No. 4 nas paradas domésticas de todos os tempos - embora Avatar continue sendo o filme de maior bilheteria em todo o mundo (US $ 2,9 bilhões).

A versão de 2009 de Avatar contou a história futurística de um fuzileiro naval (humano), Jake Sully, que é enviado à lua Pandora no sistema estelar Alpha Centauri para ajudar a extrair um mineral valioso, unobtanium. Sully, porém, fica dividido entre cumprir sua missão e proteger o povo azul de Pandora (os Na'vi). Perto do final do filme, Jake deixa de ser humano e se torna um Na'vi. (Se você estiver curioso, os Na'vi usam uma planta mágica chamada "Árvore das Almas" para fazer isso.)

 

Avatar recebeu muitos elogios dos críticos que aplaudiram o que era - para a época - efeitos de captura de movimento inovadores e animação CGI. "Eu vi o futuro dos filmes, e é Avatar ", escreveu Tom Long, do Detroit News, em 2009.

 

2. É tudo sobre a natureza… e visões de mundo

Os nativos de Pandora consideram a natureza igual a eles. Eles adoram a natureza. Eles se comunicam com a natureza. Eles recebem sua energia disso.

 

Em uma cena, uma grávida Na'vi conversa com uma criatura marinha parecida com uma baleia grávida, trocando histórias e desejando boa sorte uma à outra. Em outra cena, uma criatura subaquática salva a vida de um adolescente Na'vi que aparentemente morreu afogado. Ainda em outra cena, uma garota Na'vi "controla" uma planta subaquática com sua mente, transformando-a em uma arma contra o inimigo. Também ouvimos uma mulher Na'vi rezar para a própria natureza. ("Mãe nos ajude", ela roga ao deus da natureza, chamado "Eywa".) Como um nativo Na'vi diz a outro: "O caminho da água não tem começo nem fim. O mar está ao seu redor e em você. O mar é a sua casa antes do seu nascimento e depois da sua morte. O mar dá, e o mar tira. A água conecta todas as coisas - a vida à morte e a escuridão à luz."

 

Dizem-nos até que as criaturas marinhas são mais inteligentes do que nós, mais emocionais do que nós e mais espirituais do que nós. (Isso ocorre em parte porque eles têm mais neurônios cerebrais, diz um cientista.)

 

A visão de mundo dos Na'vi colide com a visão de mundo dos humanos invasores, que não apenas querem um novo planeta ("A Terra está morrendo. Nossa tarefa aqui é domar esta fronteira", diz um general), mas também estão caçando um raro produto químico antienvelhecimento encontrado apenas em uma glândula de enormes criaturas subaquáticas (um frasco é avaliado em US $ 80 milhões).

 

No mundo real, os teólogos rotulam a cosmovisão antibíblica de Avatar como um cruzamento entre animismo (a crença de que tudo tem uma alma ou espírito) e panteísmo (a crença de que tudo e todos são Deus).

Em comparação, a Bíblia ensina que há apenas um Deus. Ele criou tudo e está sobre tudo. Devemos adorar o Criador, não a criação ( Romanos 1:25 ).

 

3. É tudo sobre família

A família é um dos principais temas de O Caminho da Água . Nos momentos iniciais do filme, Jake Sully explica como ele e sua esposa, Neytiri, tiveram dois meninos biológicos (Neteyam e Lo'ak), uma filha biológica (Tuk) e uma filha adotiva, Kiri. Observamos as crianças brincando entre si e com seus pais. Infelizmente, ele diz, o tempo com seus filhos "passa rápido demais". (É "como um sonho".) Felicidade, diz ele, é ter uma "noite de encontro" com sua esposa e ficar longe das crianças (nós os vemos voando em uma enorme criatura alada à noite, rindo e conversando).

 

A vida pacífica de Jake, no entanto, é transformada quando os humanos novamente invadem Pandora e o antagonista do filme - um clone avatar de um homem morto chamado Quaritch - tem como alvo Jake. No resto do filme, Jake está fugindo de Quaritch. No entanto, onde quer que ele vá, sua família viaja com ele - principalmente para que ele possa protegê-los. (Isso inclui um longo refúgio no mar para viver com uma tribo diferente de Na'vi que reside ao longo dos recifes e é mais verde do que azul.)

 

"Esta família é a nossa fortaleza", diz Jake.

Jake se vê como o defensor da família.

 

"Um pai protege", diz ele duas vezes no filme. "É o que lhe dá significado."

 

4. Não é adequado para crianças

O povo de Pandora pode ser inteligente, mas não é modesto. Homens e mulheres usam tangas que deixam o bumbum à mostra. (Os Na'vi, é claro, também têm caudas.) As mulheres colocam joias em volta do pescoço para cobrir o peito, embora isso muitas vezes fique aquém de seu objetivo. O Caminho da Água  pode ser livre de sexualidade – não há cenas de quarto – mas tem muita nudez (azul computadorizada).

 

Tem uma quantidade moderada de linguagem grosseira (detalhes abaixo) e uma quantidade considerável de violência, com múltiplas explosões e tiroteios (incluindo armas automáticas). Vemos pessoas mortas por flechas na cabeça e no coração. Vemos outro homem esfaqueado. Adolescentes socam e lutam. Uma criatura marinha parecida com uma baleia é separada de seu filhote e caçada furtivamente. O braço de um homem é arrancado de seu corpo. (Nós o vemos voar pelo ar.) Um adolescente Na'vi morre.

 

Depois, há a duração do filme. Em cerca de três horas, ultrapassa o limite da bexiga de todas as crianças que conheço.


Adaptação: SD | Artigo: Michael Foust



[1] Michael Foust

Este E-book é uma verdadeira fonte informativa para os novos e os veteranos professores de Escola Bíblica.


Post Bottom Ad