Lições Betel: Lição 5 Os Dons de Revelação (Classe Adultos) - Subsídios Dominical🎓

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

Lições Betel: Lição 5 Os Dons de Revelação (Classe Adultos)

Lições Bíblicas BETEL: 4° Trimestre de 2022 | Título: A IGREJA E O ESPIRITO SANTO – A necessidade do avivamento promovido pelo Espírito Santo para os dias atuais

TEXTO ÁUREO

“Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.” 1 Coríntios 12.4

VERDADE APLICADA

Enquanto a igreja estiver na terra, continuará dependente dos dons espirituais para sua edificação.

OBJETIVOS DA LIÇÃO

Mostrar que os dons são atuais e bíblico.

Pontuar a importância dos dons na igreja de Cristo.

Evidenciar a atualidade dos dons entre os crentes.


TEXTOS REFERÊNCIAS

1 CORÍNTIOS 12

1- Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes.

7- Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil.

8- Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;

9- E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;

10- E a outro, a operação de maravilhas; e a outro, a profecia; a outro, o dom de discernir os espíritos; e a outro, a variedade de línguas; e a outro, a interpretação das línguas.


LEITURAS COMPLEMENTARES

SEGUNDA – Mt 2.12 Avisados por divina revelação.

TERÇA – 1 Co 12.1 Não devemos ser ignorantes acerca dos dons.

QUARTA – 1 Co 12.10 O dom de discernir os espíritos

QUINTA – 1 Co 12.31 Procurar com zelo os melhores dons.

SEXTA – Ef 1.17 Espírito de sabedoria e revelação.

SÁBADO – 1Jo 4.1-3 Provar se os espíritos são de Deus

Hinos sugeridos: 88,482, 523


MOTIVO DE ORAÇÃO

Ore para que a revelação divina continue transformando vidas.

ESBOÇO DA LIÇÃO

Introdução

1- Dons relacionados a revelação

2– Palavra da ciência

3– Discernimentos de espíritos

Conclusão


INTRODUÇÃO

A presente lição enfatiza os dons identificados como “dons de revela­ção”, pois habilitam os membros do Corpo de Cristo a saber sobrenaturalmente, visando o bem-estar e a edificação da Igreja.

PONTO DE PARTIDA

Os dons são um presente de Deus aos crentes.


CURSOS BÍBLICOS PARA VOCÊ:

1) CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA Clique Aqui
2) CURSO MÉDIO EM TEOLOGIAClique Aqui
3) Formação de Professores da Escola Dominical Clique Aqui
5) CURSO OBREIRO APROVADO - Clique Aqui


Matricule-se já ! 

1- OS DONS DE REVELAÇÃO DIVINA

Estudar sobre os dons espirituais é um dos temas mais relevantes para o cristão. Para os pentecostais esses dons tratam de uma ação divina outorgada pelo Espírito Santo ao crente, para este poder servir e executar com maestria os desígnios de Deus em nossas igrejas e na coletividade em que vivemos. Estudaremos aqui três destes dons: palavra de sabedoria, palavra da ciência e discernimento de espíritos.


1.1. Os dons e o Corpo de Cristo.

No­ temos que o texto enfatiza três importantes aspectos quanto aos dons espirituais: trata-se de “manifestação do Espírito…dada…para o que for útil” [1Co 12.7): fon­te (Espírito Santo); instrumento (membro do Corpo de Cristo); objetivo (útil, beneficiar, bem comum). O discípulo de Cristo não deve ignorar este importante assunto intrinsecamente relacionado ao desenvolvimento do Corpo de Cristo [1 Co 12.1; 12.25]. As Assembleias de Deus ao longo da história crer, ensina e tem procurado conscientizar o povo de Deus a buscar os dons espirituais [1Co 12.31; 14.1, 12].


Bispo Primaz Manoel Ferreira:

“Todo crente precisa possuir o entendimento de que, se tratando da obra de Deus, a sabedoria divina e um componente que não pode faltar. Contudo, igualmente importante é saber que não se trata de sabedoria como resultado de acúmulo de experiências ou de conhecimento humano. É a sabedoria sobrenatural concedida pelo Espírito Santo para perceber, administrar, agir ou falar em emergências, extremas e complicadas [lCo 12.8].”


1.2. Palavra da sabedoria.

Interessante o fato de que o apóstolo iniciou a relação dos dons com “a palavra da sabedoria” [1 Co 12.8]. Devemos lembrar que ele está tratando com um povo que deve ter tido contato com vários oradores gregos que procuravam impressionar seus ouvintes, fazendo citações e comentários da sabedoria humana dos filósofos gregos. Trata-se de manifestação da sabedoria sobrenatural. Stanley Horton: “O ensino, a busca da orienta­ção divina, o conselho e a luta com as necessidades práticas do governo e administração da igreja podem oferecer oportunidade para o dom de sabedoria”.


Donald Gee – Acerca dos Dons Espirituais, Livros Evangélicos – 3° ed. 1958: “Há crentes que se consideram a si mesmos revestidos do dom da sabedoria e acham que tem uma sagacidade infalível que serve em qualquer ocasião! Nesse sentido não existe tal dom. O dom da “palavra da sabedoria” quer dizer uma enunciação proferida por operação direta do Espírito Santo ocasionalmente e não um depósito permanente de sabedoria sobrenatural na pessoa.”


1.3. Todos os crentes precisam da sabedoria do alto.

Temos o entendimento de que todos os crentes devem buscar este dom. Contudo, acreditamos que aqueles que exercem alguma liderança na igreja não podem abdicar da busca por este dom divino, para o bom anda­mento da obra de Deus. Podemos dizer que tal dom é imprescindível para que o líder seja bem-sucedido no cuidado com o Corpo de Cristo e resolva problemas eclesiásticos que aparecerem ao longo do caminho. Sobre este dom Jesus falou: “E, quando vos conduzirem às sinagogas, aos magistrados e potestades, não estejais solícitos de como ou do que haveis de responder, nem do que haveis de dizer. Porque na mesma hora vos ensinará o Espírito Santo o que vos convenha falar” [Lc 12.11-12].


Elinaldo Renovato:

“É parte da sabe­doria de Deus, com finalidade de propiciar entendimento, da ministração da palavra ou pregação; é de grande valor na tarefa de aconselhamento, em situações que demandam uma orientação sábia, notadamente no ministério pastoral. É de fundamental importância no exercício da liderança, da administração eclesiástica, na separação de obreiros, ultrapassando os limites do saber intelectual ou humano. Jesus agradeceu ao Pai por essa revelação: “Naquela mesma hora, se alegrou Jesus no Espírito Santo, e disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste essas coisas aos sábios e inteligentes e as revelaste às criancinhas; assim é, ó Pai, porque assim te aprouve” [Lc 10.21]”.


EU ENSINEI QUE:

Os dons trata de uma ação divina outorgada pelo Espírito Santo ao crente, para este poder servir e executar com maestria os desígnios de Deus.


2- PALAVRA DA CIÊNCIA

Segundo o Dicionário Grego de Strong, “ciência: de forma objetiva refere-se a um conhecimento cristão mais profundo, a doutrina cristã. Donald Gee, em sua obra acerca dos Dons Espirituais, pontua que não havia consenso pleno quanto às explicações acerca destes dons. Contudo, tem sido comum a ênfase no aspecto do ensino das verdades da Palavra de Deus. Sobre a estima deste dom, o teólogo pentecostal Dr. Stanley M. Horton diz: “Este dom também se relaciona a capacidade sobrenatural concedida pelo Espírito Santo ao crente para este conhecer fatos e circunstâncias ocultas”


2.1. Este dom não deve ser usado em benefício próprio.

No que refere a este dom, estejamos certos de que ele diz respeito ao conhecimento das coisas de Deus. Não é conhe­cimento aprendido em única sala de aula. Através deste dom o Senhor capacita a Sua Igreja para vencer as artimanhas de Satanás. Conforme é possível apurar, este dom certifica a nos aprofundarmos em assuntos que brotam do coração de Deus e somente Ele conhece, como na história do casal Ananias e Safira [At 5.1-11]. Sobre este dom ainda, não podemos aplicar na vida pessoal e, sim, para a edificação e crescimento da Igreja de Jesus Cristo [1 Co 14.12].


Bispo Primaz Manoel Ferreira:

“Este dom é manifesto a partir da profunda revelação, que tem por ba­se as Santas Escrituras. A principal característica do dom da palavra do conhecimento é que, por intermédio da ação do Espírito Santo, os crentes são enriquecidos em toda palavra e em todo conhecimento [1Co 1.5]. O que nos chama a atenção neste dom é que ele só deve ser usado apenas para orientar e guiar a Igreja por meio de uma palavra que socorra o Corpo de Cristo em alguma situação vivenciada, nunca em benefício próprio”.


FOCO NA LIÇÃO: “…esses dons tratam de uma ação divina outorgada pelo Espírito Santo ao crente, para este poder servir e executar com maestria os desígnios de Deus em nossas igrejas e na coletividade em que vivemos.”


2.2. Vemos na Bíblia este dom sendo revelado.

Vemos na Bíblia que este dom habilita o crente a compreender algo que está fora do alcance humano, trata-se de algo que está apenas na mente de Deus. No Antigo Testamento temos o exemplo de quando Deus revelou ao profeta Eliseu os planos de guerra do rei da Síria [2Rs 6.8-12]. É ainda possível ver este dom na vida de Daniel, quando revelou eventos escatológicos que somente Deus era sabedor [Dn 2.2-3; 17-19]. Já no Novo Testamento vemos este dom sendo exercido quando Pedro expôs a mentira de Ananias e Safira [At 5.1-11].


Elinaldo Renovato:

“A Palavra de Deus mostra exemplos desse dom. Quando Jesus pregava para a mulher samaritana, soube detalhes da vida dela, que o conhecimento humano não teria condições de alcançar naquela circunstância de um encontro inesperado.”


2.3. A palavra da ciência nos faz adentrar no conhecimento de Deus.

O dom da palavra da ciência ou do conhecimento possui grande importância para a Igreja de Cristo. Contudo, também deve ser enfatizado que não substitui o estudo sistemático da Palavra de Deus. Este dom nos capacita pelo Espírito Santo a possuirmos uma visão mais profunda sobre os mistérios de Deus em sua plenitude. Sendo, portanto, um conhecimento sobrenatural ofertado pelo próprio Deus [Ef 1.17].


Stanley Horton:

“Este dom está relacionado ao ensino das verdades da Palavra de Deus. Não é o resulta­do do estudo por si só. Donald Gee descreve-o como “raios de introspec­ção da verdade que penetram além da operação do intelecto humano por si só”. O conhecimento pode incluir os segredos de Deus, como a revelação da vinda das chuvas, dos planos dos inimigos ou dos pecados secretos de reis e servos aos profetas do Antigo Testamento.”


EU ENSINEI QUE:

O dom da palavra da ciência nos faz penetrar nos particulares incomensuráveis do conhecimento que há em Deus.


3- DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS

O discernimento de espíritos é uma capacitação divina que faz com que o crente possa reconhecer a natureza e o caráter dos espíritos existentes revelando qual a procedência das muitas manifestações espirituais e sobrenaturais que existem. Podemos dizer, portanto, que existe o Espírito Santo, o espírito humano e os espíritos demoníacos sendo os três diferentes uns dos outros.


3.1. A necessidade de discernir as manifestações espirituais.

O dom de discernimento de espíritos e um entre os nove dons espirituais outorgados aos crentes, em Jesus, relacionados pelo apóstolo Paulo em sua carta a igreja em Corinto [1 Co 12.8-10], visando o bem­-estar e a edificação do Corpo de Cristo. Desse modo, o Senhor oferece este dom a Seu filho, capacitando-o para poder entender e observar os detalhes para ter o entendimento acerca da fonte das manifestações espirituais [1 Co 2.15]. Não podemos esquecer que Paulo deixou registrado que os tempos são maus e há muitos espíritos enganadores [1Tm 4.1].


Comentário Bíblico Beacon:

“Paulo denomina essas forças sobrenaturais de “principados, […] potestades, […] príncipes das trevas deste século, […] hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais” [Ef 6.12]. A palavra grega traduzida para espíritos enganadores significa, de fato, “curandeiros ambulantes” ou “vagabundos”, indicando o poder de iludir e enganar. Esses espíritos malignos empregam suas vítimas sucessivamente como agentes dos seus propósitos abomináveis.”


3.2. Este dom e a sentinela de Deus na Sua igreja.

O discernimento de espíritos é uma capacidade produzida por Deus de reconhecer a identidade dos espíritos que estão por trás de diferentes manifestações que não correspondem com os princípios bíblicos. Podemos dizer que este dom é extremamente necessário para a Igreja, pois através dele sabemos o que é genuinamente do Espírito Santo. Entendemos ser este dom muito significativo aos crentes que exercem alguma liderança sobre o rebanho do Senhor no exercício da importante tarefa de alertar e identificar os ataques que provêm dos espíritos malignos, pois protege a Igreja do perigo do engano.


Pastor Cesar Roza de Melo:

“Es­te dom, muitas vezes, tem o objetivo de alertar os crentes quanto ao caráter maligno de certas obras e doutrinas. Vemos em Atos 16.16-18 Paulo repreendendo um espírito de adivinhação em uma jovem. É interessante notar que a mensagem daquela jovem era uma verdade, porém a fonte não era. Este evento ocorrido na Igreja Primitiva serve de lição para nós, pois muitas pessoas estão amando demais as mensagens e músicas sem se preocupar com a fonte.”


3.3. Habilita a igreja para não ser influenciada por falsos mestres.

Este dom nos permite discernir as manifestações visivelmente milagrosas através dos falsos profetas [Dt 13.1-3]. Em um mundo que jaz no maligno, onde ele opera muitas de suas ações maléficas, até supostas reações sobrenaturais, faz-se imprescindível a manifestação deste dom na igreja para sabermos a origem delas. Sobre a importância deste dom, o teólogo pentecostal Dr. Stanley M. Horton descreve: “Envol­ve uma percepção capaz de distinguir espíritos, cuja preocupação é proteger-nos dos ataques de Satanás e dos espíritos malignos [1 Jo 4.1]”.


Esequias Soares:

“Os agentes de Satanás transformam-se em anjo de luz, e seus mensageiros, em ministros de justiça [2 Co 11.13-15]. Em todos os lugares e em todas as épocas, sempre existiram falsas imitações que só com discernimento do Espírito Santo é possível identificar a fonte de tais manifes­tações. Isso mostra a importância e a atualidade do dom de discernir os espíritos.”


EU ENSINEI QUE:

Os dons de revelação têm a finalidade de revelar a onisciência de Deus no meio da igreja de Cristo.


CONCLUSÃO

No decorrer da lição, vimos que os dons de revelação são de grande importância para a Igreja de Cristo. Através destes dons o crente se prepara para poder lidar com situações difíceis que possam surgir no dia a dia.

Veja mais lições Betel Aqui

👇 VEJA TAMBÉM Lições CPAD 👇

👉 Novas lições da classe dos ADULTOS- Aqui

👉 Novas lições da classe dos JOVENSAqui


Post Bottom Ad