Featured

 


FECHAR<===


Nesta oportunidade, através de duas revistas da Escola Dominical da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), veremos o que foi ensinado sobre "os espíritos Territoriais”. Certamente você já ouviu a frase “fogo amigo”, o estudo de hoje trata-se de fogo amigo na grade curricular da Escola Dominical.

I - A doutrina dos espíritos Territoriais negada
“Na verdade, em lugar algum da Bíblia sugere-se a ideia de que certos demônios tenham autoridade específica sobre certas cidades ou territórios” (Lições Bíblicas 1° Trimestre de 2019 Adultos – CPAD. Revista do Professor. Página 7).

1. Sobre o mapeamento espiritual
A doutrina consiste na crença de que Satanás designou seus correligionários para cada país, região ou cidade. “...fica claro que se trata de uma doutrina baseada numa interpretação equivocada” (Página 7 - Lições Bíblicas /Professor).


II - A doutrina dos espíritos Territoriais defendida
Por comodismo religioso ou por medo de admitir a realidade do confronto espiritual, muitos crentes evitam falar no assunto. Ao agirem dessa forma, não percebem que estão favorecendo o esquema satânico.

2. Confrontando os espíritos territoriais.
A expressão “espíritos territoriais” não é muito comum em nossos dias, mas a sua realidade é tão velha quanto a Bíblia, Esta expressão está inserida no contexto escriturístico de Efésios 6.12; Cl 1.16; Dn 10.13,20.

Os demônios (anjos caídos) se espalham pelo mundo sob o comando de Satanás e procuram impedir o conhecimento acerca de Deus. Na Segunda Epístola aos Coríntios (2 Co 4.4), Paulo declarou que o diabo, denominado “deus deste século”, cegou o entendimento dos incrédulos para que não vejam a luz. do Evangelho. Somente essa gloriosa e poderosa luz do Evangelho tem poder para libertar as criaturas humanas dos poderes das trevas.

3. Espíritos territoriais estabelecidos em pontos geográficos estratégicos.

Há uma ciasse de demônios que se estabelecem em pontos geográficos estratégicos, invadindo a vida de nações, de governantes e de pessoas ignorantes para que não conheçam a Deus. O diabo e seus demônios não respeitam bandeiras, nem vontades; eles simplesmente invadem e procuram dominar com os poderes das trevas.

4. Exemplo bíblico de espírito territorial.
Quando o profeta Daniel orava a Deus pelo seu povo no exílio babilônico, dois “espíritos territoriais” identificados como “o príncipe do reino da Pérsia” e o “príncipe da Grécia” procuraram impedir que o anjo de Deus. Gabriel descesse para ministrar a Daniel (Dn 10.13,20). Esses príncipes referidos não eram os governantes físicos da Pérsia e da Grécia, mas eram demônios cora poderes de “principados” na hierarquia satânica (Lições Bíblica Jovens e Adultos CPAD, 1° trimestre de 1997. Lição 8).
 
Conclusão.
Como observamos, uma revista defende a doutrina dos espíritos Territoriais e a outra nega. Na prática vemos as revistas da nossa querida CPAD, se contradizendo.

Bem, o posicionamento deste site é favorável as Lições Bíblicas 1° Trimestre de 1997, Adultos – CPAD, em relação o tema em questão, pelo fato da argumentação ser mais desenvolvida e Bíblica.

 
Top