Featured

 


FECHAR<===


Era uma vez uma moça chamada Maria.
Ela era noiva de um moço chamado José.

Um dia, quando ela estava na sua casa, ela recebeu uma notícia muito importante e de uma maneira diferente.

Quem deu a boa notícia foi um anjo enviado pelo próprio Deus dos céus. O nome deste anjo era Gabriel".

Gabriel disse: - Maria! Você é muito abençoada. O Senhor está com você! Não precisa ter medo. Deus me enviou para dizer que você vai ficar grávida, vai ter um menino, que é o próprio Filho de Deus! Seu nome será Jesus porque Ele salvará o povo dos seus pecados, das coisas erradas que fazem.

Então Maria respondeu: - Aqui está a serva do Senhor, que aconteça comigo aquilo que o Senhor falou!

O anjo disse que Maria teria um filho que deveria chamar-se Jesus.
Ele salvaria as pessoas do mundo das coisas erradas que sempre fazem. Maria amava a Deus e sabia que tudo que Deus faz é muito bom.
E aconteceu naqueles dias que saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo se alistasse e todos iam alistar-se, cada um à sua própria cidade, e José e Maria saíram de Nazaré e forma para Belém, à cidade de Davi.

Chegando a Belém, José procurou uma hospedaria, mas todas estavam cheias de visitantes que estavam na cidade para o recenseamento. Bateram de porta em porta, mas não havia mais lugar para eles.
Considerando que Maria estava para ter bebê, alguém arrumou uma estrebaria, onde ficavam os animais, para passarem a noite. Foi ali que o Menino Jesus nasceu.
CLIQUE E LEIA TAMBÉM:

 E nasceu Jesus, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, onde repousavam os animais.
E nesse lugar humilde e simples nascia o Salvador do Mundo, mas Deus preparou uma grande festa: a Bíblia nos diz que naquela mesma cidade havia pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. E Deus enviou um anjo que disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador.
 

"Não possuiu riquezas, nem exerceu influência na sociedade. Seus familiares não eram pessoas de projeção, não tinham muita instrução, nem alto grau de escolaridade. Quando ainda era bebê, perturbou um rei; quando menino, deixou perplexos alguns doutores. Já adulto, dominou o curso da natureza, andou sobre as ondas como se fossem terra firme, e fez o mar aquietar-se. Curou multidões sem o emprego de medicamentos, e não cobrou nada por seus serviços.

"Não escreveu nenhum livro, e, no entanto, nem todas as bibliotecas deste país poderiam conter os livros que já foram escritos a seu respeito. Nunca compôs uma música, e no entanto tem sido tema de hinos e corinhos cujo número ultrapassa todas as outras músicas somadas.

"Nunca fundou uma faculdade ou seminário, mas o total dos que estudam seus ensinos é muito maior que a soma de todos os alunos de todas as escolas”.

"Nunca comandou um exército, nem convocou um soldado, nem disparou um fuzil. E no entanto nenhum outro capitão contou com maior número de voluntários que, sob suas ordens, fizeram rebeldes baixar as armas e render-se a ele, sem dar um único tiro.

"Nunca praticou a psiquiatria, mas tem dado alívio a mais corações aflitos que todos os médicos juntos. Uma vez por semana, o comércio fecha suas portas, e multidões de fiéis se encaminham para reuniões de adoração, onde lhe prestam culto".

FELIZ NATAL.

Missª. Filomena
 
Top