Subsídio Adultos: lição 9 - A Igreja e o Sustento Missionário - Subsídios Dominical

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

Novos Subsídios Bíblicos para as lições  O corpo de Cristo, 1° trimestre de 2024


Subsídio Adultos: lição 9 - A Igreja e o Sustento Missionário

SSubsídio Adultos: lição 9 - A Igreja e o Sustento Missionário

Subsídios lição 9 do 3° trimestre de 2023.

Este artigo tem por objetivo auxiliar os professores da escola bíblica dominical da classe ADULTOS.


INTRODUÇÃO

Podemos observar claramente a preocupação da Igreja de Filipos com o sustento do apóstolo Paulo por meio do trecho em Filipenses 4:10-20. Nesse texto, Paulo expressa sua gratidão pelo apoio financeiro que recebeu da igreja enquanto estava envolvido na obra missionária.

I. A RELAÇÃO ENTRE A IGREJA DE FILIPOS E O SUSTENTO MISSIONÁRIO DE PAULO

Em Filipenses 4:10-20, Paulo fala sobre o quanto ele ficou feliz com a ajuda que recebeu dos filipenses. Ele diz que eles não só lhe enviaram dinheiro, mas também amor e apoio espiritual. Esse texto mostra que o sustento missionário é mais do que simplesmente dar dinheiro. É uma forma de mostrar amor e apoio aos missionários. É também uma forma de expressar a nossa fé em Deus.


Paulo menciona que os filipenses compartilharam em sua aflição e que a oferta deles foi um aroma suave, um sacrifício aceitável e agradável a Deus (Filipenses 4:14-18). Isso demonstra que o sustento missionário não é apenas uma questão de fornecer recursos financeiros, mas também um meio de expressar solidariedade, comunhão e cuidado espiritual pelos missionários.


1. Contextualização Histórica e Cultural.

Paulo escreveu a carta aos filipenses enquanto estava em prisão, refletindo sobre seu relacionamento  com a igreja  e  sua gratidão por  seu  constante apoio (Filipenses 1:3-5). Filipos era uma cidade com fortes laços romanos, e a igreja estava comprometida com Paulo desde o início de sua pregação ali (Filipenses 4:15-16).


2. A Parceria Espiritual Além do Financeiro.

A preocupação da Igreja de Filipos não estava limitada ao fornecimento de recursos financeiros a Paulo. Ela era uma parceira espiritual, compartilhando do fardo do apóstolo e engajando-se ativamente no ministério (Filipenses 1:5). A igreja demonstrou sua coparticipação no evangelho, unindo-se a Paulo na expansão do Reino (Filipenses 4:3).


3. A Generosidade que Reflete o Coração de Deus.

A contribuição financeira da Igreja de Filipos para o sustento de Paulo não era apenas um ato de apoio material, mas uma expressão real de sua devoção a Deus. Paulo escreve que a oferta deles é "cheiro suave, sacrifício aceitável e agradável a Deus" (Filipenses 4:18). Essa generosidade ecoa os princípios de gratidão e confiança na provisão divina (2 Coríntios 9:6-7).


4. Reconhecimento Mútuo.

Paulo não apenas recebeu o sustento da igreja, mas também reconheceu o significado mais profundo por trás desse ato. Ele enfatiza a gratidão não por ter recebido, mas pela "colheita" que se multiplicou na conta deles (Filipenses 4:17).

Saiba mais na: Revista Digital Cristão Alerta - 4° Trimestre 2023 – ABRIR AQUI

DICAS DE LEITURAS

INFORMAÇÕES AQUI


***

INFORMAÇÕES AQUI


***

INFORMAÇÕES AQUI


***

INFORMAÇÕES AQUI

***

INFORMAÇÕES AQUI

***

INFORMAÇÕES AQUI

***

INFORMAÇÕES AQUI


Post Bottom Ad