LIÇÕES BETEL: Lição 11 A Realidade do Milênio (Classe Adultos) - Subsídios Dominical🎓

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

LIÇÕES BETEL: Lição 11 A Realidade do Milênio (Classe Adultos)

Lições Bíblicas BETEL: 2° Trimestre de 2022 | Título: APOCALIPSE – Mensagem sobre o triunfo de Cristo, exortações e promessas ao povo de Deus.

TEXTO ÁUREO

“E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino, o único que não será destruído.” Daniel 7.1

VERDADE APLICADA

Viver sob o governo de Cristo será mais uma demonstração do real significado da existência humana e de um viver com qualidade.

OBJETIVOS DA LIÇÃO

Mostrar o que ocorrerá no mundo após a volta de Cristo.

Entender o que será o período do milênio.

Destacar as principais características do milênio.

TEXTOS DE REFERÊNCIA

DANIEL 2

44- Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos estes reinos, e será estabelecido para sempre.

45- Da maneira como viste que do monte foi cortada uma pedra, sem mãos, e ela esmiuçou o ferro, o cobre, o barro, a prata e o ouro, o Deus grande fez saber ao rei o que há de ser depois disto; e certo é o sonho, e fiel a sua interpretação.

DANIEL 7

27- E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão e lhe obedecerão.

LEITURAS COMPLEMENTARES

SEGUNDA / Is 2 A glória futura do verdadeiro Israel.

TERÇA / Is 62 A glória de Jerusalém.

QUARTA / Zc 14.9 Jesus é o Rei de toda a terra.

QUINTA / Jo 1.3 Jesus é a figura central do mundo.

SEXTA / Fp 2.11 Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.

SÁBADO / Ap 20.1-6 Os fiéis reinam com Cristo.

HINOS SUGERIDOS:  74, 142, 202

MOTIVOS DE ORAÇÃO

Ore por uma vida cheia do Espírito Santo.


ESBOÇO DA LIÇÃO

Introdução

1- Tempo de profunda e ampla transformação

2– Definição do milênio

3– Características do milênio

Conclusão


INTRODUÇÃO

Com o fim da batalha do Armagedom, se iniciará um tempo sem igual na história. Cristo implantará Seu Reino sobre toda a terra. Todas as nações, povos e línguas estarão sob o governo justo do Emanuel [Mt 1.22-23].

PONTO DE PARTIDA

Obedecer a Deus é essencial para uma vida feliz.


1- TEMPO DE PROFUNDA E AMPLA TRANSFORMAÇÃO

O mundo viverá um tempo sem igual de restauração e paz com o fim da Grande Tribulação. Toda a destruição e caos vistas na última das setenta semanas de Daniel darão lugar a um período de real crescimento, segurança e prosperidade para a humanidade. O período do milênio será uma amostra ao homem do que será a eternidade com Cristo.

 

1.1. Satanás é preso por mil anos.

No capítulo dezenove do Apocalipse vimos o juízo divino sobre o Anticristo e Falso Profeta: “Estes dois foram lançados vivos no ardente lago de fogo e de enxofre.” [Ap 19.20]. Agora chegou a vez de Jesus tratar Satanás. No livro de Jó vemos o diabo a “rodear a terra e passear por ela” [Jó 1.7]. Mas com a segunda vinda de Cristo ele será preso por mil anos: “Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.” [Ap 20.2].

 

O mundo viverá algo inédito, mil anos sem nenhuma atividade satânica. Somos informados o porquê: “para que mais não engane as nações” [Ap 20.3]. Hoje, embora Satanás esteja solto e atuando no mundo com seus demônios, nós recebemos poder de Cristo para em nome dEle desfazer todas as obras do diabo. Este poder está acessível agora mesmo ao que crê [Mc 16.17; Lc 10.19].


Subsídio do Professor:

Stanley M. Horton: “Depois de Satanás ter sido amarrado, é lançado no “abismo”, onde é encerrado completamente, ou seja, ele é fechado e selado. O selo mostra que a autoridade de Deus é a garantia de que Satanás permanecerá pelos mil anos. Não lhe será permitido exercer nenhuma atividade na terra até o final do milênio. Durante esse tempo, estará incapacitado de influenciar as nações ou qualquer outra coisa no mundo. Consequentemente, o milênio (termo derivado do latim mille, que significa mil) estará completamente livre de todas as mentiras e impulsos maus, procedentes do pai da mentira [Jo 8.44].”

 

1.2. A partir de Jerusalém, Jesus governará o mundo.

As promessas feitas a Abraão com relação à terra e à sua semente [Gn 12.1-3] e a Davi com relação ao seu trono e seu reino se cumprirão no milênio [2Sm 7.16]. Jerusalém será a capital mundial do governo do Senhor Jesus: “Naquele tempo, chamarão a Jerusalém o trono do Senhor, e todas as nações se ajuntarão a ela, ao nome do Senhor, a Jerusalém; e nunca mais andarão segundo o propósito do seu coração maligno.” [Jr 3.17].

 

Os povos da terra subirão a Jerusalém e de lá sairá a lei para os povos: “E virão muitos povos, e dirão: Vinde, subamos ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine o que concerne aos seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor.” [Is 2.3]. Hoje, cristãos de todo o mundo viajam a Israel e pisam em Jerusalém, lembrando do passado bíblico inesquecível deste lugar, sem se darem conta de que estão pisando não apenas no passado, mas também no futuro.


 Subsídio do Professor:

Sobre Jeremias 3.17, R. K. Harrison: “Jeremias vê para além do exílio, um tempo em que não haverá mais idolatria na Palestina, e em que Jerusalém será chamado de o trono do Senhor [Zc 14.20]. Isto é, inquestionavelmente, uma esperança messiânica [Jr 5.18; 31.3; 33.16; Os 3.5]. Deus será entronizado no meio do seu povo, que será então servo leal e obediente. Jerusalém será uma luz para os gentios, como se esperava dos israelitas depois da aliança do Sinai. Quando Cristo veio, o reino foi mesmo estabelecido em Sião, só que não fisicamente [Jo 18.36; At 1.6].”

 

1.3. Jesus, o Rei universal.

No milênio Jesus governará sobre todo o mundo. Há várias passagens na Bíblia que mostram isso, mas uma, sem dúvida, é emblemática: a estátua que Nabucodonosor viu em sonho: “Tu, ó rei, estavas vendo, e eis aqui uma grande estátua; esta estátua, que era imensa, e cujo esplendor era excelente, estava em pé diante de ti; e a sua vista era terrível.” [Dn 2.31].

 

Deus mostrou o futuro do mundo sob os impérios gentílicos, identificados metaforicamente com os diversos materiais – ouro, prata, bronze, cobre, ferro e barro. Cada um com suas características, porém todos passageiros [Dn 2.32-43]. Daniel, no final de sua interpretação do sonho, diz: “Mas, nos dias destes reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos estes reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre.” [Dn 2.44]. O cristão, ao andar em obediência à Palavra de Deus, já vive sob a autoridade de Cristo e sente as bênçãos deste Rei amoroso.

Subsídio do Professor:

Myer Pearlman: “Há três estágios na obra de Cristo como Mediador: Sua obra como profeta, cumprida durante Seu ministério terrestre; Sua obra como sacerdote, começada na cruz e continuada durante a dispensação atual; e Sua obra como Rei, começando com a Sua vinda e continuando durante o milênio.”


EU ENSINEI QUE:

O mundo viverá um tempo sem igual de restauração e paz com o fim da Grande Tribulação.

 

2- DEFINIÇÃO DO MILÊNIO

Milênio é um período de mil anos. Seis vezes encontramos no capítulo 20 de Apocalipse a referência a este período de tempo [Ap 20.1-7]. É o tempo no qual Satanás será amarrado e lançado no abismo [Ap 20.3] e o Senhor Jesus governará triunfante sobre toda a terra.

 

2.1. Derramamento pleno do Espírito Santo.

“E há de ser que, depois, derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões.” [Jl 2.28]. Esta conhecida profecia de Joel é mencionada por Pedro no dia de Pentecostes, como se cumprindo naquele momento [At 2.16-21]. Desta forma, fica claro que esta profecia começou a se cumprir, no mundo, no derramamento do Espírito na Igreja. Mas no milênio toda a terra verá esta profecia se cumprindo. Será um reino terrestre, mas de profundo caráter espiritual, onde os santos têm comunhão e a apatia espiritual e frieza para as coisas de Deus darão lugar a um fervor genuíno e amor a Deus por toda a parte. Enquanto este tempo não chega, cabe ao cristão buscar de todo coração ter uma vida cheia do Espírito Santo [Ef 5.18].


Subsídio do Professor:

J. Dwight Pentecost: “A manifestação do Espírito Santo será comum no milênio, em contraste com sua raridade em outros tempos, e será manifesta na adoração, no louvor ao Senhor e na obediência espontânea a Ele, bem como no poder espiritual e na transformação interior [Is 32.15; 44.3; Ez 39.29; Jl 2.28-29].”

 

2.2. O tempo da manifestação do Rei.

O Senhor Jesus é a figura central do mundo [Jo 1.3]. Nada teria real significado na vida sem Jesus, o milênio não é exceção. Ele é o “sol da justiça” e tudo gira ao Seu redor [Ml 4.2]. Em Sua segunda vinda, Cristo é o filho de Abraão e tem direito sobre todo o território de Israel [Gn 17.8; Mt 1.1; Gl 3.16]. É também o filho de Davi, sendo assim o herdeiro por direito ao trono e ao governo [Is 9.7; Mt 1.1; Lc 1.32-33]. O Filho do homem mostra Seu poder de estabelecer e exercer o juízo: “E deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o Filho do homem.” [Jo 5.27]. Ele é o Rei de toda a terra [Zc 14.9; Fp 2.10].


Subsídio do Professor:

J. Dwight Pentecost: “É evidente que não há e nunca haverá um reino teocrático na terra sem a presença pessoal e manifesta do Senhor Jesus Cristo. Toda a era depende de seu retorno à terra como prometido. Tudo o que existe no milênio tem origem no Rei revelado. O milênio não poderia existir sem a manifestação de Cristo, de quem depende toda a era milenar.”

 

2.3. O reino de justiça do Messias.

No mundo de hoje não são poucos os escândalos por corrupção, assassinatos e violência que muitas vezes ficam impunes, causando revolta e desânimo. Porém no milênio não mais haverá injustiças. Será estabelecida na terra a justiça de Deus.

 

O Rei é o sol da justiça [Ml 4.2]; Seu Reino trará justiça aos povos [Is 51.5]. Neste tempo, Jerusalém, capital do governo de Cristo, será conhecida como “cidade de justiça” [Is 1.26]. O mundo dirá: “Dizei entre as nações: O Senhor reina; o mundo também se firmará para que se não abale. Ele julgará os povos com retidão.” [Sl 96.10]. Por isso aprendemos na oração que Jesus nos ensinou como modelo, a dizer: “Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu” [Mt 6.10].


Subsídio do Professor:

J. Dwight Pentecost: “A justiça será o termo descritivo que caracterizará o governo do Messias como um todo. Cristo será um rei que rege com justiça [Is 32.1]. A justiça será o cinto dos seus lombos [Is 11.5]. Ele julgará com justiça os pobres [Is 11.4; Sl 72.4] e, ao julgar e buscar a justiça, Ele será rápido em efetuá-la [Is 16.5].”


EU ENSINEI QUE:

Milênio é o tempo no qual Satanás será amarrado e lançado no abismo e Jesus governará triunfante sobre toda a terra.


3- CARACTERÍSTICA DO MILÊNIO

O mundo viverá seu ápice em todas as áreas por ocasião do milênio. Mudanças significativas e profundas serão vistas, por exemplo, no reino animal, onde acabará a ferocidade dos animais e estes ficarão mansos [Is 11.6]. Na existência humana, as enfermidades serão banidas e teremos um mundo sem epidemias e pestes [Is 35.5-6]. A sociedade experimentará os benefícios de fazer parte do reino de Deus.

 

3.1. Armas viram instrumentos agrícolas.

No milênio, todo gasto com poderio militar será revertido para a produção de alimento e bem-estar. Sob o governo de Cristo, não veremos mais nação se levantando contra outra nação para guerrear. Um tempo único e singular para a humanidade, que viu ao longo da sua história muitas guerras e conflitos que resultaram em sofrimento, fome e muitas mortes: “E ele exercerá o seu juízo sobre as gentes e repreenderá muitos povos; e estes converterão as suas espadas em enxadões, e as suas lanças, em foices; não levantará espada nação contra nação, nem aprenderão mais a guerrear.” [Is 2.4; Mq 4.3].

 

Um dos títulos de Cristo visto pelo profeta Isaías terá seu cumprimento pleno no milênio: “Príncipe da paz” [Is 9.6]. Esta paz que excede todo o entendimento está disponível aos que servem a Cristo, que mesmo nas mais difíceis situações podem gozar da paz de Deus [Sl 4.7-8; Jo 14.27; Fp 4.7].


Subsídio do Professor:

Segundo o Instituto Sipri, em 2019, as nações, encabeçadas pelos EUA, gastaram com poderio militar cerca de US$ 1,9 trilhão em todo o mundo. 3,6% a mais, em comparação a 2018. EUA, China, Índia, Rússia e Arábia Saudita lideram a lista dos que mais investiram, somando 62% de todas as despesas mundiais no setor. Hoje, os gastos militares representam 2,2% do PIB mundial. O que nos mostra duas coisas: a primeira é que o mundo fala de paz, mas está preparado para uma grande guerra e a outra é, à luz dos textos bíblicos referenciados, como podemos imaginar a imensa e profundas mudanças de valores, prioridades e esforços nas atividades humanas durante o milênio.


3.2. O homem voltará a viver muitos anos.

Quando Deus criou o homem, o criou para viver para sempre. Por causa do pecado a morte entrou no mundo [1Co 15.21]. Mas no milênio, a Bíblia parece mostrar que, assim como ocorreu no período anterior ao dilúvio, os homens voltarão a viver de forma prolongada [Is 65.22]. Se o pecado e a ação demoníaca limitaram e reduziram a existência humana, a ausência de Satanás e a presença redentora de Jesus na terra, certamente darão ao homem um novo tempo no que tange à existência, sua duração e qualidade.


Subsídio do Professor:

N. Lawrence Olson: “O homem outra vez viverá até alcançar idade provecta, de centenas de anos, como nos dias antediluvianos, registrados em Gênesis 5.1-32; Isaías 65.20-22; Zacarias 8.4. Isso pode ser atribuído a algumas mudanças climáticas ou ambientais e mesmo à remoção da influência maléfica de Satanás.”

 

3.3. Toda terra será cheia do conhecimento do Senhor.

 “Não se fará mal nem dano algum em todo o monte da minha santidade, porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar.” [Is 11.9]. No milênio o conhecimento sobre Deus e a Sua Palavra revolucionará as ciências e saberes. Teorias como a evolução das espécies, que mostram o homem surgindo como uma evolução natural do macaco, serão abandonadas. Ideologias nefastas, que destroem princípios e valores caros à humanidade, como a ideologia de gênero, serão substituídas por um conhecimento e saber que ficou limitado ao homem por causa do pecado. Imagine as descobertas científicas, revolução tecnológica e produção de conhecimento que acontecerão no milênio!


Subsídio do Professor:

Sobre Isaías 11.9, Comentário Bíblico Moody: “A base desta harmonia edênica será o conhecimento pleno e adequado de Deus que toda a humanidade possuirá então, e que até a criação refletirá [Rm 8.21].”


EU ENSINEI QUE:

O mundo viverá seu ápice em todas as áreas por ocasião do milênio.


CONCLUSÃO

O milênio é uma demonstração ao homem de que servir a Deus e andar segundo a Sua Palavra traz prosperidade, segurança e realização plena. Cabe ao cristão, hoje, tirar disto a lição sobre a relevância de perseverar em Cristo, pois há propósito de Deus para o Seu povo além da vida na presente era

Revista BETEL | 2° Trimestre De 2022 | Reverberação: Subsídios Dominical

DICAS DE CURSOS BÍBLICOS








Post Bottom Ad