Lição 13 Esperando Jesus para Hoje (Classe dos Jovens)

👇 LEIA TAMBÉM 👇

👉 Novas lições da classe dos ADULTOS- Aqui

👉 Novas lições da classe dos JOVENSAqui

👉 Novas lições da classe dos ADOLESCENTESAqui

Lições blicas de Jovens – 4° trimestre de 2021, CPAD | Site: Subsídios Dominical

TEXTO DO DIA

“Quem é, pois, o servo fiel e prudente, que o Senhor constituiu sobre sua a sua casa, para dar o sustento a seu tempo?” (Mt 24.45)

SÍNTESE

A volta de Jesus Cristo será de forma inesperada. Pode se dar a qualquer dia e hora, por isso precisamos estar preparados.

AGENDA DE LEITURA

SEGUNDA – Mt 25.6 Jesus, o esposo que vem de forma inesperada

TERÇA – Mc 13.35 Jesus, o dono da casa que vai voltar

QUARTA – Lc 10.35 Jesus, o amigo que vai voltar

QUINTA – Lc 12.37 Jesus, o Senhor que vai voltar

SEXTA – Lc 19.12 Jesus, o homem nobre que vai voltar

SÁBADO – Jo 14.18 Jesus, não nos deixará

OBJETIVOS

• COMPREENDER que precisamos aguardar a volta do Senhor com expectativa;

• MOSTRAR que Jesus Cristo é aquele que voltará:

• SABER qual deve ser as atitudes dos crentes diante da volta de Jesus.

INTERAÇÃO

Prezado (a) professor(a), com a graça de Deus chegamos ao final de mais um trimestre. Depois de tudo que es­tudamos podemos afirmar: “Jesus voltará a qualquer momento para arrebatar a sua Noiva.” O próprio Senhor Jesus declarou: “cedo venho”. Nesta última lição do trimestre concluiremos nosso estudo a respeito da Escatologia Bíblica tratando sobre a volta repentina de Jesus. A vinda do Salvador se dará de forma inesperada, por isso precisamos estar sempre alertas e vigilantes. Que venhamos apregoar a este mundo que Jesus Cristo em breve voltará e que hoje a “porta da graça” está aberta.

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Professor (a), peça aos alunos que façam uma avaliação do trimestre. Para ajudar na avaliação, faça as perguntas abaixo. Solicite que os alunos respondam as questões em dupla. Depois, faça um único grupo para que eles respondam as indagações. Conclua fazendo as suas considerações a respeito do trimestre.

AVALIAÇÃO DO TRIMESTRE

• O que você achou do tema geral do trimestre?

• Qual tema abordado você mais gostou? Por quê?

• Qual tema você gostaria que tivesse sido abordado e não foi?

• O que você aprendeu e acredita que tenha uma relevância maior?

• O que você acredita que tenha sido um ponto negativo neste trimestre?

TEXTO BÍBLICO

Apocalipse 22.1-14

1 E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro.

2 No meio da sua praça e de uma e da outra banda do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a saúde das nações.

3 E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão.

4 E verão o seu rosto, e na sua testa estará o seu nome.

5 E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de Lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os alumia, e reinarão para todo o sempre.

6 E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras. O Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer.

7 Eis que presto venho. Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro.

8 E eu, João, sou aquele que vi e ouvi estas coisas. E. havendo-as ouvido e visto, prostrei-me aos pés do anjo que mas mostrava para o adorar.

9 E disse-me: Olha, não faças tal, porque eu sou conservo teu e de teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus.

10 E disse-me: Não seles as palavras da profecia deste livro, porque próximo está o tempo.

11 Quem é injusto faça injustiça ainda: e quem está sujo suje-se ainda: e quem é justo faça justiça ainda; e quem é santo seja santificado ainda.

12 E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo a sua obra

13 Eu sou o Alfa e o Ômega, o Principio e o Fim. o Primeiro e o Derradeiro.

14 Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas portas.

INTRODUÇÃO

Os crentes do Antigo Testamento esperaram, com muita expectativa, a chegada do Messias, promessa feita no Éden (Gn 3-1510 profeta Malaquias, 400 anos antes do nascimento do Salvador, ratificou que nasceria “o sol da justiça”, O Messias, e salvação traria“ debaixo das suas asas”(Ml 4.2). Deus cumpriu a sua promessa e no tempo certo O Messias veio ao mundo. Antes da sua ascensão, Jesus pro­meteu que voltaria para nos buscar. Quase dois mil anos já se passaram, e nós os crentes aguardamos a volta do Messias para buscara sua Igreja. A promessa de Jesus pode ser cumprida a qualquer instante, por isso precisamos estar preparados: “E as coisas que vos digo digo-as a todos: Vigiai” (Mc 13.37) – No Livro de Apocalipse. O Senhor disse, três vezes: “cedo venho” (22.7,12,20).

 

I- A EXPECTATIVA DA VOLTA DO SENHOR

1. A promessa do rapto da Noiva.

João, na Ilha de Patmos, recebeu a revelação da vitória final do Cordeiro, que foi morto, o qual, por fim, concluirá sua missão e reinará eternamente. Segundo a cultura judaica, nos dias de Jesus, mesmo com o casamento marca­ do, a hora em que o noivo compareceria para buscar a noiva na casa do pai dela não era agendada. O Senhor Jesus, igual­mente, prometeu voltar, mencionando os sinais de sua vinda, mas disse que daquele dia e hora ninguém sabia. Com essas últimas palavras o Mestre reafirma a promessa do Arrebatamento, em que Ele virá num piscar de olhos, como um ladrão, sem aviso prévio: “Porque ainda um poucochinho de tempo, e o que há de vir virá e não tardará” (Hb 10.37).

 

2. O compromisso da Noiva com a santidade.

A Noiva de Cristo deve viver neste mundo até o dia da sua volta de forma gloriosa, “sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irre­preensível” (Ef 5.27). Precisamos viver em santidade se desejamos ser arrebatados para encontrar com Jesus nas nuvens. A Palavra de Deus nos exorta: “Pelo que, amados, aguardamos estas coisas, pro­curai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz” (2 Pe 3.14).

 

3. As obras serão recompensadas.

O Senhor Jesus afirma que há galardão reservado para os que são fiéis, cujas obras são dignas diante dEle: “para dar a cada um segundo a sua obra” (Ap 22.12). Aqueles que fazem parte do Corpo de Cristo e de maneira abnegada, deixaram as coisas do mundo para se dedicarem intensamente ao Senhor, preparando-se para o encontro com Ele, receberão a tão almejada recompensa que está com o Senhor Jesus.

 

II- JESUS CRISTO, AQUELE QUE VOLTARÁ

1. Jesus Cristo, o grande vencedor.

A função primordial da Escatologia Bíblica é glorificar a Cristo. Depois de falar sobre o galardão. Jesus declara: “Eu sou o Alfa e o Ómega, o Principio e o Fim, o Primeiro e o Derradeiro” (Ap 22.13).

Durante toda a revelação do Apocalipse, o Cordeiro é glorificado sendo o único digno de “desatar os selos” e abrir o Livro (Ap 5.5). Ainda que surjam inimigos ferozes, todavia, não devemos temê-los, pois só o Senhor é o Todo-Poderoso. Por isso, os crentes podem ter a firme esperança do futuro glorioso que lhes está reservado.

 

2. Jesus Cristo, o único que pode salvar o homem.

Depois de descrever as maravilhas da Nova Jerusalém, João afirma que todos aqueles que creram em Jesus e no seu sacrifício vicário, e pela fé tiveram suas vestiduras lavadas no sangue do Cordeiro terão direito à salvação, ou seja, à árvore da vida (Ap 22.14). Jesus morreu e mediante o seu sacrifício podemos obter a salvação. Só há salvação em Jesus Cristo.

 

3. Jesus, o único que pode purificar o pecador.

Só o sangue de Jesus pode nos limpar de todo o pecado (1 Jo 1.7). Somente serão arrebatados aqueles que tiverem seus corações purificados pelo sangue do Cordeiro. O crente pode até cometer um pecado acidental, mas ele não tem mais prazer no erro e quando o comete, logo se arrepende, pede o perdão de Jesus e abandona o erro. Se anelamos viver eternamente com Cristo precisamos esmurrar o nosso corpo, e o reduzirá servidão pelo Espi­rito, para que não sejamos reprovados (1 Co 9.27).

 

III- ATITUDES DOS CRENTES DIANTE DA VOLTA DE JESUS

1. Amar a vinda de Cristo.

Os crentes autênticos são identificados pelo amor ao Senhor e ao próximo. Só sabe amar de verdade aquele que conhece a Cristo. Infelizmente, o amor de muitos crentes pela volta de Jesus e pelo próximo está se esfriando (Mt 24.12). Não pode­mos nos esquecer de que amar é um mandamento do Senhor (Mt 22.37-39). Aqueles que amam ao Senhor Jesus, demonstram amor pelo próximo e amam a sua vinda (2 Tm 4.8).

 

2. Desfrutar da suficiência de Cristo.

Os que anelam a vinda de Cristo devem confiar nEle para que todas as suas necessidades, tanto de ordem espiritual quanto a material, sejam supridas. Temos um Cristo que supre as nossas necessidades e o nosso maior prazer e alegria deve ser estar em sua presença. Nele está tudo o que realmente precisamos. Para ser arrebatado é preciso amar ao Senhor acima de todas as coisas, e ter nEle, somente nEle, a fonte de todo o prazer (Sl 73.25). Cristo precisa ser o nosso tudo, a nossa vida (Fp 1.21).

 

3. Viver segundo a graça.

Só existe um jeito de aguardar a vinda de Cristo: “vivendo debaixo da sua graça”. A incli­nação da natureza humana, dia após dia, distancia-nos do Criador, mas a graça de Deus nos leva para perto da cruz de Cristo. Essa verdade fica evidente na bênção impetrada no fim do livro do Apocalipse: “A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém!” (Ap 22.21). Certa vez. o próprio Senhor Jesus disse a Paulo que a graça dEle era suficiente (2 Co 12.9). Nesta vida, jamais conseguiremos ser suficientemente bons para herdar o Reino dos Céus. Só existe um bom, Deus. A graça, todavia, torna-nos dignos de participar da primeira ressurreição, pelos méritos de Cristo na Cruz do Calvário.

 

Escola Dominical | 4° Trimestre de 2021 | CPAD – Revista Jovens – Tema: Jesus Cristo Voltará – Fé e perseverança para o glorioso dia com o Senhor da Igreja | Lição 13: Esperando Jesus para Hoje | Subsídios Dominical

 

SUBSÍDIO 1

“A advertência de Cristo aos seus discípulos para estarem sempre apercebidos para a sua vida, por não saberem quando ela se dará, cremos ser uma referência à volta de Cristo, vindo do céu, para tirar do mundo os santos da Igreja. Jesus afirma claramente que sua vinda para levar os santos antes da tribulação será numa ocasião ines­perada. Ele não somente declara que eles não sabem a hora, mas também que Ele voltará ‘à hora em que não pensais (Mt 24.44). Isto indica claramente que haverá que haverá surpresa, espanto, e que os fiéis não saberão o momento certo da sua vinda. Assim sendo, para os santos da igreja, Jesus virá num momento inesperado. Isto claramente fala de surpresa, pasmo e rapidez nesta es­pecífica fase da vinda de Cristo.

 

Este evento é chamado de primeira fase da segunda vinda de Cristo. Quanto à vinda de Cristo com poderes e grande glória, para julgar o mundo depois da tribulação, ela será aguar­dada e prevista. O cumprimento dos eventos e sinais durante a tribulação suscitará nos santos a certeza e a expectativa da ocasião da volta de Cristo, ao passo que os santos da igreja dos dias atuais terão surpresas por ocasião do seu arrebatamento. A vinda de Cristo depois da tribulação é comumente chamada a segunda fase da vinda de Cristo” (Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, p. 1441).

SUBSÍDIO 2

“À hora que não penseis

Cristo, mais uma vez, fala da sua volta para buscar os fiéis da sua igreja num momento inesperado e desconhecido. Este alerta não é para os santos da tribulação. A única maneira de harmo­nizar o ensino de Cristo sobre a sua vinda inesperada, com o outro ensino sobre sua vinda prevista, é considerá-la sob duas fases. A primeira fase envolve a sua volta para arrebatar da terra os salvos, antes da tribulação, num momento inesperado. A segunda fase é a sua vinda no final dos tempos, numa ocasião esperada, depois da tribulação e dos sinais cósmicos para destruir os ímpios e estabelecer o seu reino na terra. Assim como a vinda de Cristo predita no Antigo Testamento consistia de duas fases, sua vinda para morrer pelo pecado e sua vinda para reinar. A advertência premente de Cristo no sentido de sempre estarmos espi­ritualmente prontos para sua vinda repentina aplica-se a todos os crentes antes da tribulação. É um motivo de perseverança na fé” (Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD. p. 1441).

CONCLUSÃO

O Senhor determinou nossa total vigilância, pois sua volta pode acontecer a qual­ quer momento. Entretanto, nossas paixões carnais, o anelo por dinheiro e poder, as hostes infernais, as distrações da vida são inimigos que querem nos afastar do Céu. Por isso, amemos a volta de Jesus, busquemos sua suficiência e vivamos , debaixo da graça, esperando todos os dias por nossa bem-aventurada esperança.


HORA DA REVISÃO

1) Segundo a lição, quem recebeu a revelação da Vitória final do Cordeiro, que foi morto, o qual, por fim concluir a sua missão e reinará eternamente?

João na ilha de Patmos

2) Como a igreja deve aguardar a volta de Cristo?

A Noiva de Cristo deve aguardar a volta de Cristo de forma gloriosa ‘sem mancha, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível’

3) Como a noiva de Cristo deve viver neste mundo?

Como ‘sal’ e ‘Luz do Mundo’, de modo Santo

4) Cite três características de Jesus Cristo segundo a lição.

Jesus Cristo, o grande vencedor, o único que pode salvar o homem e o único que pode nos purificar.

5) Quais são as atitudes dos crentes diante da volta de Jesus Cristo?

Amar a vinda de Cristo, desfrutados suficiência de Cristo e viver segundo a graça.


Escola Dominical | 4° Trimestre de 2021 | CPAD – Revista Jovens – Tema: Jesus Cristo Voltará – Fé e perseverança para o glorioso dia com o Senhor da Igreja | Lição 13: Esperando Jesus para Hoje | Subsídios Dominical


Leituras para Aprofundar

Informações Aqui
***
***
***

Informações Aqui

***

Informações Aqui

***

Informações Aqui

👇 LEIA TAMBÉM 👇

👉 Novas lições da classe dos ADULTOS- Aqui

👉 Novas lições da classe dos JOVENSAqui

👉 Novas lições da classe dos ADOLESCENTESAqui


Imagens de tema por gaffera. Tecnologia do Blogger.