Lição 5 As Bodas do Cordeiro

Lições blicas de Jovens – 4° trimestre de 2021, CPAD |

TEXTO DO DIA

“Regozijemo-nos. e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou." (Ap 19.7)

CONSULTA SUGERIDA:

1) As Bodas do Cordeiro: Grandes temas do apocalipseAcesse  Aqui

2) O Cordeiro de DeusAcesse Aqui

3) As Bodas do Cordeiro – Classe AdultosAcesse Aqui

4) Que iremos fazer ao chegar ao Céu? Acesse Aqui


CURSOS BÍBLICOS PARA VOCÊ:

1) CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA Clique Aqui
2) CURSO MÉDIO EM TEOLOGIAClique Aqui
3) Formação de Professores da Escola Dominical Clique Aqui
5) CURSO OBREIRO APROVADO - Clique Aqui


Matricule-se já ! 

 

SÍNTESE

Somente os crentes fieis ao Senhor participaram das bodas do cordeiro.

AGENDA E LEITURA

SEGUNDA- Ct 2.4

A sala do banquete: uma esperança

TERÇA-Lc 12. 37

Bodas do Cordeiro: ser servido por Jesus

QUARTA - Lc 22.29,30

Bodas do Cordeiro: comer e beber da mesa do Senhor

QUINTA - Mt 8.11

Bodas do Cordeiro: terá convidados do Oriente e do Ocidente

SEXTA-Lc 22.15,16

Bodas do Cordeiro: Jesus estará à mesa

SÁBADO - Ap 19.9

Bodas do Cordeiro: uma bem-aventurança para os crentes

  

OBJETIVOS

• APRESENTAR a parábola das Bodas do Cordeiro;

• EVIDENCIAR as características das Bodas do Cordeiro;

• MOSTRAR que as Bodas do Cordeiro será um tempo de festa e de alegria para os servos de Deus.

 

INTERAÇÃO

Prezado (a) professor na lição deste domingo estudaremos as Bodas do Cordeiro. Somente os salvos pela fé em Cristo vão ter a honra e o privilégio de se assentarem à mesa do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores. Muitos dos jovens que frequentam a Escola Dominical, sofrem zombaria e são rejeitados nas universidades e no ambiente profissional devido à fé cristã que professam. Então, aproveite a temática da lição para incentivá-los a permanecerem firme na fé, pois um dia eles serão honrados pelo Senhor e participarão das Bodas do Cordeiro.

  

Explique aos alunos que as dificuldades enfrentadas na atualidade, em especial em tempos de pandemia, têm contribuído para o desânimo e o enfraquecimento espiritual de muitos jovens. Contudo, mesmo diante das adversidades precisamos seguir olhando firmemente para Jesus, pois em breve Ele virá nos buscar.

 

ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Professor (a), para esta Lição sugerimos que você se reúna com os alunos em círculo. Em seguida, diga que a Palavra de Deus descreve muitos casamentos, como por exemplo, o casamento de Jacó e Lia (Gn 29.21-25). de Rute e Boaz (Rt 4). de Acabe e Jezabel e 0 casamento onde Jesus realizou 0 seu primeiro milagre. Em seguida, peça que os alunos citem mais alguns exemplos. Enfatize que 0 casamento é divino e tem a sua beleza. Entretanto, segundo a Palavra de Deus 0 maior casamento de todos os tempos, o mais belo e o mais importante ainda estar por vim. Explique que Jesus falou acerca dele por meio de parábolas. Conclua lendo com os alunos Mateus 25,1-13 e Lucas 12.35-37.

TEXTO BÍBLICO

Mateus 25.1-13

INTRODUÇÃO

Depois do Arrebatamento da Igreja será estabelecido o Tribunal de Cristo, onde as obras dos crentes serão provadas pelo fogo. Após, teremos as Bodas do Cordeiro. Este será 0 tema que vamos estudar na lição de hoje.

 

No Antigo Testamento 0 simbolismo do casamento era utilizado para mostrar que Deus era o marido da nação de Israel (Is 5A 5).

 

No Novo Testamento, Jesus também é apresentado como Noivo (gr. numphios) por João Batista (Jo 3.29), e por Ele mesmo em Marcos 2.19,20. A Igreja é apresentada como sendo a Noiva de Jesus Cristo (gr.numphe).

 

I - A PARÁBOLA DAS BODAS

SAIBA MAIS: Despertemos para a Vinda do Grande Rei Acesse Aqui

  

1. O matrimônio.

Nos dias de Jesus, o casamento judaico era celebrado de maneira bastante distinta do que acontece, na atualidade, no Ocidente. 0 casamento tinha início com o noivado, quando um acordo formal era assinado e o noivo pagava o dote à família da noiva (geralmente era o amigo do noivo quem fazia a negociação e levava o pagamento). Depois o noivo vinha buscar a noiva na casa dela e, então, os nubentes saíam em cortejo. A noiva era acompanhada por damas de honras que carregavam lamparinas acesas até a casa do noivo, onde acontecia um jantar em celebração. Em geral essa comemoração durava sete dias.

  

Jesus, um excelente professor, tomou como exemplo, na continuação do sermão profético de Mateus 24. a celebração do casamento para falar a respeito da sua vinda repentina (Mt 25). O Mestre disse que “o Reino dos céus será semelhante a dez virgens que, tomando as suas Lâmpadas, saíram ao encontro do esposo” (Mt 25.1). Embora vestidas a caráter para o cortejo do matrimônio, e com as lâmpadas à mão, Jesus declarou que cinco das virgens não eram prudentes, pois Lhes faltou o azeite (símbolo do Espírito Santo) para seguir até o fim do cortejo. Precisamos estar preparados até o fim, pois não sabemos a hora em que o Noivo virá.

 

2. As virgens.

As dez virgens estavam aguardando o noivo, todas carregavam suas Lâmpadas e estavam vestidas de acordo com o evento. Porém, somente cinco delas eram prudentes e levaram uma reserva de azeite suficiente para o caso de o noivo tardasse a chegar. Jesus estava ensinando a respeito da necessidade de estarmos preparados para o encontro com Ele todos os dias da nossa vida, pois não sabemos quando esse encontro se dará.

 

Vivemos tempos difíceis e precisamos perseverar na fé, pois não sabemos o dia e nem a hora que o Noivo voltará. Carecemos do azeite em nossa lamparina a fim de que ela não venha se apagar caso o Noivo demore. "Sua Lamparina está abastecida do azeite?" É tempo de buscar ao Senhor, orando, Lendo a Palavra de Deus, jejuando e praticando tudo o que Jesus nos ensinou a guardar.

 

3. “Não vos conheço".

Depois de irem comprar azeite, as virgens Loucas retornaram à casa do noivo, numa última tentativa de entrar para as bodas, entretanto já era tarde demais. A resposta do noivo serve de alerta para nós: "E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço" (Mt 25.12). É tempo de buscar a Deus e deixar de Lado aquilo que é efêmero. Não basta ser um religioso, mas é preciso ter vida espiritual saudável e isso significa ter comunhão, intimidade com o Filho de Deus. Muitos estão nas igrejas, mas estão vivendo como as virgens loucas, pois não tiveram uma experiência real de salvação, não experimentaram do novo nascimento, da santificação e estes, infelizmente, no Grande Dia ouvirão do Senhor: "Eu não conheço vocês!" Que a nossa fé esteja firmada em Jesus Cristo e que não venhamos nos tornar “amigos do mundo" e imprudentes, Loucos, pois “não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus?" (Tg 44). Não sabemos quando o Senhor voltará, por isso sejamos prudentes.


II - CARACTERÍSTICAS DAS BODAS DO CORDEIRO

 

1. Quando se darão as Bodas do Cordeiro.

De acordo com a Declaração de Fé das Assembleias de Deus, as Bodas do Cordeiro serão um evento magnânimo que acontecerá após o Tribunal de Cristo e antes da volta gloriosa de Jesus com sua Igreja glorificada.

  

Sabemos que o Arrebatamento, quando Jesus virá buscar a sua Noiva, acontecerá antes da Grande Tribulação.

 

Enquanto o juízo de Deus, por sete anos, estiver acontecendo na Terra, a Igreja estará nos Céus e, depois de adornada no Tribunal de Cristo, participará do banquete do Casamento Real Depois de terminada as Bodas do Cordeiro, Jesus virá juntamente com a Igreja e todo olho o verá.

 

2. O grande banquete.

O Senhor Jesus deseja cear com a sua Igreja. Em Apocalipse 3.20 Ele declarou à igreja de Laodiceia: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele, comigo" (Ap 3.20). Esse desejo de Jesus será plenamente satisfeito nas Bodas do Cordeiro. Contudo, é bom lembrar que as Bodas do Cordeiro serão somente para aqueles que vencerem o mundo, a carne e o Inimigo (Ap 3.21). Somente os vencedores terão direito de se assentarem à mesa do Senhor.

 

3. A conclusão do plano da redenção.

Durante toda a história da Igreja, o desejo de Deus sempre foi conduzi-la até às Bodas do Cordeiro. Agora, diante da imortalidade e da incorruptibilidade dos corpos dos santos, a Noiva de Cristo terá a imagem de Deus restaurada e a própria natureza intrínseca de Cristo.

 

Será o triunfo da Igreja do Senhor, que aqui na Terra foi tão maltratada e perseguida. Todavia, agora poderemos dizer: “Levou-me à sala do banquete, e o seu estandarte em mim era o amor" (Ct 2.4). O tempo de cantar da Igreja chegará: “Aparecem as flores na terra, o tempo de cantar chega, e a voz da rola ouve-se em nossa terra (Ct 2.12).”

 

III - TEMPO DE FESTA E DE ALEGRIA


1. Alegria, exultação e glória.

O texto bíblico de Apocalipse 19.7 traz esperança e alegria para todos os crentes em Jesus Cristo. Neste mundo enfrentamos tribulações, tristezas e provações, mas temos a certeza de que haverá um tempo de júbilo, festa e alegria, sendo preparado para nós: "Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou" (Ap 19.7). Neste texto temos dois verbos de ação: o primeiro é “regozijar" (gr. cairó) e o segundo é “alegrar" (gr. agalliao).

 

Depois de um Longo período de sofrimento. a Noiva do Cordeiro desfrutará de um glorioso tempo junto do seu Amado. Seremos servidos pelo próprio Jesus e ali experimentaremos o maná celestial (Ap 2.17). Talvez, você esteja enfrentando momentos de dor e sofrimento, porém não desanime, pois chegará um dia em que você vai experimentar a verdadeira alegria e estará para todo 0 sempre junto com o Senhor.

 

2. A esposa se aprontou.

A expressão usada para “aprontou" (gr. hetoimazo) pode ser traduzida como “ataviou", ou “adornou-se perfeitamente”, e isso para o “casamento dos séculos". Sabemos que em um casamento todos aguardam a chegada da noiva e a sua entrada triunfal em meio aos seus convidados. Uma noiva não se apresenta de qualquer maneira. Ela investe no seu vestido de  noiva, gasta dinheiro com o penteado, com o buquê e todos os preparativos para aquele dia que será tão especial e marcante em sua vida. Um dia também teremos vestes especiais: "E foi-Lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente: porque o Linho fino são as justiças dos santos” (Ap ig.8). O “vencedor será assim vestido de vestiduras brancas" (Ap 3.5).

 

Está chegando a hora do Noivo vir buscar a sua Noiva. As Bodas do Cordeiro são a coroação do amor de Jesus Cristo por sua Igreja: "[...] Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para a santificar, purificando-a com a Lavagem da água, pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível" (Ef 5.25-27).

 

3. Um chamado especial.

Apocalipse 19.9 afirma que felizes serão todos aqueles que foram chamados à ceia das Bodas do Cordeiro. Esse evento retrata não apenas a união entre o Cordeiro e a Igreja, mas também a posição elevada que será conferida aos santos, de todos os tempos, uma vez que foram transformados na imagem de Cristo (2 Co 3.18).

 

Assim como uma moça se alegra com seu marido em sua noite de núpcias, nós também nos alegraremos em ver a união do Cordeiro com a sua Noiva.

SUBSÍDIO

"As Bodas do Cordeiro

João descreveu o que Deus Lhe mostrou em uma visão: ‘Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demo-lhes glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou' (Ap 19.7).

  

O anfitrião deste casamento será Deus Pai. Ele é descrito preparando a cerimónia e enviando seus servos para chamar os convidados (Lc 14.16-23). O noivo é Jesus Cristo, o Filho amado do Pai. Em João 3.27-30, João Batista referiu-se a Jesus como ‘esposo1 e a si mesmo como o ‘amigo do esposo'. Em Lucas 5-32-35. Jesus, em uma alusão a sua morte, disse: 'Dias virão, porém, em que o esposo Lhe será tirado, e, então, naqueles dias, jejuarão.'

 

A identidade da noiva também é evidente. O apóstolo Paulo, a respeito da Igreja, escreveu:'[...] Porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo’ (2 Co 11.2). Posteriormente, aos Efésios, ele escreveu: 'Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela' (Ef 5.25).

 

O Novo Testamento retrata o relacionamento entre Cristo e a Igreja segundo as características de um típico casamento no Oriente Médio. Tais casamentos consistiam em três estágios distintos: o noivado, a apresentação e a celebração" (LAHAYE, Tim (Ed.). Enciclopédia Popular de Profecia Bíblica. Rio de Janeiro: CPAD, 2008. pp. 105.106).


CONCLUSÃO

O Esposo, que pagou um alto preço - preço de sangue - pelo dote da Esposa, agora, depois de apresentá-la a si mesmo sem mácula, nem ruga, desfrutará de sua companhia eternamente.


HORA DA REVISÃO

O que acontecerá depois do Tribunal de Cristo?

 

O que acontecerá depois do Tribunal de Cristo?

As Bodas do Cordeiro.

Segundo a Lição, como Jesus é apresentado no Novo Testamento?

Ele é apresentado como o Noivo.

Quem é a Noiva de Cristo?

A Igreja do Senhor Jesus.

Na parábola das dez virgens, qual o significado do azeite?

O azeite é símbolo do Espirito Santo.

O que Jesus queria ensinar com a parábola das dez virgens?

VEJA TAMBÉM:

Escola Dominical – Clique Aqui

Estudos Bíblicos – Aqui

Subsídios Dominical – Aqui

E-books – Aqui

Auxílios para a Escola Dominical
Receba Lições, Artigos e Subsídios! É Grátis. Digite seu E-mail e em seguida abra o seu e-mail e clique em nosso link de confirmação:

Jesus queria ensinar a respeito da necessidade de estarmos preparados para o encontro com Ele todos os dias das nossas vidas, pois não sabemos quando esse encontro se dará.


Imagens de tema por gaffera. Tecnologia do Blogger.