FECHAR


SUBSÍDIO 10: O Ministério de Mestre ou Doutor

Subsídio Bíblico para a Lição dos Adultos (CPAD).  2° Trimestre de 2021

🔥 Subsídios Bíblico Completos Aqui

🔥 Lições Bíblicas Completas Aqui

Apóstolos e evangelistas têm a tarefa específica de plantar a Igreja em cada lugar, profetas a de trazer uma palavra específica de Deus para uma dada situação.  Os pastores e mestres são dotados para assumirem a responsabilidade pela edificação da Igreja dia a dia.

Veja a lição deste subsídio, Toque Aqui

I. O CONCEITO DE MESTRE.

O termo mestre vem do grego “didáskalos” (Ef 4.11)”, significa no Novo Testamento, alguém que ensina a respeito das coisas de Deus. Mestres são homens que receberam poder de Deus para explicar o que a Bíblia diz, interpretar o sentido da Palavra e aplicá-la ao coração e à consciência dos santos.

 

No Novo Testamento, o substantivo didáskalos é usado, de maneira geral, para indicar qualquer tipo de professor, de assuntos religiosos ou não (Mt 10.24; Lc 6.40; Rm 2.19,20; Hb 5.12), que é termo grego equivalente ao termo hebraico rabi, que significa meu mestre (Mt 8.19; 12.38; 19.16; 22.16,36).


1. Pastor e Mestre.

Há quem pense que os dois últimos itens se referem a um só dom, devendo ser traduzido “pastores mestres” já que as palavras pastores e mestres estão unidas nesse versículo. Porém não é necessariamente assim, pois um homem pode ter o dom de ensinar sem ter o coração de pastor.

 

E um pastor pode ser hábil na palavra de Deus sem ter o dom de ensinar. Se pastores e mestres são as mesmas pessoas no versículo 11, então, pela mesma regra gramatical, apóstolos e profetas também são (Ver Ef 2.20).

 

2. O valor do ministério de Mestre.

Até certo ponto, o pastor tem um ministério acompanhado do ensino.  Ele  pode  exercer  as  duas funções. Entretanto, a função de "mestre" é específica no ministério cristão, que é ensinar a Palavra de Deus de forma lógica.

 

Pelo fato de ser um ministério dado por Jesus, o Espírito Santo atua de maneira poderosa no sentido de aclarar as verdades divinas ensinadas aos crentes. O mestre podia ser ministro itinerante pelas igrejas. Seu trabalho era junto às almas ganhas pelos evangelistas e apóstolos. O Novo Testamento destaca Apolo como exímio ensinador; ele andava pelas igrejas ministrando a Palavra de Deus (At 18.27; 1 Co 16.12; Tt 3.13).

 

É um ministério de extremo valor, mas pouco reconhecido, ou, então, prejudicado pelo sistema de governo de nossas igrejas, que, por não reconhecerem a importância de tal ministério, obrigam o "mestre" a pastorear. E como obrigar um lavrador a fazer o trabalho do alfaiate.

 

3. É preciso reconhecer a importância do mestre.

Igrejas sem mestres são igrejas fracas espiritualmente. Por isso, deve-se reconhecer a importância e a necessidade do ministério do ensino. E através do ensino sadio e racional, inspirado pelo Espírito Santo, que a igreja se justifica contra as falsas doutrinas e se fortifica contra os ataques espirituais de Satanás.

 

Quando os evangelistas realizam cruzadas, os ensinadores devem ser acionados para fortalecer a fé dos novos convertidos. Uma igreja não vive só de pregações; precisa também de ensino constante e firme (Cabral, Elienai. Comentário Bíblico: Efésios. 3ª Ed. – Rio de Janeiro: Casa Publicadora das Assembléias de Deus, 1999).

🛑 Obs. A continuação deste conteúdo está na Revista Cristão Alerta.

👉Clique Aqui


🔍PÁGINAS👇INDICADAS🔍

  • ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
  • SUBSÍDIOS BÍBLICOS
  • ESTUDOS BÍBLICOS
  • CURIOSIDADES BÍBLICAS
  • AUXÍLIOS PARA PROFESSORES EBD
  • FAZER PESQUISAS
  • Bem Vindo (a) a nossa Loja de E-books e Apostilas

    Informações Aqui
    ***
    ***
    ***

    Informações Aqui

    ***

    Informações Aqui

    ***

    Informações Aqui

    ***

    Informações Aqui

    ***

    Informações Aqui