FECHAR


Subsídio Lição 11: A Teologia de Eliú: O Sofrimento É uma Correção Divina?

Subsídio Bíblico para a Lição dos Adultos (CPAD). LIÇÃO 11 | 4° Trimestre de 2020 | Fonte: Revista Cristão Alerta

I. QUEM ERA ELIÚ.

No hebraico, Eliú significa “Ele é o meu Deus” ou então “Meu Deus é Pai”. Existem outros personagens, além daquele do livro de Jó, no Antigo Testamento, como o nome de Eliú.  Vejamos.

1. Um filho de Toú e avô de Elcana, pai de Samuel (1 Sm 1.1).

Aparentemente, ele também era conhecido como Eliabe, segundo se vê em 1 Cr 6.27 e por Eliel, em 1 Cr 6.34, visto que, nas listas de nomes que ali aparecem, esses nomes correspondem à posição ocupada por ele. Os eruditos pensam que Eliú era o seu verdadeiro nome e que os outros dois eram apenas variantes escribais.

 

2. Um chefe ou capitão da tribo de Manassés, que seguiu Davi a Ziclague pouco antes da batalha de Gilboa e que o ajudou a derrotar os amalequitas (1 Sm 30.1-20). Ver 1 Cr 12.20, o único trecho bíblico onde ele é mencionado. Viveu em torno do ano 1000 A.C.

 

3. Um membro da família de Obede-Edom e que era porteiro do tabernáculo durante o reinado de Davi (1 Cr 26.7).

 

4. Um homem desse nome teria sido um dos irmãos de Davi, podendo ser identificado com o Eliabe de 1 Samuel 16.6. Ver 1 Cr  27.18. Foi um dos líderes da tribo de Judá.

 

5. Eliú do livro de Jó.

Eliú é descrito (Jó 32.2) como ‘filho de Baraquel, o buzita, da família de Rão”. Isso pode significar que ele descendia de Buz. Ele vivia perto de Edom, pois Buz (Gn 22.21) era irmão de Uz (Jó 1.1) e arameu (Gn 11.26-32). Buz em Jr 25.23 era o nome de uma localidade de Edom.

 

II.  OS DISCURSOS DE ELIÚ.

 

Os discursos de Eliú, assim, serviram para preparar o caminho para a interposição do próprio Deus, caps. 38—41.

1. Jó Caps. 32—33. O primeiro discurso de Eliú.

2. Jó Cap. 34. O segundo discurso de Eliú.

3. Jó Cap. 35. O terceiro discurso de Eliú.

4. Jó Caps. 36 — 37. O quarto discurso de Eliú.

 

1. O teólogo Eliú.

 O pastor Claudionor define o teólogo nas seguintes palavras: “O teólogo não é propriamente aquele que sistematiza uma doutrina; é aquele que, iluminado pelo Espírito Santo, compreende a revelação divina, e a transmite em sua inteireza”.

 

2. A teologia de Eliú.

 

Os quatro pilares da Teologia de Eliú.

1. Deus vigia e protege os justos.

2. Se os justos cometem uma transgressão, ele os faz saber que agiram errado.

3. Se aceitarem a vara da disciplina, ele os restaura.

4. Se persistirem no erro, irão sofrer certamente as consequências.

 

A teologia de Eliú, em relação a Jó, pode ser resumida assim: “Deus está usando o sofrimento de Jó para moldá-lo e treiná-lo”.

 

Em relação ao sofrimento humano o Comentarista bíblico Warren W. Wiersbe, destaca que:

Os amigos de Jó haviam argumentado que seu sofrimento era prova de que Deus o estava castigando por seus pecados, mas Eliú argumenta que, por vezes, Deus permite que soframos a fim de evitar que pequemos. Em outras palavras, o sofrimento pode ser preventivo e não punitivo (ver a experiência de Paulo relatada em 2 Co 12.7-10). Deus faz todo o possível para nos guardar do pecado e da cova da morte - o que comprova sua graça e bondade para conosco (Jó 33.24).

 

O propósito de Deus com a disciplina é salvar as pessoas da morte (Tg 5.19, 20), quebrando seu orgulho e trazendo-as de volta a uma posição de obediência (Jó 33.17, 18)”.

🛑 Obs. A continuação deste conteúdo está na Revista Cristão Alerta.

👉Clique Aqui

📝 SUBSÍDIOS | 🔥 ADULTOS | 📚 ARTIGOS | 💢 JOVENS

Auxílios para a Escola Dominical
Receba Lições, Artigos, Vídeos e Subsídios! É Grátis. Digite seu E-mail e em seguida abra o seu e-mail e clique em nosso link de confirmação: