Subsídios Bíblico – Veja o Vídeo

Subsídio Lição 8 - O Início da Civilização Humana


Subsídio bíblico para a Escola Dominical - classe dos Adultos. Subsídio para a Lição: 8 | Revista do 1° trimestre de 2019 | Fonte: E-book Subsídios EBD Vol. 19 | VEJA aqui OS SUBSÍDIOS.
TEXTO ÁUREO
“E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu e teve a Enoque; e ele edificou uma cidade e chamou o nome da cidade pelo nome de seu filho Enoque.” (Gn 4.17)

1. O que é Civilização?
O termo “civilização” vem do latim civis, “cidadão”. Originou-se na França, tendo sido usado pela primeira vez em 1756. O termo envolve a ideia, de modo geral, do progresso do homem desde as formas primitivas até as formas aprimoradas.[1]

A civilização é o estágio da cultura social e da civilidade de um agrupamento humano caracterizado pelo progresso social, científico, político, econômico e artístico.[2]


2. O início da civilização humana.
A civilização humana teve início quando Adão recebeu Eva como esposa (Gn 2.18-25). A partir daí, não somente a família, mas a nação, o povo e o Estado tornaram-se possíveis (Gn caps. 5 e 10).

A primeira civilização (a qual, finalmente, pereceu no dilúvio) teve início com Adão e Eva e se desenvolveu com o seu filho Caim, em um local que a Bíblia o identifica como “terra de Node, da banda do oriente do Éden[3]” (Gn 4.16-17). O texto apresenta-nos Caim como o primeiro homem a estabelecer uma comunidade urbana (Gn 4.17).
Em Gênesis 4.17, faz referência a esposa de Caim, aí muitos fazem a velha pergunta: Onde Caim conseguiu uma esposa? Esta pergunta é respondida quando nos lembramos de que:

“Adão e Eva tiveram vários filhos. Eles receberam a incumbência “enchei a terra” (Gn 1.28), sendo assim, a esposa que Caim escolheu pode ter sido uma de suas irmãs ou uma sobrinha. A raça humana ainda era geneticamente pura, e não havia temor de efeitos colaterais resultantes do casamento entre parentes”.[4]

SAIBA MAIS:

Lições de Adultos

Lições de Jovens

3. Mesopotâmia: o berço da civilização.
A estreita faixa de terra localiza-se entre os rios Tigre e Eufrates[5], no Oriente Médio, onde atualmente é o Iraque, foi chamada na Antiguidade, de Mesopotâmia, que significa “entre rios” (do grego, meso = no meio; potamos = rio). Essa região foi ocupada, entre 4.000 a.C. acerca de 539 d.C., por uma série de povos, que se encontraram e se misturaram, empreenderam guerras e dominaram uns aos outros, formando o que denominamos povos mesopotâmicos.[6]

LEIA MAIS AQUI



[1] CHAMPLIN, R.N. Ph.D. Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia. 11ª edição de 2013 -Ed. Hagnos.
[2] <https://www.dicionarioinformal.com.br/diferenca-entre/civiliza%C3%A7%C3%A3o/humana/> (Acesso em Novembro de 2019)
[3] “O jardim do Éden estava localizado perto da planície aluvial do rio Tigre e do rio Eufrastes. Alguns acreditam que estava localizado na região correspondente ao atual sul do Iraque; outros sustentam que não há dados suficientes no relato bíblico.
[4] Bíblia de Estudo Cronológica Aplicação Pessoal, 1ª Edição de 2015 - CPAD.
[5] O rio Eufrates tem cerca de 2.700 quilômetros de extensão. Ele nasce nas montanhas a leste da Turquia e desce para o sudeste, atravessando a Síria e o Iraque. O Eufrates corre paralelo ao Tigre até que os dois rios se encontram, no sudeste do Iraque. Juntos, eles formam o rio chamado Shatt Al-Arab, que deságua no golfo Pérsico (https://escola.britannica.com.br/artigo/rio-Eufrates/481250 (Acesso em Novembro de 2019).
[6] < https://www.sohistoria.com.br/ef2/mesopotamia/> (Acesso em Novembro de 2020)

Estudo Publicado em Subsídios EBD – Site de Auxílios Bíblicos e Teológicos para Professores e Alunos da Escola Dominical.