Subsídios Bíblicos para a Escola Dominical 👇👇

Lição 7- Quem é o Espírito Santo?


- REVISTA JUVENIS PROFESSOR 1º TR. DE 2018
- Título do Trimestre: Avivamento para a Juventude
- Classe: de 15 a 17 anos – Juvenis
- Editora: CPAD
- Comentarista: Rafael Luz
- Reverberação: Subsídios EBD
LEITURA DIÁRIA
SEG. At 5.3,4: O Espírito Santo é Deus
TER. Ef 4.30,31: Cuidado para não entristecer o Espírito Santo
QUA. Tg 4.5: O Espírito Santo tem ciúme de nós
QUI. Gn 1.2: O Espírito Santo na Criação
SEX. 1Co 6.19: Seu corpo é templo do Espírito Santo
SAB. Rm 8.26,27: O Espírito Santo Intercede por nós
OBJETIVOS
- Conhecer a respeito da pessoa e obra do Espírito Santo.
- Reconhecer os símbolos do Espírito Santo.
- Compreender que somos templo do Espírito Santo.
REFLEXÃO BÍBLICA
"E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre" (Jo 14.16).
SINTETIZANDO
Nesta lição, vamos estudar a respeito da doutrina do Espírito Santo, também conhecida como pneumatologia. Trataremos a respeito da pessoa e a obra da Terceira Pessoa da Trindade, sua revelação através dos símbolos e sua ação santificadora nas nossas vidas. Veremos que o Espírito Santo é Deus e que nosso corpo é sua morada.
LEIA TAMBÉM:
- Lições Bíblicas de Jovens – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
- Lições Bíblicas de Adultos – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
- Lições Bíblicas Juvenis - – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
João 16.7-14
7 Todavia digo-vos a verdade, que vos convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei.
8 E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.
9 Do pecado, porque não creem em mim;
10 Da justiça, porque vou para meu Pai, e não me vereis mais;
11 E do juízo, porque já o príncipe deste mundo está julgado.
12 Ainda tenho muito que vos dizer, mas vós não o podeis suportar agora.
13 Mas, quando vier aquele, o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir.
14 Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar.
INTRODUÇÃO
O Espírito Santo é a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Sua obra é maravilhosa e indispensável na história da humanidade e, em particular, na vida do crente. Em pleno século XXI, torna-se imprescindível falar a respeito do Espírito Santo, pois além de ser Deus onipotente, onisciente, onipresente, eterno, transcendente e possuidor de todos os outros atributos da divindade, o Consolador celestial está bem próximo de nós. Ele habita dentro do homem regenerado - somos moradas do Espírito Santo. Tal constatação deve gerar em nós um santo temor e uma imensa alegria.
 
A AULA VAI COMEÇAR!
Para a aula de hoje você vai precisar de folhas de papel ofício e lápis. Depois de orar e dar início a aula, faça a seguinte dinâmica: distribua a folha e o lápis. Depois peça que de olhos fechados eles desenhem, um sol, uma nuvem, alguns pássaros voando, árvores e flores. Depois de terminado os desenhos, peça aos alunos para abrirem os olhos e verem a "obra de arte" que fizeram. Em seguida, pergunte como foi a experiência, a dificuldade ou facilidade de realizarem a tarefa com os olhos fechados. Conclua afirmando que por mais organizados ou inteligente que sejamos, nos precisamos da ajuda, da orientação e da presença do Espírito Santo em nossa vida nos auxiliando, caso contrário ficará sempre algo fora do lugar. Sem o Espírito Santo em nossas vidas é como caminhar com os olhos vendados.

1. UMA PESSOA DIVINA
O Espírito Santo, longe de ser uma força impessoal ou uma energia cósmica, deve ser entendido como a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade.

Em toda Bíblia percebemos sua santa presença e poderosa manifestação. No Antigo Testamento o enxergamos na criação do universo (Gn 1.2; Si 104.30), na formação do homem (Jó 27.3; 33.4), na vida dos profetas sacerdotes, reis e juízes (2 Sm 23.2; Mq 3.8; Mt 22.43,44). Já no Novo Testamento, ovemos participando ativamente no nascimento e vida de Jesus Cristo (Lc 1.35; 4.1). Na história da igreja primitiva e na escolha e consagração de obreiros locais (At 13.2). Ele inspirou e supervisionou toda a construção das Sagradas Letras (2 Tm 3.16; 2 Pe 1.21).

Nas Escrituras, diversos nomes são atribuídos ao Espírito Santo. Estes nomes o identificam como Deus. Observe alguns dos nomes dEle: Espírito de Deus (Gn 1.2), Espírito do Senhor (Lc 4.18; At 5.9), Espírito do Senhor Deus (Is 61.1), Espírito de Cristo (Rm 8.9), Espírito de Jesus (At 16.7), Espírito do nosso Deus (1Co 6.11), Espírito do Deus vivente (2 Co 3.3) e "Espírito daquele que ressuscitou a Jesus dentre os mortos" (Rm 8.11).

O Espirito Santo é uma Pessoa Divina, possuidor de personalidade, intelecto, vontade e sentimento. As Escrituras revelam que Ele possui conhecimento (Co 2.11), vontade (1Co 12.11), inteligência (Rm 8.27). Ele ama (Gl 5.22), fala (Ap 2.7), guia (Jo 16.13) dá testemunho de Jesus (Jo 15.26), ensina e instrui na verdade (1Co 2.13) É passível de tristeza (Ef 4.30) e intercede por nós (Rm 8.26). O bendito Espírito Santo é o outro consolador prometido por Jesus que seria nosso professor supremo (Jo 14.16).


AÇÃO TÓPICO 1
Pergunte aos alunos: "Quem é o Espírito Santo?" "Uma força? "Uma influência? Ouça-os deixe-os à vontade para que respondam e assim participem da aula ativamente. Explique que segundo a Palavra de Deus, Ele não é uma força ou urna influência. Ele é uma pessoa. O Espírito Santo é a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Não podemos contestar sua divindade.



2. SÍMBOLOS DO ESPÍRITO SANTO
A Bíblia está repleta de símbolos. Por intermédio destes podemos conhecer melhor uma verdade. Tratando-se do Espírito Santo, os símbolos utilizados em sua referência, conforme comentou o pastor Stanley Horton "são chaves para o entendimento de sua obra em nosso favor". Ou seja, através dos símbolos temos condições de conhecer mais e melhor tanto a pessoa quanto a obra do Espírito Santo.

Nas Escrituras, os principais símbolos bíblicos do Espírito Santo são: Água (Is 44.3; Jo 737-39), Ele é a fonte da água viva. A água representa o novo nascimento em Cristo, limpeza, vida, essencial para a purificação. Fogo (At 2.3) nos fala de purificação, juízo, aprovação e poder. O óleo (At 10.38; Hb 1.9) nos lembra a unção, cura, alívio, conforto. Pomba (Jo 1.32) esta representa simplicidade, doçura, amabilidade, suavidade, inocência, mansidão, paz. Selo (Jo 10.14) indica possessão, propriedade exclusiva, segurança, autoridade; Ele é a nossa garantia.

AÇAO TÓPICO 2
Pergunte aos alunos o que é um símbolo e qual sua utilidade. Após diga-lhes que um símbolo, segundo o Dicionário Michaelis é "qualquer coisa usada para representar outra, especialmente objeto material que serve para representar qualquer coisa imaterial". Em seguida peca que citem alguns símbolos do Espírito Santo.
 
3. O ESPIRITO SANTO E A SANTIFICAÇÃO
Segundo um importante expoente da pregação bíblica, o Espírito Santo é chamado de “Santo”. devido sua obra especial de "produzir santidade e ordem em tudo o que Ele faz na aplicação da obra salvadora de Cristo" Assim sendo, podemos concluir que sua obra é fazer de nós um povo santo, separado e dedicado a Deus. Pois, existe uma exigência divina sobre nós de sermos santos porque Ele é santo (Lv 1144).

A santificação operada pelo Espírito Santo em nós inclui três aspectos: o primeiro é o que chamamos de santificação definitiva; o segundo é a santificação progressiva, que se refere ao processo contínuo de separação do pecado ao longo de toda nossa vida, e o terceiro diz respeito a santificação plena, a qual obteremos somente no céu quando seremos livres da presença do pecado.

O Espírito Santo nos aperfeiçoa e nos torna semelhantes a Cristo. Razão pela qual não precisamos o restringir (1Ts 5.19), antes devemos andar em Espírito para não cumprirmos as vontades da carne (G15.16-25). Pois aquele que é de Deus tem o Espírito Santo que o santifica, tendo em vista que sem santificação ninguém verá a Deus (Hb 12.7). Pois, somente os limpos de coração o verão (Mt 5.8).
ACAO TÓPICO 3
Inicie esse tópico fazendo as seguintes perguntas: "Vocês sabem o que é santificação?" "O que vocês têm feito para se santificar?" "É importante a santificação?" Após, diga-lhes que santificar "é por à parte, separar, consagrar ou dedicar uma coisa ou alguém para uso estritamente pessoal".

4. MORADA DO ESPÍRITO SANTO
Não há nada mais maravilhoso, e ao mesmo tempo tão sério, do que saber que o nosso corpo é templo do Espírito Santo (1Co 619), Ou seja, tudo o que fazemos e onde quer que vamos, jamais iremos ou estaremos sozinhos, pois o Espírito Santo está em nós. Tal constatação é muito preciosa, pois expressa a ideia de que temos um amigo invisível, porém real, ao nosso lado todos os dias.

A habitação permanente do Espírito Santo na vida do crente deve promover tanto uma consciência quanto uma responsabilidade e temor, pois aquilo que realizamos com nosso corpo, o Espírito Santo está envolvido. Você não é uma casa abandonada, sem cuidado ou dono. Você é morada do Espírito Santo. Razão pela qual deve cuidar de sua saúde física, mental, emocional e espiritual.

AÇÃO TÓPICO 4
Pergunte a seus alunos: "Vocês são casas habitadas ou casas abandonadas?" "Possuem um dono ou são donos de si mesmo?" O "Espírito Santo é um visitante ou um habitante em vocês?"

SUBSÍDIO 1
O Espírito Santo e a santificação
"[...] Hoje, o agente atívo na santificação é o Espírito de Deus. [...l A santificação é o processo mediante o qual Deus está purificando o mundo e os seus habitantes. Seu alvo derradeiro é que tudo, tanto as coisas animadas quanto as inanimadas, sejam purificadas de qualquer mancha de pecado ou de impureza. Com essa finalidade. Ele tem proporcionado os meios de salvação mediante Jesus Cristo.
 
A tarefa do Espírito Santo na presente etapa da história da salvação é quádrupla:
(1) levar o mundo à convicção.
(2) purificar o crente mediante o sangue de Cristo, no novo nascimento,
(3) tornar real na vida do crente o pronunciamento jurídico da justificação já feita por Deus e
(4) revestir o crente de poder, a fim de que este possa ajudar no processo de santificação de outras pessoas por meio
(a) da proclamação do Evangelho ao descrente e
(b) da edificação do crente.

[...] A definição de Millard Erickson (sobre a santificação): "É uma continuação do que foi começado na regeneração, quando então uma novidade de vida foi conferida ao crente e instilada dentro dele. Em especial, a santificação é a operação do Espírito Santo que aplica à vida do crente a obra feita por Jesus Cristo" (HORTON, Stanley (Ed.). Teologia Sistemática: Uma Perspectiva PentecostaL Rio de Janeiro: CPAD, 2010, pp. 405. 07, 08).

SUBSÍDIO 2
Como Consolador
[...] A obra do Espírito Santo como Consolador inclui o seu papel como Espírito da Verdade que habita em nós (Jo 14.16; 15.26). como Ensinador de todas as coisas, como aquele que nos faz lembrar tudo o que Cristo tem dito (14.26), como aquele que dará testemunho de Cristo (15.26) e como aquele que convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo (16.8). Não se pode subestimar a importância dessas tarefas. O Espírito Santo, dentro de nós, começa a esclarecer as crenças incompletas e erróneas sobre Deus, sua obra, seus propósitos, sua Palavra, o mundo, crenças estas que trazemos conosco ao iniciarmos nosso relacionamento com Deus. Conforme as palavras de Paulo, é uma obra vitalícia (1Co 13.12). Claro que a obra do Espírito Santo é mais que nos consolar em nossas tristezas; Ele também nos leva à vitória sobre o pecado e sobre a tristeza. O Espírito Santo habita em nós para completar a transformação que iniciou no momento de nossa salvação. Jesus veio para nos salvar dos nossos pecados, e não dentro deles. Ele veio não somente para nos salvar do inferno no além. Veio também para nos salvar do inferno nesta vida terrestre - o inferno que criamos com os nossos pecados. Jesus trabalha para realizar essa obra por intermédio do Espírito Santo" (HORTON, Stanley (Ed.). Teologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD. 2010, pp. 397,98).

CARO PROFESSOR, você pode contar com a ajuda do Consolador em suas aulas. Sim, Ele deseja ajudá-lo, trazendo a sua mente ideias e recursos que vão contribuir para a aprendizagem de seus alunos.
PARA CONCLUIR
O Espírito Santo é a Terceira Pessoa da Trindade. Quem tem o Espírito Santo tem tudo. Faça de tudo para alegrá-lo e jamais se esqueça que Ele habita dentro de você. Como escreveu Jonh Wesley: “Sem o Espírito Santo de Deus não podemos fazer nada, a não ser acrescentar pecado sobre pecado”.

HORA D REVISÃO

1. O Espírito Santo é uma pessoa ou uma força?
R: O Espírito Santo, segundo a Bíblia, é uma Pessoa Divina - possuidor de personalidade - tem intelecto, vontade e sentimento.

2. Segundo um importante expoente da Bíblia, por que o Espírito Santo é chamado "santo"?
R: O Espírito Santo é chamado de "Santo", devido sua obra especial de "produzir santidade e ordem em tudo o que Ele faz na aplicação da obra salvadora de Cristo".

3. Qual é a obra do Espírito Santo em nós?
R: Nos santificar, pois sem santidade ninguém verá o Senhor.

4. Quais são os três aspectos da santificação do Espírito Santo operada em nós?
O primeiro é o que chamamos de  santificação definitiva; o segundo é a santificação progressiva e o terceiro diz respeito a santificação  plena, a qual obteremos somente ( no céu quando seremos livres c presença do pecado.

5. Quem é o Espírito Santo para você?'
Resposta pessoal