FECHAR


Como evangelizar um Judeu

Quando da evangelização de um judeu, o ganhador de almas deve estar ciente do seguinte:
1. É uma tarefa difícil
- Devido às tradições nas quais o judeu é criado desde a infância.
- Devido à concepção judaica em relação à fé cristã, especialmente sobre o caráter messiânico de nosso Senhor Jesus Cristo.
- Porque o judeu invocará as tradições dos rabinos e suas interpretações do Antigo Testamento.
CLIQUE E LEIA TAMBÉM:

- Porque terá de pagar um alto preço para receber a Cristo. Tal atitude poderá significar completo desligamento de sua família e amigos íntimos. Portanto, ele terá receio do desprezo ou apatia dos seus.

2. A melhor maneira de evangelizar um judeu é usar o método correto
Métodos errados somente tenderão a aumentar o prejuízo e a oposição que o evangelizador encontrará.
Lidar com o Novo Testamento não ajudará a evangelização de um judeu, a não ser em circunstâncias extraordinárias. O ganhador de almas deverá usar o Antigo Testamento quando falar com um judeu.
No método do apóstolo Paulo, conforme relatado em 1 Coríntios 9.20, três lições podem ser observadas em relação à sua maneira de atingir as almas:
- a paixão divina como a motivação principal (Rm 9.1-3);
- sua vida de oração incessante para a salvação do seu próprio povo (Rm 10.1);
- sua adaptabilidade (1Co 9.20).
O evangelizador deverá seguir o mesmo método.
3. Os evangelizadores especialmente treinados serão bem sucedidos
Um judeu praticante certamente saberá a história de seu próprio povo, juntamente com suas tradições e particular interpretação das Escrituras.
Evangelizadores especialmente treinados com relação a estes aspectos, e com outros já apresentados neste estudo, terão a expectativa de bênçãos sobre o seu ministério pessoal com os judeus.

4. O uso correto das Escrituras do Antigo Testamento
4.1.   Para provar que Jesus é o Messias prometido, use as seguintes passagens:
Isaías 53 — 0 caráter messiânico de Jesus é rejeitado pelos judeus, principalmente pelos aspectos de sua humilhação e sofrimento. Porém, este capítulo pode ser usado para provar de maneira conclusiva que o Messias seria manifestado como um Messias sofredor, que seria “desprezado e rejeitado”, “indigno”, “aflito”, “oprimido” e “moído”. Ele também seria “ferido pelas nossas transgressões”.
Salmos 22 e 69, e outras passagens reconhecidamente messiânicas, como Daniel 9.24-26 — compare com Isaías 53 para mostrar que o Messias já veio para sofrer e para “ser tirado” ou “cortado”.
Salmos 118.22-24 refere-se à pedra rejeitada. Esta referência serve para indicar a revelação do Antigo Testamento com relação aos 2 caminhos do Messias: o primeiro, para ser desprezado e rejeitado; o segundo, para reinar em triunfo.

4.2.   Para mostrar o domínio do Messias
-        Use passagens como: Salmos 2.7; 110.1; Isaías 9.2.
-        Deuteronômio 6.4 será indubitavelmente uma boa referência para mostrar que a palavra Elohim, mencionada no versículo em apreço, para nós é plural. A palavra hebraica Echad, traduzida como um, é a mesma em Gênesis 2.24, onde Adão e Eva, não obstante serem duas pessoas, são mencionados como sendo “uma carne”. Outras referências que podem ser usadas neste aspecto são as seguintes: Gênesis 1.26; 3.22; 11.7; Isaías 6.8; Jeremias 10.10.

4.3.   Mostre que o Messias viria antes do ano 70
Isso é indicado e pode ser concluído pela profecia de Gênesis 49.10.
O cetro não se apartará de Judá. Porém, quando o general romano Tito invadiu Jerusalém, cumpriu-se a profecia de Lucas 21.20-24 e então os judeus foram levados cativos para todas as nações.

5. Principais desculpas que o ganhador de almas receberá de um judeu
5.1.   Nós, os judeus, não podemos crer em três deuses
Diante desta desculpa, mencione o seguinte:
- Os crentes cultuam um único Deus (1Co 8.6; 1Tm 2.5).
- O Deus em quem nós cremos é composto de três pessoas (Gn 1.26; 3.22; 11.7; Is 6.8), ou seja, o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
- A palavra Elohim é usada em Gênesis 1.1, e em muitas outras passagens do Antigo Testamento, para expressar pluralidade de pessoas. Portanto, todas as vezes que um judeu pronunciar Elohim está dizendo “Deuses”.
- A palavra Echad (único), referente a Deus em Deuteronômio 6.4, indica uma unidade composta. Esta unidade é formada pelas três pessoas divinas.
- As três pessoas divinas são mencionadas no Antigo Testamento: o Pai (Is 63.16; Ml 2.10); o Filho (SI 45;67; Is 11.1,2; 48.16; 61.1); o Espírito Santo (Gn 1.2; Is 11.1,2; 48.16; 61.1).
- Prenúncios da Trindade são indicados no Antigo Testamento (ver tríplice bênção em Nm 6.24-26 e tríplice doxologia em Is 6.3).

5.2.   Deus não pode ter nenhum filho
Cite as referências abaixo:
“...Tu és meu Filho; eu hoje te gerei” (SI 2.7).
“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros, e o seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” (Is 9.6).
“... e qual é o nome de seu filho...?” (Pv 30.4)

5.3.   O Messias não é Deus
Use as seguintes passagens:
“O seu nome será: ... Deus Forte...” (Is 9.6).
“Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que levantarei a Davi um Renovo justo; sendo rei, reinará, e prosperará... e este será o nome com que o nomearão: O Senhor, Justiça Nossa” (Jr 23.5,6).
“E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre milhares de Judá, de ti me sairá o que será Senhor em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade” (Mq 5.2).

5.4.   Não podemos crer em um nascimento virginal
Use as seguintes referências:
“...eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel” (Is 7.14).
Mostre que o Messias nasceu de uma virgem para cumprir a promessa mencionada em Gênesis 3.15 e Isaías 9.6.

5.5.   O homem não herda uma natureza de pecado
Use as seguintes referências:
-Todos os sucessores de Adão caíram (Gn 5.3; 6.5).
- O coração do homem é corrupto (SI 68.18; Jr 17.9,10).
-Todos deliberadamente se desviaram (Is 53.6).
-Todos se fizeram imundos (SI 14.2,3; Is 64.6).
5.6.   A salvação se obtém somente por obras
Cite as passagens:
- Abraão foi justificado pela fé (Gn 15.6).
- Bem-aventurados os que creem (SI 2.11,12).
- Salvação pelas obras é um caminho enganoso (Pv 14.12).
- O sangue do cordeiro garantia libertação (Êx 12.13), e Jesus é o Cordeiro prometido (Gn 22.8).
- Desde que a lei foi dada por Deus não houve quem a cumprisse (SI 14.2,3). Portanto, querer ser justificado pelas obras da lei é ficar debaixo da maldição (Dt 27.26).

5.7.   Se eu crer em Jesus, os amigos passarão a me perseguir
Mencione as passagens abaixo:
“O receio do homem armará laços, mas o que confia no Senhor será posto em alto retiro” (Pv 29.25).
“Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite” (SI 1.1,2).

5.8.   Não posso deixar as minhas amizades
Use as seguintes referências:
“Filho meu, se os pecadores, com blandícias, te quiserem tentar, não consintas... desvia o teu pé das suas veredas” (Pv 1.10-15).
“A alma farta pisa o favo de mel, mas à alma faminta todo amargo é doce” (Pv 27.7).
“Não tenhas inveja dos homens malignos, nem desejes estar com eles” (Pv 24.1).
“O receio do homem armará laços...” (Pv 29.25).
“... o companheiro dos tolos será afligido” (Pv 13.20).
“Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios...” (SI 1.1,2).
5.9.   Deus é bom demais para condenar Ver as referências:
-        Deus não tem prazer na morte do ímpio (Ez 18.29-32).
-        Somente a conversão livrará o homem da condenação (Ez 33.11).
-        Deus condenou a geração antediluviana (Gn 6.5-7).
-        Deus condenou as cidades de Sodoma e Gomorra (Gn 19.24,25).
-        O homem que não se converter será condenado (SI 7.12).
-        Os maus atos do homem o levarão à condenação (Jr 2.19).

5.10. Não é possível ter certeza da salvação Use as passagens abaixo:
- Deus está pronto a desfazer todas as transgressões (Is 44.22).
- Deus está pronto a apagar os pecados e não se lembrar mais deles (Is 43.25).
- Pode perdoar os piores pecados (Is 1.18).
- É uma bem-aventurança concedida por Deus ao homem (SI 32.1).
- Para ter o perdão dos pecados é necessário uma conversão total a Deus (Is 55.7), acompanhada de confissão (SI 32.5) e humilhação (2 Cr 7.14).

6.      Mostre que o Novo Testamento é tão inspirado quanto o Antigo
Existem aproximadamente 910 citações do Antigo Testamento no Novo:
Mateus - 91 Marcos - 41 Lucas - 60 João - 44 Atos - 66
Romanos - 87 1 e 2 Coríntios - 66 Gálatas - 17 Efésios - 10 Filipenses - 4 Colossenses - 3 1 e 2 Tessalonicenses - 3 1 e 2 Timóteo - 10 Hebreus - 110 Tiago - 20 1 e 2 Pedro - 37 Judas - 9 Apocalipse - 230
Jesus citou muitos fatos mencionados no Antigo Testamento. Eis algumas referências, entre outras:
- Criação de Adão e Eva (Mt 19.4-6)
- Dilúvio (Mt 24.37-39)
- Jonas (Mt 12.40)
- Moisés (Jo 3.14-16)
- Ló e sua esposa (Lc 17.28,29)
- Daniel (Mt 24.15)
- Davi (Mc 12.36)
A Bíblia registra aproximadamente 1.800 palavras proferidas pelo Senhor Jesus, das quais 180 são citações das Escrituras.
Os apóstolos também mencionavam sempre as Escrituras. Vejamos alguns exemplos:
-        Pedro (At 1.16; 2.16-21; 1Pe 4.11).
-        Paulo (2Tm 3.15,16). Existem aproximadamente 202 citações em suas epístolas.
Mostre a inspiração do Novo Testamento pelo cumprimento das profecias do Antigo. Vejamos algumas relacionadas com o Senhor Jesus:
- O lugar do nascimento (Mq 5.2; Mt 2.1).
- Seu nascimento através de uma virgem (Is 7.14; Mt 1.18-25).
- Sua condição de Filho de Davi (2Sm 7.16; Mt 1.1).
- Sua entrada triunfal em Jerusalém (Zc 9.9; Mt 21.1-6).
- Seria traído por um discípulo (SI 41.9; Mc 14.10,11), o qual o venderia por 30 moedas (Zc 11.12; Mt 26.25). Após a devolução, o dinheiro seria para a compra do campo de um oleiro (Zc 11.12,13; Mt 27.5-10).
- Jesus seria julgado (SI 69.4-12; Lc 23.1.10), porém ficaria calado (Is 53.6,7; Mt 26.63); seria cuspido (Is 50.6; Mt 26.67) e ferido no rosto (Mq 5.1; Mt 27.30).
-Jesus seria crucificado (SI 22.16; Zc 12.10; Jo 19.17-25) junto com os malfeitores (Is 53.12; Mt 27.38); oraria pelos seus crucificadores (Is 53.12; Lc 23.34); vinagre ser-lhe-ia oferecido (SI 69.12; Mt 27.24); morto, o seu lado seria transpassado com uma lança (Zc 12.10; Jo 19.46).
-Jesus seria sepultado entre os ricos (Is 53.9; Mt 27.57¬60). '
- Jesus ressuscitaria e ascenderia aos céus (SI 16.10; 24.7; Os 6.2; Lc 24.1-12).
- Jesus teria um ministério de milagres (Is 35.5; Mt 9.35; Jo 5.5-9).
As palavras do Senhor Jesus em relação à inspiração do Novo Testamento.
Ver João 3.34; 7.16; 12.49,50; 13.20; 14.10,26; 17.17-20.