A Soberania Criadora de Cristo - Subsídios Dominical

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

Novos Subsídios Bíblicos para as lições  O corpo de Cristo, 1° trimestre de 2024


A Soberania Criadora de Cristo

️Estudo Bíblico: Ev. Jair Alves

Introdução

A doutrina da criação é um pilar fundamental da fé cristã, revelando não apenas o poder de Deus, mas também a obra magnífica de Cristo na formação do universo. No Novo Testamento, encontramos quatro afirmações diretas que destacam a soberania criadora de Cristo. Estas passagens não apenas proclamam que Ele é o Criador de todas as coisas, mas também revelam a sua relação íntima com o mundo que Ele formou.

1. Todas as coisas foram feitas por ele, e nada do que foi feito sem ele se fez (Jo 1.3)

Esta declaração poderosa afirma a universalidade da criação por meio de Cristo. Tudo o que existe foi trazido à existência por sua palavra e poder. Além disso, a negação enfatiza que nada surgiu à parte de Sua intervenção criativa. Isso nos lembra que Cristo é o fundamento de toda a realidade.

 

2. Ele estava no mundo; e o mundo foi feito por ele, mas o mundo não o conheceu (Jo 1.10)

Esta afirmação nos leva a refletir sobre a tragédia da não reconhecimento de Cristo por aqueles a quem Ele criou. A ironia está no fato de que Ele estava presente no mundo que Ele próprio formou, mas muitos não O reconheceram. Isso ressalta não apenas Sua criação do mundo, mas também Sua humildade ao entrar nele.

3. Porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele (Cl 1.16)

Esta passagem amplia nossa compreensão da criação de Cristo. Ela abrange não apenas o mundo físico, mas também as realidades espirituais. Tudo, desde os reinos celestiais até as esferas terrenas, encontra sua origem nEle. Além disso, o propósito final de toda a criação é a glória e o louvor a Ele.

 

4. Tu, Senhor no princípio fundaste a terra, e os céus são obra de tuas mãos (Hb 1.10)

Esta citação do Salmo 102:25-27 reforça a verdade estabelecida pelas afirmações anteriores. Ao aplicar este texto ao próprio Cristo, a epístola aos Hebreus confirma que Ele é o Senhor que fundou a terra e criou os céus. Isso conclui de forma inequívoca que Cristo é o Criador de todas as coisas.

 

Conclusão

À luz dessas afirmações contundentes do Novo Testamento, não podemos negar a soberania criadora de Cristo. Ele é o fundamento e a finalidade de toda a criação, e Sua obra transcendente revela Sua divindade eterna. Que possamos nos maravilhar e adorar o nosso Criador, que, em Sua graça, compartilhou conosco o dom da vida e da redenção. Que Ele seja exaltado para todo o sempre. Amém.


DICAS DE LEITURAS

INFORMAÇÕES AQUI


***

INFORMAÇÕES AQUI


***

INFORMAÇÕES AQUI


***

INFORMAÇÕES AQUI

***

INFORMAÇÕES AQUI

***

INFORMAÇÕES AQUI

***

INFORMAÇÕES AQUI


Post Bottom Ad