LIÇÃO 10 Fé para Crer que Milagres Acontecem

🎓 Classe: JOVENS

Revista: Do professor - CPAD

Trimestre: 4° de 2023

Título: A Prova da Vossa Fé: Vencendo a Incredulidade para uma Vida Bem-Sucedida

Comentarista: Pr. Eduardo Leandro Alves

TEXTO PRINCIPAL

"E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer; tudo é possível ao que crê." (Mc 9.23)

RESUMO DA LIÇÃO

Milagres só ocorrem segundo a vontade e a permissão de Deus e tem como objetivo revelar a grandeza do Senhor.

LEITURA SEMANAL

SEGUNDA - Js 10.12

Deus intervém no tempo

TERÇA - 2 Rs 4.1-7

Deus multiplica o azeite de uma viúva

QUARTA - Mc 1.26

Jesus liberta um endemoniado

QUINTA-Mt 8.26

Jesus acalma a tempestade

SEXTA-Mt 9.24-26

Jesus ressuscita uma menina

SÁBADO - Mt 14.25

Jesus caminha sobre o mar


OBJETIVOS:

EXPLICAR o que significa milagre;

DESTACAR as obrigações aos milagres;

COMPREENDER que Deus age em favor da humanidade.


INTERAÇÃO

Prezado (a) professor (a), já estamos na reta final do trimestre e nesta lição o tema a ser estudado é bastante sugestivo, pois trata da fé para crer que milagres acontecem. Estamos vivendo um tempo de incredulidade e os milagres parecem ter se extinguido. Contudo, em alguns lugares têm sido banalizado e utilizado de forma inadequada para a promoção de pessoas. Veremos que tal assunto torna-se imprescindível, pois Deus não mudou e as pessoas continuam carentes da intervenção divina.


ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA

Professor (a), sugerimos que você faça um estudo dirigido. Peça que os alunos formem três grupos. Depois escreva as questões abaixo, sem as respostas no quadro. Cada grupo deverá ficar com uma questão para que discutam e respondam. Em seguida reúna os alunos novamente formando apenas um grupo. Peça que cada grupo contribua com suas respostas. Conclua enfatizado que cremos na intervenção divina em favor das pessoas na atualidade.


RESPONDA

1. 0 que é milagre?

"Uma interferência na natureza por um poder sobrenatural." "Um evento no mundo exterior, que é trabalhado pelo poder imediato de Deus." (Dicionário Bíblico Wycliffe)

2. Qual o maior milagre que uma pessoa pode receber?

O milagre da salvação mediante a fé em Jesus Cristo.

3. Qual o propósito dos milagres?

Tanto no Antigo quanto no Novo Testamento os milagres serviam para dar crédito à mensagem e ao mensageiro de Deus.


TEXTO BÍBLICO

Mateus 13.54-58

54 E, chegando à sua pátria, ensinava-os na sinagoga deles, de sorte que se maravilhavam e diziam: Donde veio a este a sabedoria e estas maravilhas?

55 Não é este o filho do carpinteiro? Não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos, Tiago, José, Simão e Judas?

56 E não estão entre nós todas as suas irmãs? De onde veio, pois, tudo isso?

57 E escandalizavam-se nele. Jesus, porém, lhes disse: Não há profeta sem honra, a não ser na sua pátria e na sua casa.

58 E não fez ali muitas maravilhas por causa da incredulidade deles.


INTRODUÇÃO

Você crê que Deus continua realizando milagres? Muito bem! Ele é poderoso e imutável. Entretanto, os milagres só podem ser realizados segundo a sua vontade, na hora em que Ele desejar, e para que seu nome seja exaltado. A honra deve ser somente dEle e de mais ninguém. Nesta lição, estudaremos algumas objeções que na atualidade as pessoas têm quando se trata de um agir sobrenatural de Deus.

1- 0 QUE É MILAGRE

1. Conceito.

Milagre é uma intervenção sobrenatural de Deus na ordem dos acontecimentos; algo extraordinário. São ações sobrenaturais como a abertura do Mar Vermelho para que os Israelitas passassem. As águas foram separadas por uma ação divina. Infeliz- mente vivemos tempos trabalhosos em que até alguns crentes parecem não acreditar mais que para Deus “nada é impossível" (Lc 1.37).


Contudo, alguns erroneamente fazem dos milagres uma isca para atrair pessoas e pedir ofertas e favores pessoais. Nós cremos no poder divino e na atualidade dos milagres, mas não podemos aceitar o seu agendamento. Também não cremos em palavras de determinação, pois é somente Deus quem “opera [...I tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade” (Fp 2.13).


2. As leis da natureza.

Existem leis que regem a natureza, entretanto não podemos nos esquecer de que o mundo foi estabelecido por Deus e todas as coisas lhe obedecem (Sl 119.91). Todo milagre é uma demonstração de que Deus, segundo a sua vontade e poder, interveio em favor de alguém.


As leis da natureza foram quebradas quando o mar se abriu para o povo de Deus passar (Êx 14), Ali ocorreu um fenômeno ímpar, diferente da aurora boreal, um fenômeno óptico observado nos céus nas regiões polares. A aurora boreal pode ser explicada cientificamente, mas 0 milagre divino não. Como explicar cientificamente que cinco pães e dois peixinhos foram suficientes para alimentar uma multidão (Mc 6.30-44)? Somente a fé em Deus e em Jesus Cristo podem explicar tal ação.


3. Deus tem o poder de intervir.

Milagre não se discute, não se explica, somente se vive e experimenta. Talvez você esteja vivendo uma situação em que parece não haver saída. Não desanime, mas creia e tenha a certeza de que Deus continua realizando sinais extraordinários, Para ver e experimentar os milagres é preciso crer que Deus é Onipotente e que criou tudo o que existe, e Ele tem o poder de intervir na sua criação.


SUBSÍDIO 1

Professor (a), explique a respeito da publicidade desencorajadora que vemos na atualidade a respeito dos milagres. Em seguida explique que “um dos grandes perigos da ênfase excessiva na cura é que ela pode ter de eclipsar o evangelho no evangelismo.


Esse perigo também pode ter influenciado a ordem de Jesus para que as pessoas curadas mantivessem segredo. Como Stephen Short coloca: 'Jesus não queria que as pessoas viessem a Ele apenas para receber benefícios físicos'. Muitos não cristãos vão as reuniões cristãs principalmente a fim de satisfazer alguma necessidade física ou material.


Uma vez que eles vêm, partilhamos o evangelho com eles. Mas descobri que é muito difícil eles fazerem, em seu pensamento, a transição das necessidades sentidas para o evangelho.


Ouvem nossa explicação do evangelho e talvez até mesmo a aceitem, mas, em seu íntimo, quando pensam no cristianismo e nos cristãos, imaginam o seguinte: Esse é um lugar no qual minhas necessidades físicas e materiais são satisfeitas. Por isso, eles têm dificuldade em realmente ouvir o evangelho, embora ele seja transmitido claramente a eles.


Por isso, o evangelho tem sempre de ser predominante em nosso programa, A compaixão é um aspecto do evangelho. Portanto, a compaixão sempre é um aspecto do nosso ministério no mundo.


Mas se os atos de compaixão são feitos principalmente para ‘ganhar pessoas para o nosso lado' e crescermos como igreja, podemos terminar com um monte de problemas. As pessoas podem passar por todo o processo de comprometer sua vida com Cristo e de se juntar à igreja enquanto o principal foco delas ainda é: 'Que benefícios materiais e físicos posso conseguir dessa igreja? Quando vemos isso acontecer, precisamos tomar alguma atitude definitiva para corrigir o entendimento equivocado."

II - OBJEÇÕES AO MILAGRE

Vários filósofos, teólogos e cientistas têm levantado objeções aos milagres. Vejamos alguns:

 

1. Benedito de Espinosa.

Filósofo que em 1670 publicou um tratado teológico-político, onde argumentou a respeito da possibilidade da existência dos milagres. Ele usou os seguintes argumentos:

 

a) Os milagres atacam a ordem imutável da natureza. Seu argumento parte do princípio de que nada acontece contrário à ordem da natureza, que é eterna e imutável. Em sua visão, Deus não faz nada que seja contrário as leis da natureza, ou seja, os milagres são impossíveis.

 

b) Os milagres são insuficientes para provar a existência de Deus. Ele “acreditava que uma prova da existência de Deus tem de ser absolutamente certa. É pela ordem imutável da natureza que sabemos que Deus existe. Se admitirmos que milagres existem, segundo a visão de Espinosa, quebramos as leis da natureza e assim, o máximo que se conseguirá será levantar dúvidas sobre a existência de Deus.

 

2. David Hume.

O cético escocês do século XVIII partia do princípio de que é impossível identificar um milagre. Para Hume, um milagre é na maioria das vezes, uma falsa causa usada como aparato explicativo para eventos que nunca ocorreram. Hume dizia que “um milagre é uma violação das leis da natureza." Ao escrever contra os milagres, pensou que seu argumento seria algo mortal para a fé.

 

3. O racionalismo.

Propôs uma negação das Escrituras, da fé. Na própria teologia poderíamos citar diversos teólogos que buscaram "ajustar'' a sua leitura e interpretação do texto Bíblico às demandas racionalistas do seu tempo. Possivelmente, um dos mais famosos foi Rudolf Bultman, que propôs uma leitura diferente do Novo Testamento, Segundo ele, sem informações míticas, tais como a ressurreição corpórea de Cristo. Sabemos que a ressurreição de Jesus é um fato que teve mais de 500 pessoas como testemunhas (1 Co 15.12-23). Jesus está vivo!

 

SUBSÍDIO 2

Professor (a), escreva no quadro as objeções apresentadas na revista petos teólogos e cientistas. Explique essas objeções à luz da Palavra de Deus enfatizando que os milagres são intervenções divinas para os nossos dias. Diga que a Igreja no mundo, representando o Corpo de Cristo tem um papel central na libertação de todo o engano.


PROFESSOR (A), "durante o ministério de Jesus. Ele usou os milagres para demonstrar a sua divindade, para provar o seu Messianato, para ministrar com compaixão às multidões necessitadas, para guiar seus seguidores à fé salvadora" (Dicionário Bíblico Wycliffe. Rio de Janeiro; CPAD, p. 1267).

III- DEUS AGINDO EM FAVOR DA HUMANIDADE

1. Os que creem no agir de Deus na atualidade.

Uma das respostas mais diretas em relação às objeções aos milagres, veio do teólogo e filósofo inglês Samuel Clarke. Ele afirmou que tudo o que é realizado no mundo é efetivado por Deus ou por seres criados inteligentes. As forças naturais da matéria, tais como a gravidade, por exemplo, são efeitos da ação de Deus. Por conseguinte, aquilo que chamamos de curso da natureza, na verdade é Deus causando certos efeitos de modo contínuo e uniforme.


Assim, um milagre não é algo contrário ao curso da natureza, mas é um fato incomum designado pelo próprio Deus. Se os céus, conforme nos dizem as Escrituras, proclamam a glória de Deus (Sl 19.1), os milagres provam a interferência de Deus na ordem natural em que Ele mesmo age.


2. A compaixão e o agir de Deus. 

Na Bíblia encontramos a ação direta de Deus em favor da humanidade e toda essência dessa ação é a compaixão. O Evangelho de Marcos afirma que Jesus, ao ver a multidão faminta, teve compaixão: “E Jesus, saindo viu, uma grande multidão, e teve compaixão deles” (Mc 6.34). Foi o sentimento piedoso do Salvador que não permitiu que a multidão fosse dispensada de "barriga vazia”. Jesus não mudou. Seu poder e compaixão permanecem os mesmos. Todavia, com o avanço da ciência, a incredulidade dos seres humanos aumentou. Lembre-se de que o milagre está atrelado à fé, pois sem ela é impossível agradar a Deus (Hb 11.6).


3. O perigo da motivação errada.

Embora reconheçamos que Deus é poderoso e que age em nosso favor, não podemos dar ênfase demasiada aos milagres por uma motivação egoísta e interesseira. Os Evangelhos mostram que Jesus não se utilizou dos milagres para ficar famoso ou tirar qualquer proveito pessoal para si. Por diversas vezes, Ele ordenou que as pessoas curadas se mantivessem em segredo, caladas diante do extraordinário (Mt 8.4: Lc 8.56). Quanto a isso, Stephen Short afirma que “Jesus não queria que as pessoas viessem a Ele apenas para receber benefícios físicos.” Na atualidade também devemos ter o mesmo cuidado que Jesus teve. Cremos em milagres, mas a Igreja deve ter uma mensagem Cristocêntrica, pois a salvação permanece sendo o maior milagre de Deus para o ser humano.


SUBSÍDIO 3

Professor (a), peça que os alunos citem alguns milagres realizados no Novo Testamento por Jesus e seus apóstolos. À medida que forem falando vá escrevendo no quadro. Diga que muitos milagres foram realizados por Jesus e seus seguidores e que estes também são para o nosso tempo.


Explique que Jesus iniciou seu ministério terreno realizando um milagre em uma festa de casamento. Diga que “o mesmo Cristo que transformou a água em vinho vermelho e cintilante pode transformar as coisas da vida em bênçãos gloriosas. Ele pode transformar a água da alegria terrestre no vinho da bem-aventurança celestial. Ele pode transformar a água amarga da tristeza no vinho da alegria. Pode lançar mão de uma série de circunstâncias da vida que nos perturbam, transformando-as em brilhantes oportunidades.


HORA DA REVISÃO

1. De acordo com a lição, o que é um milagre?

Milagre é uma intervenção sobrenatural de Deus na ordem dos acontecimentos; algo extraordinário.

2. Milagres podem ser explicados cientificamente?

Não! Somente a fé em Deus e em Jesus Cristo podem explicar tal ação.

3. Quais os argumentos de Espinosa a respeito de milagres?

Em sua visão Deus não faz nada que seja contrário as leis da natureza, ou seja, os milagres são impossíveis. Os milagres são insuficientes para provar a existência de Deus. Ele acreditava que uma prova da existência de Deus tem de ser absolutamente certa. É pela ordem imutável da natureza que sabemos que Deus existe.

4. O que o racionalismo propôs a respeito dos milagres?

Propôs uma negação das Escrituras, da fé.

5. O que move a ação de Deus em nosso favor?

Na Bíblia encontramos a ação direta de Deus em favor da humanidade e toda essência dessa ação é a compaixão.


CONCLUSÃO

Os milagres são acontecimentos que revelam de modo maravilhoso a natureza viva, poderosa e pessoal de Deus. São ações divinas, movida pela compaixão, para nos socorrer em momentos de aflição. Entretanto não devemos dar a eles ênfase exagerada, mas temos que anunciar uma mensagem Cristocêntrica e saber que a glória do milagre pertence somente ao Senhor Jesus Cristo.

DICAS DE LEITURAS

INFORMAÇÕES AQUI


***

INFORMAÇÕES AQUI


***

INFORMAÇÕES AQUI


***

INFORMAÇÕES AQUI

***

INFORMAÇÕES AQUI

***

INFORMAÇÕES AQUI

***

INFORMAÇÕES AQUI


Compartilhar:

CURSOS BÍBLICOS PARA VOCÊ:

1) CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA Clique Aqui
2) CURSO MÉDIO EM TEOLOGIAClique Aqui
3) Formação de Professores da Escola Dominical Clique Aqui
5) CURSO OBREIRO APROVADO - Clique Aqui


Matricule-se já !