Lição 13 Vamos praticar a palavra

2023 – CPAD

Título: Grandes Cartas para Nós

Revista: do Professor

Comentarista: Rafael Luz

LEITURA BÍBLICA

Tiago 1.21-25

A MENSAGEM

” Quem ouve esses meus ensinamentos e vive de acordo com eles é como um homem sábio que construiu a sua casa na rocha”. Mateus 7.24


Devocional

Segunda » Hb 4.12

Terça » Sl 119.97

Quarta » 1 Jo 1.6

Quinta » Mt 7.24-26

Sexta » Sl 119.105

Sábado » Lv 22.31


Objetivos

MOTIVAR o adolescente a ler e estudar a Palavra;

REAFIRMAR que a Palavra precisa ser praticada;

REVELAR o consolo encontrado nas Escrituras

 

Ei Professor!

A leitura é algo indispensável e essencial ao professor da ED. Pensando nisso, o pastor Altair Germano, em seu livro “O líder cristão e o hábito de leitura”, relacionou algumas ações que nos auxiliarão no hábito de leitura:


1) definir o tempo para ler;

2) levar sempre consigo um livro;

3) fazer uma lista de leituras;

4) encontrar um local tranquilo para ler;

5) reduzir acesso à internet e TV;

6) ler para os filhos;

7) visitar lojas de livros usados;

8) estabelecer metas de leitura;

9) ouvir quando não puder ler;

10) aderir a um grupo de leitura ou clube do livro;

11) visitar bibliotecas;

12) criar salas de leituras nas igrejas;

13) participar de eventos que promovam a leitura;

14) investir na formação escolar, acadêmica e continuada; e

15) planejar o orçamento pessoal para aquisição de livros

 

Ponto de Partida

Querido (a) Professor (a), muitos adolescentes passam horas navegando nas redes sociais e apenas poucos minutos lendo as Escrituras Sagradas. Estão atualizados com a notícia do dia, sabem manusear como ninguém os aplicativos, porém, revelam uma defasagem e uma certa inabilidade em localizar um simples texto da Palavra de Deus. Com isso, temos observado uma crise de desconhecimento bíblico sem precedentes na história da Igreja. Pensando nisso, sugerimos que você inicie em sua classe um programa de leitura bíblica a partir do novo trimestre. Comece por um livro pequeno da Bíblia para que eles não encontrem grandes dificuldades. Boa aula!

 

Vamos Descobrir

A Bíblia é o livro mais publicado e lido no mundo. Sua importância é incalculável. Como está a sua relação com as Escrituras? Você trata a Bíblia como um livro qualquer ou como a revelação de Deus a humanidade? Você a tem lido diariamente ou esporadicamente? Sente prazer ou desânimo ao abri-la para ler? Às vezes, enfrentamos muitas dificuldades quando decidimos ler a Palavra de Deus. Isso pode acontecer com você. O importante é não desistir porque a Palavra é viva e poderosa!

 

Hora de Aprender

I - PRAZER EM LER E APRENDER A PALAVRA

Algumas pessoas querem conhecer a vontade de Deus para suas vidas, mas não sabem por onde começar. O que muitos ignoram, por desconhecimento ou preconceito, é que Deus revelou sua vontade através da Bíblia Sagrada e, especialmente, por meio de Jesus Cristo. A Palavra escrita veio revelar a Palavra que se fez carne (Jo 1.1,14). Ou seja, as Sagradas Escrituras existem para nos conduzir à comunhão com o Verbo vivo. Por essa razão, todo cristão deve amar e desenvolver o hábito da leitura devocional da Bíblia. Escrevendo a Timóteo, Paulo apresenta duas verdades sobre as Escrituras (2 Tm 3.16).

 

A primeira diz respeito a sua origem: ela “é inspirada por Deus”. E a segunda fala-nos do seu propósito, é “útil para ensinar”. Pensando em sua finalidade, o apóstolo disse que as Escrituras oferecem “sabedoria que leva à salvação” (2 Tm 3.14-16). Ou seja, a Bíblia é um livro de salvação. Ela nos mostra que necessitamos de salvação e como encontrá-la, “por meio da fé em Cristo Jesus”. Logo, sempre que a lermos devemos procurar por Cristo, pois ela aponta em sua direção para que nós o vejamos, creiamos nEle e sejam salvos por Ele (Jo 20.31).

 

A Bíblia não é uma relíquia do passado a ser confinada em um museu. Ela é “lâmpada para guiar” os seus passos e “luz que ilumina” o seu caminho (Sl 119.105). Permita que ela seja sua conselheira diante das questões da vida (Sl 19.7; 119.24, 34). Não endureça o seu coração ao ouvir a voz do Senhor, deixe Ele guiar você (Sl 95.7,8; 25.4,5). Tenha prazer na Lei do Senhor (Sl 1.2), pois é por meio dela que Deus nos instrui, alimenta, encoraja, fortalece, corrige e vivifica. Dedique parte do seu tempo para ler e compreender as Sagradas Letras. Isso será uma bênção para toda a sua vida.

 

I - AUXÍLIO PEDAGÓGICO

Uma compreensão clara do ato de ler se torna extremamente necessária, como ponto de partida para a formação de bons e habituais leitores. Para isso é necessário partir da simples decodificação de símbolos, e avançar em direção à leitura crítica de textos, que culminará com o desenvolvimento do saber Ler o mundo, movido por ideias que nem sempre se manifestam nos atos, discursos e enunciados, distante da passividade comum em mentes e seres que foram domados, no sentido de se tornarem meros reprodutores do que ouvem ou lêem. A Leitura do mundo não se limita ao caráter meramente discernidor ou informativo, mas, acima de tudo, transformador.

 

Conhecer e entender o mundo por intermédio da Leitura é essencial para a transformação deste mundo. Na liderança cristã estão envolvidos a proclamação do evangelho e o aperfeiçoamento da igreja por meio de um ensino bíblico, contextualizado e relevante. O líder e os liderados, à medida que discernem a realidade e proclamam as Boas Novas, precisam ser agentes transformadores, e não meros identificadores das mazelas espirituais, morais e sociais de nossos dias.” (GERMANO, Altair. O líder cristão e o hábito de leitura: uma perspectiva conceitual, histórica, bíblica e prática. Rio de Janeiro: CPAD, 2011, pp. 85-86).

 

II - COMPROMISSO EM CRER E PRATICAR A PALAVRA

Terminando o sermão da montanha, Jesus comparou seus ouvintes a dois tipos de pessoas: o “sábio” e o “sem juízo” (Mt 7.24-27). Nesse texto, a sabedoria ou a tolice estão ligadas à forma como esses homens respondem aos ensinamentos do Mestre. Ou seja, se ouvem e praticam são sábios, mas se ouvem e não praticam são sem juízo. O pastor de Jerusalém, Tiago, também advertiu seus leitores a não serem apenas ouvintes da mensagem, mas praticantes (Tg 1.22). Aqueles que conhecem a verdade de Deus, mas não a obedece, nas palavras de Tiago, são como pessoas que se olham no espelho e não conseguem ver suas imperfeições e necessidades de mudanças, pois “logo esquece a sua aparência” (Tg 1.23,24).

 

Todo cristão, além de um aplicado leitor, precisa ser um praticante da Palavra de Deus. Memorizá-la é importante, mas não é suficiente; é preciso aplicá-la no dia a dia. Além de acolhê-la em nossos corações, devemos rejeitar tudo o que ela condena (Tg 1.21; Sl 119.9-11), pois o propósito de escondê-la no coração é não pecar contra Deus (Sl 119.11). Por causa dela, o salmista rejeitou o conselho dos maus, o exemplo dos pecadores e a roda dos zombadores (Sl 1.1,2); o compromisso com a Palavra e com o Deus da Palavra gera atitudes santas.

 

Seja você também um praticante da Palavra. Sinta-se encorajado pelas palavras de Paulo: “Ponham em prática o que vocês receberam e aprenderam de mim, tanto com as minhas palavras como com as minhas ações” (Fp 4.9). Ame como Jesus ensinou (Jo 13.34,35; 1 Jo 4.7); perdoe como você foi perdoado (Ef 4.32; Cl 3.13); faça os outros o que gostaria que fizessem a você (Mt 7.12); e faça tudo para glória de Deus (1 Co 10.31).

 

II - AUXÍLIO TEOLÓGICO

“Mais do que ter a Palavra em nosso coração, é preciso exteriorizar o evangelho em nossas vidas […]. Tiago nos desafia em seu escrito a ser praticantes da Palavra, e não apenas ouvintes. Primeiro ouvimos o discurso e depois praticamos. Não é razoável ler, estudar e ouvir a Palavra de Deus se não temos o objetivo de seguir o que ela nos apresenta. Se temos respeito pela Palavra, é imperativo obedecê-la. Tiago parece um mestre que ensina, lembra e relembra a seus alunos a que tenham uma vida voltada para atitudes que espelhem a salvação.

 

E como se a expressão ‘pratique a Palavra’ fosse uma senha para uma questão difícil de uma prova. Para que façamos a diferença neste mundo, pratiquemos a Palavra. Para que aprendamos a domar nossa língua, pratiquemos a Palavra. Para nos afastarmos da maldade e de toda impureza, pratiquemos a Palavra. Para sermos sábios, pratiquemos a Palavra. A prática, como diz o ditado, conduz à perfeição, e nosso caso, nos aproxima cada vez mais de Deus” (DANIEL, Silas & COELHO, Alexandre. Fé e obras: Ensinos de Tiago para uma vida cristã autêntica. Rio de Janeiro: CPAD, 2014, pp. 64-65).

 

III - CRESCENDO E AMADURECENDO ATRAVÉS DA PALAVRA

Ao longo da vida, todos enfrentamos decepções, medos, tristezas e dores; dificuldades nos cercam tentando abater a nossa força e roubar a nossa alegria (Sl 116.3,4).

 

Definitivamente, ninguém está livre das adversidades. Entretanto, os servos de Deus, no sofrimento são consolados através das promessas do Pai, que dão vida e esperança (Sl 119.49,50). Pelas Escrituras somos lembrados que “o que sofremos durante a nossa vida não pode ser comparado, de modo nenhum, com a glória que nos será revelada no futuro” (Rm 8.18), uma vez que “essa pequena e passageira aflição que sofremos vai nos trazer uma glória enorme e eterna, muito maior do que o sofrimento.

 

Porque nós não prestamos atenção nas coisas que se veem, mas nas que não se veem” (2 Co 4.17,18). Paulo, escrevendo aos coríntios, afirmou que o nosso Deus é Deus de toda consolação e ajuda (2 Co 1.3). Ele é poderoso para enxugar de nossos olhos toda lágrima e acalmar toda tempestade dentro e fora de nossa alma Podemos confiar (Sl 46.1) e descansar nele, pois fortalecerá o nosso coração (SL 27.14); devemos entregar todas as nossas preocupações a Ele, pois tem cuidado de nós (1Pe 5.7).

 

Algumas vezes, Ele nos livrará antes, outras durante ou somente depois de uma tribulação. Entretanto, uma certeza temos em nosso coração: não seremos abalados (Sl 62.1,2), pois o Senhor está conosco como um pastor que guia, protege e supre o seu rebanho (Sl 23.1-3).

 

III - AUXÍLIO TEOLÓGICO

“Paulo sabia que os sofrimentos que ele suportava eram, na verdade, leves e momentâneos, em comparação com a duração do tempo em que ele desfrutaria da presença de Deus – uma glória enorme e eterna, muito maior do que o sofrimento (2 Co 4.17,18). O que verdadeiramente importa – o que é eterno e permanente – não pode ser visto, tocado ou medido. Somente com os olhos da fé as pessoas podem esperar pelo que ainda não viram. Somente com os olhos da fé elas podem começar a entender, com a ajuda de Deus, o eterno significado das suas ações.


A esperança de um crente não está neste mundo. A esperança de um cristão não está no poder e na riqueza que podem ser acumulados na terra. Na verdade, a esperança de um cristão está em Cristo – alguém que não pode ser visto neste momento (Rm 8.24; Hb 11.1). Apesar disto, Jesus Cristo e a sua importância na vida de cada pessoa são suficientemente reais. É por isso que Paulo encorajou os coríntios a viverem pela fé, e não por aquilo que viam (2 Co 5.7). Os coríntios deviam tirar os seus olhos deste mundo – pois as dificuldades em breve estariam terminadas.


Em vez disto, eles deveriam fixar seus olhos no Todo-Poderoso, aquele que possui todo o poder, pois Ele trará a alegria que será eterna.” (Comentário do Novo Testamento Aplicação Pessoal. Vol. 2. Rio de Janeiro: CPAD, 2010, p. 210). “4.17 – LEVE TRIBULAÇÃO… PESO ETERNO DE GLÓRIA. As aflições e as provações suportadas na vida dos que permanecem fiéis a Cristo são leves em comparação com a abundância de glória que temos em Cristo. Essa glória já está parcialmente presente, mas só no futuro será experimentada plenamente (Cf. Rm 8.18).


Quando alcançarmos a nossa herança nos Céus poderemos dizer que as tribulações mais severas não eram nada em comparação com a glória do estado eterno. Não devemos, portanto, desesperar-nos, perder a esperança, nem deixar nossa fé diminuir, em meio aos nossos problemas.” (Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 2002, p. 1774).

 

CONCLUSÃO

Seja um ouvinte praticante da Palavra de Deus. Conduza sua vida à luz de seus conselhos. Não ignore as Escrituras. Leia a Bíblia diariamente e ore para que o Espírito Santo ilumine seu coração e mente a fim de que você compreenda as Escrituras.


VAMOS PRATICAR

1. Complete os versículos:

“- Quem Ouve esses meus ensinamentos e vive de acordo com eles é como um homem sábio que construiu a sua casa na rocha” (Mateus 7.24)

“Não se engane; não sejam apenas ouvinte dessa mensagem, mas a Ponha em prática (Tiago 1.22)

 

2. Você já leu a Bíblia toda?

Resposta pessoal.

3. Você tem algum versículo preferido?

Resposta pessoal.

4. Qual a sua maior dificuldade para compreender a Palavra? O que você pode fazer para superá-la?

Resposta pessoal.


Pense Nisso

Ler, aprender, crer e praticar a Palavra é um dever de todo cristão. Não há desculpas para o desprezo às Escrituras. Pelo contrário, desde a antiguidade o povo perece por falta de conhecimento (Os 4.6). Ignorar essa Palavra não é uma decisão inteligente. Por isso, dedique-se mais e mais a conhecer e compreender toda a Bíblia Sagrada.

LOJA ONLINE: 📚 E-books e Apostilas

👍Bem-vindo (a) à nossa página de vendas de E-books e Apostilas Evangélicos, apresentando uma seleção exclusiva tanto de materiais produzidos por nós, "SUBSÍDIOS DOMINICAL", quanto de nossos parceiros!

🔍Aqui, você encontrará uma biblioteca diversificada e enriquecedora para nutrir sua fé e aprofundar seus conhecimentos bíblicos.

Informações Aqui

***

Informações Aqui

***

Informações Aqui

***

Informações Aqui
***

Informações Aqui
***

Informações Aqui
***

Informações Aqui


***

Informações Aqui
***
***
***

Informações Aqui


Informações Aqui

***

Informações Aqui
***


Compartilhar:

CURSOS BÍBLICOS PARA VOCÊ:

1) CURSO BÁSICO EM TEOLOGIA Clique Aqui
2) CURSO MÉDIO EM TEOLOGIAClique Aqui
3) Formação de Professores da Escola Dominical Clique Aqui
5) CURSO OBREIRO APROVADO - Clique Aqui


Matricule-se já !