Lição 11 - UMA HERANÇA CONQUISTADA PELA FÉ

Trimestre: 2° de 2020 | Revista: Professor | Lições Bíblicas de Jovens, CPAD – Aula: 14/06/2020
TEXTO DO DIA
"Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança, porque fiel é o que prometeu." (Hb 10.23)

SÍNTESE
Deus sabe como recompensar a fidelidade de seus servos.

Agenda de leitura
SEGUNDA - Gn 28.4
Uma terra herdada
TERÇA - Êx 23.30
Uma herança conquistada aos poucos
QUARTA - Nm 18.20
A herança da casa de Arão
QUINTA - Nm 26.54
Uma herança distribuída com justiça
SEXTA - Nm 26.56
Uma herança distribuída sem privilégios
SÁBADO - Nm 35.2
A herança redistribuída aos levitas
Objetivos
I - DEMONSTRAR como aconteceu a divisão das terras ao Sul de Canaã;
II - EXPLICAR como aconteceu a divisão das terras ao Norte de Canaã;
III - DISSERTAR como aconteceu a divisão das terras ainda não conquistadas.
Interação
O espaço físico do local onde são ministradas as aulas de Escola Dominical incorpora, sem dúvida, aspectos importantes do processo ensino-aprendizagem. Entretanto, sabe-se que, em algumas igrejas, não por descaso, mas em face de absoluta impossibilidade material, existe bastante precariedade neste ponto; as condições, de fato, não são favoráveis à ambiência escolar. Entretanto, querido(a) professor(a), transforme sua sala no lugar mais aconchegante possível, apesar das limitações. Uma simples decoração pode fazer uma enorme diferença. Lembre-se que, em outros lugares, as dificuldades são ainda maiores, mas nem por isso a obra deixou de crescer e os alunos de serem edificados em Cristo.

Orientação Pedagógica
Professor (a), habitue-se a promover trabalhos em grupos com seus alunos, pois essa ferramenta apresenta-se bastante útil, pois propicia dinamismo no encontro com os discentes, promove a unidade, evita que sejam ministradas aulas-monólogos, proporcionando uma aprendizagem participativa e, portanto, mais eficaz. Para tanto, mister que os grupos sejam formados aleatoriamente, buscando a interação entre os que têm menos afinidade. Assim, forme 3 ou 4 grupos heterogêneos antecipadamente, e dê-lhes tempo para que estudem, conferindo nos mapas, acerca das partilhas da Transjordânia e de Canaã entre as 12 tribos, devendo a apresentação, no domingo, estar baseada em demonstrações de mapas. Isso tudo será um incentivo a mais para que exista uma aula cativante, inesquecível, a qual revelará "talentos escondidos" entre seus alunos.

Texto bíblico
Josué 14.6-10

6       Então, os filhos de Judá chegaram a Josué em Gilgal; e Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, lhe disse: Tu sabes a palavra que o SENHOR falou a Moisés, homem de Deus, em Cades-Barneia, por causa de mim e de ti.
7        Da idade de quarenta anos era eu, quando Moisés, servo do SENHOR, me enviou de Cades-Barneia a espiar a terra; e eu lhe trouxe resposta, como sentia no meu coração.
8       Mas meus irmãos, que subiram comigo, fizeram derreter o coração do povo; eu, porém, perseverei em seguir o SENHOR, meu Deus.
9       Então, Moisés, naquele dia, jurou, dizendo: Certamente a terra que pisou o teu pé será tua e de teus filhos, em herança perpetuamente; pois perseveraste em seguir o SENHOR, meu Deus.
10     E, agora, eis que o SENHOR me conservou em vida, como disse; quarenta e cinco anos há agora, desde que o SENHOR falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e, agora, eis que já hoje sou da idade de oitenta e cinco anos.
 

INTRODUÇÃO

Depois da conquista das cidades-reinos, Deus alertou a Josué para que ele fizesse a divisão da Terra Prometida; tanto a parte já conquistada (14.5), como os territórios não conquistados (13.2-6), pois sua missão estava chegando ao fim. Ao descrever a distribuição da terra (13-18), delineando todo o perímetro, Deus demonstrou o cumprimento da promessa feita aos patriarcas, e, como consequência, evitou que Israel cobiçasse terras alheias ou fizesse alianças indevidas, bem como que uma tribo transferisse sua herança para outra (Nm 36.7-9). Também desafiou os hebreus a manterem a postura vigilante da guerra, sem "tirarem a armadura", até que toda a terra fosse possuída (o que aconteceu no auge da monarquia de Israel). Nós, igualmente, não podemos deixar a vigilância e desprezar a armadura de Deus (Ef 6.11-13) até que recebamos a completa herança na glória.

I - A DIVISÃO DO SUL DE CANAÃ (13-15)

1. A partilha da terra conquistada.
Josué recebeu a missão de conquistar Canaã e partilhá-la entre as tribos (Js 1.5,6). Os anos foram passando e ele foi envelhecendo. Então, o Senhor determinou que fizesse logo a divisão das terras já conquistadas, bem como das partes ainda a serem subjugadas. É preciso que cada pessoa entenda o tempo certo de começar e o de parar. Assim, Josué, no arraial em Gilgal, começou dividindo os reinos do sul (Js 10), os quais ficaram com Judá. Em seguida distribuiu o território conquistado no norte de Canaã (Js 11) aos filhos de José, Efraim e Manassés, que tiveram prioridade em face da primogenitura outorgada a José (1 Cr 5.1).
 
2. A herança de Judá e de Calebe.
Judá, porque era poderoso entre os irmãos e dele viria o Salvador - 1 Cr 5.2, ficou com a primazia, recebendo os territórios ao sul (Js 10). Dentre os de Judá, havia um herói nacional,  Calebe, que, antes do sorteio, pleiteou a herança prometida a ele por Deus, no tempo de Moisés,  um monte ainda inconquistado. É interessante que no texto de Josué 13.1, o Senhor diz a Josué que ele estava velho, porém todo aquele que serve a Deus na juventude, como Josué e Calebe, não será por Ele esquecido na velhice.

Josué já tinha conquistado a cidade de Hebrom (Js 10.37), mas não o monte, que era guarnecido pelos filhos de Anaque. Ao que tudo indica, esse foi o lugar em que a esperança dos dez espias foi finalmente soterrada, ao verem os gigantes (Nm 13.33). Assim, o território prometido a Calebe,  um dos mais temidos 45 anos antes, agora Deus, humilhando os incrédulos, entregava pelas mãos de um idoso de 85 anos.

Calebe teria sido sorteado com o monte, sem dúvida, mas ele preferiu fazer o pedido para demonstrar aos outros que o mais importante não era a terra em si, mas a promessa de Deus. E, como prova cabal disso, Hebrom foi dada aos levitas e também se tornou uma cidade de refúgio. Calebe lutou para consagrá-la, doando-a ao serviço do Senhor.

3. A herança de Acsa.
Outro episódio marcante da divisão do sul de Canaã, foi o quinhão que coube a Otniel e Acsa, filha de Calebe (Js 15.16-19; Jz 1.12-15). Esse fato serve para mostrar que devemos lutar por nossos ideais. Acsa foi dada como esposa ao jovem Otniel. Ele viria a ser juiz em Israel, após a morte de Josué, recebeu como dote uma terra seca. Mas pleiteou um território que tivesse água, tendo recebido uma terra excelente, que tinha fontes superiores e inferiores, ou seja, brotava água dos montes e das planícies. Nossas bênçãos espirituais e materiais devem ser buscadas com afinco.

Pense!
Por que Calebe não esperou o sorteio da sua herança, mas, antes, reivindicou-a?

Ponto Importante
Calebe sabia que seria sorteado com o monte Hebrom, mas preferiu fazer o pedido para demonstrar aos outros que o mais importante não era a terra em si, mas a promessa de Deus.

II - A DIVISÃO DO NORTE DE CANAÃ (16,17)


1. A herança de José.
Concluída a divisão das terras do sul, Josué dividiu o norte, mais a parte central de Jericó e Ai, coube aos filhos de José, Efraim e Manassés, os quais assumiram os lugares de José e Levi dentre as tribos (Js 14.4; 16.4). Os descendentes de José acharam "o pão lançado sobre as águas" por seu pai muitos anos antes. Metade da tribo de Manassés, além das tribos de Rúben e Gade, receberam antecipadamente suas heranças na Transjordânia, a leste do Jordão, território não pertencente à Canaã.

2. A passividade dos filhos de José.
Diferente do espírito aguerrido de Judá, as tribos de Efraim e Manassés preferiram aceitar os problemas.  A tribo de Efraim recebeu, por exemplo, dentre as cidades, Gezer como herança, mas não expulsou os cananeus que ali habitavam (Js 16.10). A tribo de Manassés, igualmente, teve uma postura passiva diante dos cananeus, e não os expeliram (Js 17.12,13), o que mais tarde foi, para ambos, um laço (Js 23.13).

Não bastasse esse sentimento de passividade, para piorar as coisas, foram reclamar contra Josué pela terra recebida (eles estavam, na verdade, murmurando contra o Senhor), alegando que era pequena (Js 17.14-18). Ao que Josué respondeu: "Se tão grande povo és, sobe ao bosque, e corta, para ti, ali lugar na terra […]" (Js 17.15), e completou: "expulsarás os cananeus, ainda que tenham carros de ferro, ainda que sejam fortes" (Js 17.18). Ou seja, Josué estava dizendo, em outras palavras: Não murmurem, mas sejam fortes e corajosos, e ampliem os seus marcos territoriais. Essa, também, é a ordem de Deus para a igreja nos dias atuais.

3. A herança de Josué.
Terminada a partilha da terra às 9 tribos e meia, foi entregue a Josué a cidade de Timnate-Sera, na montanha de Efraim, segundo o mandado do Senhor (Js 19.49,50), ou seja, a herança de Josué havia sido indicada por Deus, da mesma forma que aconteceu com Calebe. Josué não herdou uma linda e adornada cidade, porém precisou reedificá-la e, só então, habitou nela. Os servos de Deus não são recompensados necessariamente nesta vida por suas atividades em prol do Reino. Se assim fosse, Josué teria recebido algo bem melhor. O Galardão Real, o mais precioso, o mais desejado, não se recebe nesta vida, mas está guardado no Céu.

Pense!
Você tem trabalhado em favor do Reino?

Ponto Importante
Deus não se esquece do nosso trabalho e no tempo certo nos recompensará.

III - A DIVISÃO DAS TERRAS NÃO CONQUISTADAS (18,19)

1. O tabernáculo em Siló.
Com a divisão das terras algumas tribos que ficavam ao redor do Tabernáculo saíram de Gilgal e, com isso, Israel armou o Tabernáculo em Siló (Js 18.1-6), cidade de Efraim, tendo permanecido lá por cerca de 300 anos, até que, na época do sacerdócio de Eli, a Arca foi tomada pelos filisteus (1 Sm 4.4).

Josué, depois de criticar as sete tribos pela negligência em possuir o restante da terra (Js 18.3), nomeou uma comissão para dividir o remanescente em sete partes, as quais seriam sorteadas "em Siló, perante o SENHOR, à porta da tenda da congregação" (Js 19.51); tudo estava sendo feito às claras, com a total aprovação do Eterno. A herança de cada uma das sete tribos restantes estava nas mãos do Senhor, e nada poderia afastá-la de receber a promessa, a não ser o pecado!

2. Sete tribos recebem o "título de propriedade" da terra.
Depois da comissão de vinte e uma pessoas retornarem, Josué sorteou os territórios de Benjamin, Simeão e Dã, os quais ficaram ligados ao sul - Judá, e as terras de Issacar, Zebulom, Naftali e Aser fariam fronteira com a herança de Efraim e Manassés, ao norte. Nada lhes tinha sido entregue, mas eles ficaram satisfeitos. Não houve murmuração. A fé no cumprimento de todas as promessas de Deus apresenta-se fundamental, em qualquer tempo, para que nunca se desista de lutar.

Os descendentes de Dã herdaram uma pequena porção de terra, mas não se acovardaram, ou murmuraram: subiram e conquistaram Lesém, uma cidade a oeste do monte Hermom, a qual a chamaram de Dã e ali estabeleceram sua capital. Eles foram vizinhos dos filisteus, os quais tiveram muitos problemas com um nobre danita, Sansão (Jz 13-16). O cristão, como os danitas, devem aprender a transformar dificuldades em oportunidades.

3. A herança da tribo de Levi.
Deus chamou a tribo de Levi para que exercesse o santo sacerdócio (Êx 32.26-28), mas nunca lhe prometeu riquezas materiais, apenas disse que Ele seria a sua herança. Quando da repartição da terra a leste do Rio Jordão, o Senhor distribuiu 48 cidades para os levitas (Js 21.41), de maneira que o "bom cheiro" ministerial foi espalhado em toda Canaã, mas as cidades continuavam sendo de propriedade de cada tribo respectiva. Os levitas, portanto, eram peregrinos em terra estranha. Aliás, esse era o sentimento abrigado no coração de Abraão.  O lar deles, como o nosso, é a Canaã celeste.

O Senhor garantiu o sustento dos oficiais do Tabernáculo, fazendo com que eles pudessem se dedicar integralmente à obra do ministério. Hoje, igualmente, o Altíssimo procura pessoas que possam se colocar integralmente, apaixonadamente, nas suas mãos, para fazerem conhecidos os mistérios do Evangelho.

Pense!
Por que a distribuição da terra aconteceu "em Siló, perante o SENHOR, à porta da tenda da congregação" (Js 19.51)?

Ponto Importante
Tudo deveria ser feito às claras, para ter a total aprovação do Eterno, pois o futuro e a herança de cada tribo estavam nas mãos do Senhor.

SUBSÍDIO 1

"O Senhor deu a Moisés os limites periféricos desta terra (Nm 34.2-12). Ele também indicou quem deveria compor o 'comitê de distribuição', formado por líderes e pessoas comuns (Josué era o legislador e Eleazar, o sacerdote (Nm 34.16-29). Além disso, Deus repetiu várias vezes que a herança seria distribuída por sorte (Nm 26.55; 33.54; 34.13). Desse modo, a orientação divina é apresentada como fator constante no projeto.

Durante a distribuição da terra o resultado da sorte era aceito como um decreto procedente de Deus. Decisões tomadas por este método eram vistas como destituídas da opinião ou da autoridade do homem. Um provérbio resume esta ideia: 'A sorte se lança no regaço, mas do Senhor procede toda a disposição' (Pv 16. 33).

A aceitação da ideia de que a distribuição entre cada uma das tribos fora determinada por Deus resultou em consequências benéficas para os israelitas.
(1) O povo foi levado a perceber um poder na vida que era mais alto do que aquilo que os ganhos materiais podiam representar.
(2) As ações de graça se tornaram espontâneas.
(3) O descontentamento e a desconfiança em relação à distribuição foram reduzidas ao mínimo.
(4) A ambição desordenada foi esfriada.
(5) Os direitos e os interesses dos outros foram respeitados" (Comentário Bíblico Beacon. Vol. 1. Rio de Janeiro: CPAD, 2015, pp. 58,59).

SUBSÍDIO 2

"Agora ele julgava necessário dispensar as tribos que moravam além do Jordão, e escolher dentre as que restavam homens de probidade comprovada que fossem constatar com exatidão a grande fertilidade de todo o país de Canaã, retornando com uma descrição fiel. A proposta foi aprovada de modo geral, e Josué mandou dez homens acompanhados de peritos geômetras para medir toda a terra e avaliá-la segundo julgassem ser mais ou menos fértil. A terra do país de Canaã, embora apresente extensos campos com abundância de frutos, não pode ser tida como excelente se comparada com outras do mesmo país, nem como muito fértil se confrontada com as de Jericó e Jerusalém, situadas na maior parte entre montes e cuja extensão não é muito grande, mas cujos frutos sobrepujam os de todos os outros países, quer pela abundância, quer pela beleza. Foi por esse motivo que Josué estabeleceu a apreciação segundo a fertilidade, e não segundo a extensão das propriedades, porque muitas vezes acontece de uma única medida de terra valer mais que várias dela mesma. Esses dez enviados, depois de empregar sete meses nesse trabalho, voltaram a Siló, onde, como já disse, estava então o Tabernáculo. Josué reuniu Eleazar, o sumo sacerdote, o Senado e os príncipes das tribos e fez com eles a divisão de todo o país entre as nove tribos e metade da de Manassés, na proporção do número de homens de cada tribo" (JOSEFO, Flávio. História dos Hebreus. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, p. 131).

CONCLUSÃO
Finda a distribuição da terra, há um misto de alegria e frustração, conquista e negligência. Josué concluiu sua trajetória ministerial como um homem feliz, não plenamente realizado, pois ainda havia muita terra a conquistar, mas completamente satisfeito em ter sido instrumento do Senhor na Terra. Na vida, nem tudo ocorre como se planeja, mas é certo que Deus nunca perde o controle dos fatos da história.

HORA DA REVISÃO

1. Quais as tribos que herdaram terras na Transjordânia?
Rúben, Gade e meia tribo de Manassés.

2. Quais as primeiras tribos que receberam herança em Canaã?
Judá, Efraim e meia tribo de Manassés

3. Qual o versículo que explica o motivo pelo qual as tribos de José e Levi não entraram na divisão da herança?
Josué 14.4.

4. Quantas tribos foram chamadas por Josué de negligentes em tomar posse da terra de Canaã?
Conforme Josué 18.2,3 foram 7 tribos.

5. Qual cidade Josué recebeu por herança?
Timnate-Sera, na montanha de Efraim (Js 19.50).

SUGESTÃO DE LEITURA:
👉 Subsídios para a Classe de Adultos: Clique Aqui
👉 VIDEOAULAS  - Classe de JovensClique Aqui
👉 VIDEOAULAS - Classe de Adultos - Clique Aqui
🎯  Estudos para Professores EBD - Clique Aqui
Estudo Publicado em Subsídios EBD – Site de Auxílios Bíblicos e Teológicos para Professores e Alunos da Escola Dominical.