O que tem feito o cristianismo pelo mundo? - Subsídios Dominical

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

Novos Subsídios Bíblicos para as lições  O corpo de Cristo, 1° trimestre de 2024


O que tem feito o cristianismo pelo mundo?

O cristianismo transforma a vida do indivíduo. Em 1 Coríntios 6.9-10, Paulo reúne uma lista do tipo mais terrível, desagradável e odioso de pecadores e no versículo seguinte faz uma afirmação aterradora: "Tais fostes alguns de vós." Como dizia Denney, nunca devemos esquecer que a função e o poder de Cristo é converter os homens maus em bons. A transformação do cristianismo começa na vida individual, porque por meio de Cristo, a vítima da tentação pode vencê-la.
Há quatro grandes aspectos sociais nos quais o cristianismo transformou a vida. Vejamos.

1. O cristianismo transformou a vida para as mulheres.
Em sua oração pela manhã o judeu agradecia a Deus por não tê-lo feito nascer gentio, escravo ou mulher. Na civilização grega, a mulher levava uma vida de reclusão total, na qual não tinha nada a fazer além das tarefas da casa. Referindo-se ao menino ou jovem grego, J. K. Freeman escreve sobre Atenas, até em sua época melhor; "Quando o moço voltava para sua casa, não havia nenhum tipo de vida de lar. Seu pai quase nunca estava em casa. Sua mãe era um ser sem importância que vivia nos quartos das mulheres. É muito provável que a visse muito pouco."
VEJA TAMBÉM:

Nas terras orientais com frequência era possível encontrar uma família que estava viajando. O pai montado sobre um burro, a mãe andando a seu lado, frequentemente com uma pesada carga sobre os ombros. Uma verdade histórica demonstrável é que o cristianismo transformou a vida da mulher.


2. O cristianismo transformou a vida dos fracos e doentes
Na vida pagã, os fracos e os doentes eram considerados como algo incômodo. Em Esparta, quando nascia um menino ele era examinado, se era sadio tinha permissão de viver, se era fraco ou tinha algum defeito era deixado para morrer na ladeira de uma montanha. O Dr. A. Rendle Short assinala que o primeiro asilo para cegos foi fundado por Talasio, um monge cristão. O primeiro dispensário gratuito foi fundado por Apolônio, um comerciante cristão. O primeiro hospital do que se têm notícias foi fundado por Fabíola, uma dama cristã. O cristianismo foi a primeira religião que se interessou pelas coisas defeituosas que há na vida.

3. O cristianismo transformou a vida dos anciãos
O cristianismo transformou a vida dos anciãos. Assim como os fracos, os anciãos eram um estorvo. Catão, o autor romano que escrevia sobre agricultura, dá conselhos a qualquer um que pense ocupar-se de uma granja: "Revisem seus pertences e celebrem uma venda. Vendam seu azeite, se o preço for conveniente, e vendam o vinho e o grão que sobrarem. Vendam os bois cansados, a fazenda com defeitos, as ovelhas que não são perfeitas, a lã, as peles defeituosas, um carro velho, as ferramentas velhas, um escravo velho, um escravo doente, e qualquer outra coisa que seja supérflua." Os anciãos, cujos dias de trabalho tinham terminado, só serviam para ser descartados como trastes velhos.
O cristianismo foi a primeira religião que tomou os homens como pessoas e não como instrumentos com uma determinada capacidade de trabalho.

4. O cristianismo transformou a vida para o menino
No contexto imediato do cristianismo, a relação matrimonial tinha degenerado e o lar estava em perigo. O divórcio era algo tão comum que não era estranho nem imperdoável que uma mulher tivesse a cada ano um marido novo. Em semelhantes circunstâncias os meninos eram um desastre, e o costume de limitar-se a deixar morrer os meninos era tragicamente comum. Existe uma carta muito famosa que um tal Hilário, que tinha viajado a Alexandria, enviou a sua mulher, Alis, que tinha ficado em casa. Escreve-lhe: "Se, com sorte, tens um filho, se for varão deixa-o viver, se for uma mulher, atira-a." Na civilização moderna, a vida se constrói quase ao redor do menino. Na antiguidade, o menino tinha muitas probabilidades de morrer antes de começar sua existência.

Conclusão
Qualquer pessoa que formula a pergunta: "O que tem feito o cristianismo pelo mundo?" irá perder em um debate com um cristão. Não há na história nada que se possa demonstrar em forma tão indiscutível como o poder transformador do cristianismo e de Cristo na vida individual e na da sociedade. Somente o cristianismo diz a verdade quando afirma que o seu líder e o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, por meio Dele – Jesus Cristo (Jo 14.6).


Adaptação: Site Subsídios EBD. Fonte: O Novo Testamento Comentado por William Barclay.  Tradução: Carlos Biagini.

Post Bottom Ad