Featured

 


FECHAR<===


- REVISTA JUVENIS PROFESSOR 1º TR. DE 2018
- Título do Trimestre: Avivamento para a Juventude
- Classe: de 15 a 17 anos – Juvenis
- Editora: CPAD
- Comentarista: Rafael Luz
- Reverberação: Subsídios EBD
LEITURA DIÁRIA
SEG. Gn 3.8-10: O Pecado traz vergonha e nos distância de Deus
TER. Sl 51.5: Pecamos porque somos pecadores
QUA. Jz 16.1-25: Não Brinque com o pecado
QUI. Gn 39.4-15: José Escolheu fugir para não pecar
SEX. Rm 3.9-12: O Pecado é universal
SAB. Rm 6.23: O justo salário do pecado é a morte
REFLEXÃO BÍBLICA
"Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto" (SI 32,1).
OBJETIVOS
- Compreender a realidade do pecado humano.
- Entender a gravidade do pecado e suas consequências.
- Descobrir o quanto é perigoso brincar com o pecado.
APROFUNDE SEU CONHECIMENTO - LEIA TAMBÉM:

LEITURA BÍBLICA
Gênesis 3.1-11
1 ORA, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?
2 E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,
3 Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.
4 Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.
5 Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
6 E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
7 Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.
8 E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim.
9 E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?
10 E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.
11 E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses?
SINTETIZANDO
O pecado é uma doença que mata. Infelizmente, tanto a sociedade como alguns cristãos não têm levado a sério sua realidade e gravidade. Alguns chegam ao ponto de negá-lo, ignorando completamente o que diz a Bíblia. Mas, hoje nós teremos a oportunidade de ver, através dos "óculos" da Palavra de Véus, o quanto o pecado é nocivo para a humanidade, bem como a importância ' de evitá-lo, a fim de vivermos uma vida saudável e agradável a Deus. Que o Senhor nos ajude a vencer ' o pecado!

INTRODUÇÃO
Você sabe o que significa "hamartiologia"? Não? É o estudo sobre o pecado. Hoje estudaremos a respeito da origem, da realidade e das consequências do pecado. Não há como negarmos que o pecado é um mal terrível que mata e destrói a criação de Deus. Negá-lo é uma sandice, tanto intelectual, quanto espiritual, e muitos têm caído nesse erro, alegando que o relato da Queda é uma lenda ou, no máximo, uma expressão figurativa.

A AULA VAI COMEÇAR!
Professor, professora, depois de orar para dar início a aula, escreva no quadro as seguintes indagações: "Existe pecado original?" "O que é pecado original?" Promova um pequeno debate antes de iniciar o primeiro tópico da lição. Explique que em uma sociedade como a nossa, onde algumas pessoas ignoram a realidade do pecado, alegando que o relato da Queda é uma lenda ou uma expressão figurativa, faz-se necessário que a Igreja denuncie o pecado, bem como reafirme sua gravidade e consequência na vida da humanidade. Não podemos negar a realidade do pecado. Basta um olhar, mesmo que superficial, da nossa sociedade e veremos a que ponto chegou a maldade humana. Temos visto famílias disfuncionais, instituições públicas em falência, homens em crise ética, moral e espiritual, etc. Tudo isso é resultado da presença do pecado dentro do coração do homem- Adão e Eva pecaram e todos foram feitos pecadores. Não podemos negar a existência do pecado original, ou seja, o pecado de Adão e Eva que recaiu sobre toda a humanidade. Para uma compreensão maior a respeito do pecado original, leia o subsídio 2 da lição.

1. A ORIGEM DO PECADO
Para início de conversa, é necessário compreender que Deus não é o autor ou responsável pelo pecado, pois Ele é Santo e a ninguém tenta (Is 6.3; Tg 1.13). Segundo as Escrituras, o pecado teve origem em Lúcifer, um querubim que vivia na presença de Deus, que resolveu, por orgulho, rebelar-se contra o Altíssimo. Embora o texto de Isaias 14.12-15 refira-se ao Rei da Babilónia e o de Ezequiel 28.12-17 ao Rei de Tiro, ambos tipificam o orgulho e a queda daquele que chamamos de Diabo - o qual João diz que peca desde o início (Jo 8.44; 1Jo 3.8).

No que diz respeito à raça humana, o pecado teve início com nossos primeiros pais, Adão e Eva, Lá no jardim do Éden. Eles eram livres, com capacidade para pecar ou não, porém decidiram fazer a escolha errada, comer do fruto proibido, desobedecendo a Deus (Gn 3.1-19). E com isso, tiveram que arcar com todas as consequências da escolha que fizeram. Ao lermos o relato da Queda concluímos que o pecado de Adão e Eva não foi fruto de um ato não pensado, inevitável e imposto por Satanás, muito pelo contrário, decorreu de um processo de negociação, onde a mentira de Satanás (Gn 3.1-5) estava sendo oferecida em troca da verdade de Deus (Gn 2.16,17). Eva desejou o fruto da árvore da ciência do bem e do mal e sendo atraída e seduzida pelo engano do Diabo comeu do fruto e o deu a Adão. Quando ela viu que o "bebé" chamado "pecado" estava em seu colo, como diz Tiago "havendo a concupiscência concebido, dá à Luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte" (Tg 1.15), colocou a culpa das suas ações na serpente.

AÇÃO TÓPICO 1
Inicie a aula perguntando: "Qual a origem do pecado?" "Será que Deus criou o pecado?" Ouça os alunos com atenção e explique que "as Escrituras ensinam que o mal entrou na criação de Deus pelas livres escolhas morais feitas pelos primeiros seres humanos, em resposta à tentação de Satanás, um anjo de luz caído. Como uma praga, este mal se espalha por toda a história em virtude das livres escolhas morais que os homens continuam a fazer" (COLSON, Charles. Respostas às Dúvidas de seus Adolescentes. 6 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012, p. 23).

2. A REALIDADE DO PECADO
Vivemos em uma sociedade onde falar a respeito do pecado é algo ultrapassado, e porque não dizer, superado. Afirmar a realidade do pecado soa como um insulto à inteligência e ao progresso humano. Entretanto, ainda que ignorado, o pecado não pode ser negado. Precisamos voltar nossos olhos para as Escrituras Sagradas, a fim de compreendermos como Deus o trata. Afinal de contas o que é pecado? É um ato ou uma condição da natureza humana? Quais suas trágicas consequências?

Em 1 João 3.4, o apóstolo do amor diz que "o pecado é iniquidade", ou seja, uma transgressão a lei de Deus. Pecar é rebelar-se contra a vontade do Senhor (Is 1.2), é desobediência (Hb 2.2). Outra definição de pecado é errar o alvo, cuja ideia nos remete a um arqueiro habilidoso que ao mirar o alvo é incapaz de acertá-lo.

Segundo a Bíblia, em Adão toda raça humana se fez pecadora (Rm 5.12,18-21), pois ele era nosso representante legal. Como diz Norman Geisler: "Adão tinha uma procuração passada por Deus com poderes sobre toda a humanidade", razão pela qual todos nós somos culpados diante de Deus, Observe, como a Palavra de Deus retrata o pecado: Isaías retrata o pecado como uma lepra incurável (Is 1.4-6). Jeremias destaca a impossibilidade de o pecador melhorar sua condição (Jr 13.23) e escrevendo aos Romanos, Paulo afirma a universalidade do pecado ao dizer que "todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Rm 3.23).
Como você pode perceber, o pecado não foi apenas um pequeno acidente, ao contrário, foi a maior tragédia da história da humanidade.

AÇAO TÓPICO 2
Professor, escreva no quadro a seguinte questão: "O que é pecado?" Ouça os alunos com atenção e depois escreva no quadro a seguinte definição: "Transgressão deliberada e consciente das leis estabelecidas por Deus. Errar o alvo estabelecido pelo Criador ao homem: viver para a glória de Deus"(Dicionário Teológico de Claudionor de Andrade, CPAD).

3. O PROBLEMA ESTÁ DO LADO DE DENTRO
Constantemente vemos e ouvimos intelectuais da área da educação e da sociologia afirmando que o problema da sociedade é apenas e tão somente a falta (de) ou má educação. Tal concepção, longe de ser uma verdade plena e absoluta, é uma reprodução reducionista do pensamento filosófico da época do racíonalismo, iluminismo, e depois do positivismo que afirmavam, dentre outras coisas, que se o homem tiver cultura e conhecimento ele será um ser maravilhoso. Entretanto, as duas guerras mundiais provaram a inconsistência desse argumento.

Ao olharmos para as Escrituras, somos confrontados por uma verdade mais abrangente, a qual afirma que a causa de todos os males foi e é o pecado. E para  nossa surpresa e espanto essa maldade não é essencialmente externa, antes é interna (algo inerente ao ser humano), vem de dentro para fora e faz parte de nossa natureza (5151.5). O pecado é como uma doença contagiosa que alcança e destrói todo nosso ser, afeta nosso corpo, mente, emoções e nossos relacionamentos (com Deus e com o próximo). Como bem afirmou um importante teólogo: "não somos pecadores porque pecamos, mas pecamos porque somos pecadores". Existem pessoas corruptas, violentas, injustas e más porque o coração do homem é tudo isso (Gn 6.5; Jr 17,9). Foi o próprio Jesus quem disse: "Porque é de dentro, do coração, que vêm os maus pensamentos, a imoralidade sexual, os roubos, os crimes de morte, os adultérios, a avareza, as maldades, as mentiras, as imoralidades, a inveja, a calúnia, o orgulho e o falar e agir sem pensar nas consequências. Tudo isso vem de dentro e faz com que as pessoas fiquem impuras" (Mc 721-23). Logo, a sociedade é apenas um reflexo de quem nós somos. Apenas uma obra transformadora do Espírito Santo de Deus é que pode mudar este cenário (Jo 16.8; Ef 2,1-9).
AÇÃO TÓPICO 3
Peça que os alunos relacionem alguns males de nossa sociedade decorrentes do aumento da iniquidade.

4 "QUEM BRINCA COM FOGO ACABA SE QUEIMANDO"
Esse é um ditado que se aplica perfeitamente ao pecado e suas consequências. Infelizmente, em pleno século 21, algumas pessoas, cismam em continuar brincando de pecar pensando que nunca serão queimadas ou consumidas pelo fogo destruidor do pecado. Entretanto, é necessário entendermos que pecado é algo sério, grave e mortal: não faz bem para saúde física nem tão pouco para a espiritual.

A desobediência de Adão e Eva trouxe como consequência a morte para os seres humanos. Segundo Geisler, eles não só morreram espiritualmente quando pecaram, começaram a morrer fisicamente a partir do dia em que pecaram (Rm 5.12-14) e teriam morrido eternamente caso não tivessem aceitado a provisão de salvação oferecida por Deus (Gn 3.15-24; Jo 11.26).

O pecado dá prazer, traz sensação de liberdade e autonomia, e no final das contas, mata-nos sem dó nem piedade. Cuidado com ele, pois não é inofensivo como você pensa. Pelo contrário, o pecado é como um câncer que se instala em alguma parte do organismo e rapidamente se alastra para todo corpo e quando percebemos não há mais jeito. Que esta advertência pastoral seja encarada com seriedade por cada um de nós: "continue matando o pecado ou ele o matará."
AÇÃO TÓPICO 4
Leia em voz alta o texto bíblico de Génesis 39.4-15 e em seguida faça a seguinte pergunta aos alunos: "Vocês têm corrido do pecado ou para o pecado?" Após, conclua dizendo que por amar a Deus, José escolheu correr do pecado.
 ==================teologia==========
SUBSÍDIO 1
Queda: onde traçar a linha
"Da mesma maneira que temos de insistir na extensão cósmica da criação, ou seja, que toda a criação veio da mão de Deus, também temos de insistir na extensão cósmica da queda. Até o mundo natural foi afetado pelo pecado humano, como informa Génesis 3 e Romanos 8 Pelo fato de os seres humanos terem sido criados para serem representantes de Deus. exercendo domínio sobre a criação, o pecado teve um efeito ondulatório que se estendeu ao mundo natural. Esta é apenas uma das consequências da autoridade: se o pai for severo, toda a família será infeliz; se o presidente é pouco ético, é provável que toda a empresa seja corrupta.

Contra a concepção grega, temos de insistir no fato de que o mal e a desordem não são intrínsecos ao mundo material, mas foram causados pelo pecado do homem, que toma a boa criação de Deus e a torce para satisfazer propósitos maus. 'Quando Adão caiu, foi resultado de vontade rebelde, e não porque ele tinha um corpo', escreve o filósofo Gordon Clark. É por isso que Paulo escreveu:'... nenhuma coisa é de si mesma imunda' (Rm 14.14). Torna-se imunda somente quando os pecadores a usam para expressar sua rebelião contra Deus. A linha entre o bem e o mal não é traçada entre uma parte e outra da criação, porém passa pelo coração humano — em nossa disposição de usar a criação para o bem ou para o mal" (PEARCEY, Nancy. Verdade Absoluta: Libertando o cristianismo de seu cativeiro cultural. Rio de Janeiro: CPAD, 2006. p. 63).

SUBSÍDIO 2
O pecado original
Distinção entre pecado original e culpa original.
1) Por pecado original entendemos que se trata do pecado herdado de nossos primeiros pais, Adão e Eva, o qual passou a toda criatura humana.

2) A culpa não é herdada, e sim imputada a cada criatura. A expressão 'pecado original' não se encontra na Bíblia de forma literal, mas a sua manifestação está implícita na história da Queda: por isso, o pecado original está na vida de todo ser humano desde o seu nascimento. Outrossim, precisamos esclarecer que a expressão 'pecado original' nada tem que ver com a constituição original do homem, haja vista Deus não o ter criado pecado.

O Antigo Testamento faz distinção entre pecados cometidos intencionalmente e os praticados por ignorância. Se cometidos intencionalmente ou por ignorância, o pecado não deixa de ser pecado, porque é um fato e torna a pessoa culpada diante de Deus (Gl 6.1; Ef 4.18: 1Tm 1.13; 5.24). No Novo Testamento, o apóstolo Paulo deixou claro a ideia de que o grau do pecado é determinado pelo grau de conhecimento (luz) que o pecador possua (Rm 1.18-32)" (CABRAL, Elienai, Teologia Sistemática Pentecostal: Hamartiologia. i.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2010, pp. 313-4).
CARO PROFESSOR, aprender não é um trabalho inerte. Infelizmente, alguns professores de Escola Dominical o consideram como tal e esperam que seus adolescentes sentem-se calmos e absorvam todas as informações transmitidas. Como alguém já disse, 'se falar fosse o mesmo que ensinar, todos nós seríamos tão espertos que não conseguiríamos suportar. Embora a comunicação deva fazer parte do ensino, a 'inteligência' vem com a compreensão. Esta, por sua vez, é robustecida pela atividade envolvimento" (JOHNSON, Lin. Como Ensinar Adolescentes: Descubra a alegria de trabalhar com eles. 2 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2004, p. 80).

PARA CONCLUIR
Embora alguns acreditem que pregar e ensinar a respeito do pecado seja algo ultrapassado ou mesmo superado pela sociedade atual, contudo é importante que você entenda que ele é uma realidade que causa uma profunda indignação em Deus. Definitivamente não brinque com coisa séria. Não esqueça, o pecado mata. Paca uma autoavaliação e veja onde você tem errado. Reconheça suas fraquezas, peça perdão a Deus e lute diariamente para não cometer novamente esse erro e fuja da aparência do mal. Submeta-se a Deus e resista o Diabo na fé, não permita que sua carne o domine, ande no Espírito para glória de Deus.

HORA DA REVISÃO
1. Com quem o pecado na raça humana teve origem?
R: Adão e Eva.
2. O pecado de Adão e Eva foi resultado de um ato não pensado?
R: Não. Foi resultado de uma escolha.
3. O que é pecado?
R: Pecado e errar o alvo.
4. Como o profeta Isaías retrata o pecado?
R: Como uma lepra incurável.
5. Qual a advertência pastoral a respeito do pecado que devemos encarar?
R: "Continue matando o pecado ou ele o matará."
Leia também:
- Lições Bíblicas de Jovens – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
- Lições Bíblicas de Adultos – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui

- Lições Bíblicas Juvenis - – 1° Trimestre de 2018 – Acesse Aqui
 
Top