Featured

 


FECHAR<===


Quando sabemos como estudar a bíblia e entendemos alguns princípios fundamentas para o estudo da bíblia, podemos, então, estudar a Palavra de Deus de forma produtiva.

I. Como Estudar a Bíblia 
1) Reserve um tempo para estudar.
Escolha um período e lugar tranquilos para estudar a Palavra de Deus e faça disso um hábito diário, como comer. Algumas pessoas acordam cedo para passar um momento com Deus. Outras estudam durante o dia ou à noite.

2) Ore.
Peça a Deus que o ajude a entender sua Palavra. Faça uma oração com suas próprias palavras ou semelhante a esta: “Senhor, obrigado pela Bíblia para que possamos conhecer quem és e o que desejas para nossa vida. Por favor, ajuda-me a entendê-la e a fazer o que queres que eu faça”.

3) Leia e releia.
A Bíblia é a carta mais importante que você já recebeu — uma mensagem do Deus do universo, que o criou, o ama e quer comunicar-se com você. Abra sua “carta de amor” todos os dias. Releia cada capítulo e versículo várias vezes.

4) Conheça o autor.
Leia Gênesis para aprender sobre Deus, que criou o mundo. Toda a Escritura é inspirada por Deus. Ele de fato visitou a terra em forma de homem — o homem Jesus Cristo. Jesus disse: “Eu e meu Pai somos um”. Leia o Evangelho de João para aprender sobre o plano de Deus para você.

5) Faça anotações.
Escreva notas sobre o que você leu. Use um caderno específico ou um “diário espiritual” especialmente para o estudo bíblico. Talvez você queira sublinhar versículos-chave ou fazer anotações na margem de sua Bíblia.

6) Faça da Bíblia sua autoridade.
Aceite e acredite que o que a Bíblia diz é verdade. Talvez você não entenda tudo na Bíblia, mas obedeça e coloque em prática o que entendeu.

7) Encontre um grupo.
“As pessoas aprendem umas com as outras, assim como o ferro afia o próprio ferro” (Pv 27.17, NTLH). Deus deu sua Palavra ao seu povo. Quando você partilhar o que aprendeu com outros crentes, Deus fará maravilhas. Isso também o ajudará a ser responsável por alguém.

II. Princípios Básicos do Estudo Bíblico
 
1- Procure a visão geral do plano de Deus.
Descubra quem escreveu os livros, as razões de terem sido escritos, os temas. Pergunte “Quem, O quê, Onde, Quando, Por quê e Como?” Essas informações geralmente estão no primeiro capítulo ou na introdução do livro.

2- Leia os versículos no contexto.
Leia os capítulos em volta e os versículos antes e depois do trecho que está estudando. Leia os capítulos em volta e os versículos antes e depois do trecho que está estudando. Veja o quadro completo. Não estude versículos fora de contexto. Observe o esboço do livro.

3- Compreenda a mensagem completa da Palavra de Deus.
Considere a Bíblia toda como a Palavra de Deus. Não se concentre apenas em um versículo ou ideia. Veja se outras partes da Bíblia contêm mais explicações sobre determinado ensinamento. Se estiver usando uma Bíblia de estudo, observe as referências cruzadas para ajudá-lo a encontrar outros versículos sobre o mesmo assunto.

4- Descubra o sentido pretendido.
Ao ler a Bíblia, procure o sentido pretendido pelo autor. O que ele quis dizer? O que significava naquela cultura? O que significa atualmente? Quais são as ideias principais? Se tiver perguntas, anote-as, ore pedindo entendimento e discuta suas ideias com outras pessoas.

5- Aprenda história e geografia.
Use uma linha do tempo para aprender acerca da história da Bíblia. Use mapas para aprender sobre a geografia dos locais onde ocorreram os fatos.

6- Preste atenção à linguagem figurada.
Figuras de linguagem são ilustrações verbais que nos ajudam a entender uma verdade. “Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho” (Sl 119.105) é uma metáfora que nos ajuda a visualizar a Bíblia iluminando nossa mente e ações, e nos dando direção. “Como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus!” (Sl 42.1) é uma símile que compara ideias com a palavra “como”.

As símiles ocorrem mais de 175 vezes em Salmos. Jesus usou a personificação quando disse que se as pessoas não declarassem as obras poderosas que tinham visto Deus fazer, as pedras clamariam em louvor (Lc 19.40). Encontramos a hipérbole (exagero) em Mateus 5.29,30, quando Jesus fala dos olhos e mãos que fazem alguém tropeçar.

7- Conheça as formas de literatura.
A Bíblia contém várias formas de literatura: história, narrativa, poesia e sabedoria, profecia, parábolas e cartas. Reconhecer cada forma irá ajudá-lo a interpretar o sentido. Por exemplo, as parábolas explicam uma verdade espiritual por meio de uma história ou analogia. A Parábola do Filho Pródigo em Lucas 15 não se refere a uma pessoa histórica específica, mas ensina que Deus é um pai amoroso que recebe de volta com alegria os filhos pródigos ou rebeldes que se arrependem e voltam para Ele.

Aprofunde seus Conhecimentos, CLIQUE E LEIA:

Adaptação: Subsídios EBD
Fonte: Panorama Bíblica, CPAD

 
Top