Lição 1 – Gênesis, o livro da criação - Subsídios Dominical

Breaking

Home Top Ad

Post Top Ad

Novos Subsídios Bíblicos para as lições  O corpo de Cristo, 1° trimestre de 2024


Lição 1 – Gênesis, o livro da criação

O TÍTULO DO LIVRO
O título em português, Gênesis, provém da tradução grega (Septuaginta), que significa "origens", ao passo que o título hebraico é derivado da primeira palavra, traduzida por "no princípio". Gênesis introduz o Pentateuco (os primeiros cinco livros do AT) e toda a Bíblia.

A influência de Gênesis na Escritura é demonstrada pelo fato de ele ser citado mais de 35 vezes no Novo
Testamento, além de centenas de alusões que figuram em ambos os Testamentos. A linha da história da salvação que começa em Gn 3 somente se completa em Ap 21—22, onde o reino eterno dos crentes redimidos é maravilhosamente retratado.

As primeiras palavras de Gênesis, "No princípio criou Deus..." (Gn 1.1) implica a realidade da existência eterna ou antes do tempo" de Deus e anuncia a transição espetacular para o tempo e espaço. Conquanto a data exata da criação não possa ser determinada, ela certamente pode ser estimada como tendo acontecido milhares de anos atrás, "não milhões.

Começando com Abraão (c. 2165-1990 a.C.) em Gn 1.1, esse livro dos começos cobre 300 anos até a morte de José no Egito (c. 1804 a.C.). Há, então, outro intervalo de quase 300 anos até o nascimento de Moisés no Egito (c. 1525 a.C.; Êx 2).

SÍNTISE DO LVRO DE GÊNISE
1) Gênesis 1—11 ajudou Israel a entender a origem e a natureza da criação, o trabalho humano, o pecado, o casamento, o assassinato, a morte, a bigamia, a punição, a multiplicidade de línguas e culturas, etc. Esses capítulos firmaram a visão de mundo que explicava o restante da primeira Bíblia de Israel, o Pentateuco.

2) A última parte de Gênesis.
A última parte de Gênesis explicava a Israel quem eram as pessoas que faziam parte dessa nação, incluindo o propósito
que Deus tinha para elas como povo. Em Gn 12.1-3, Deus havia aparecido a Abraão e feito uma promessa tripla de dar-lhes uma terra, descendentes e bênçãos. Anos mais tarde, numa cerimônia típica da cultura de Abraão, Deus remodelou a promessa tripla numa aliança (Gn 15.7ss.). O restante de Gênesis trata do cumprimento dessa promessa tripla, mas focaliza especialmente na semente ou descendentes.
A esterilidade de cada uma das esposas dos patriarcas ensinou a Israel a importância da confiança e da paciência em esperar em Deus pelos filhos.

Leia a continuação deste SUBSÍDIO AQUI
Obs. Subsídios “alternativos” para a lição bíblica de adulto.

Trimestre: 4° de 2015 - Por Jair Alves

Post Bottom Ad