Featured

 


FECHAR<===


- Lições Bíblicas Juvenis – 4° Trimestre de 2017
-Tema do Trimestre: Igreja, o Corpo de Cristo
- Classe: de 15 a 17 anos – Juvenis
- Editora: CPAD
- Comentarista: Jamiel Lopes
LEITURA BÍBLICA DA SEMANA
Seg. Mt 25.6: O preparo da igreja para o Noivo
Ter. Ap 19.7: As bodas que Cristo preparou para receber a Igreja
Qua. 1Pe 2.5: Pedras vivas no templo de Deus
Qui. 1Co 6.19: Somos, individualmente, casa de Deus
Sex. 1Co 12.24-27: A igreja é um organismo vivo
Sáb. Cl 1.15-18: Cristo é a cabeça da Igreja

OBJETIVOS
Falar sobre o papel da Igreja como Noiva de Cristo;
Refletir sobre o papel da igreja enquanto Templo de Deus;
Discutir sobre a unidade da Igreja como Corpo de Cristo.
REFLEXÃO
"Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz." (1Pe 2.9)
SINTETIZANDO
Em toda a Bíblia existe vários símbolos usados para fazer referência à Igreja. Sobretudo, no Novo Testamento, são empregadas algumas ilustrações, símbolos, metáforas para expressar a relação que existe entre Cristo e a Igreja.
 
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Efésios 5.24-27
24 De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos.
25 Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela,
26 Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra,
27 Para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.
INTRODUÇÃO
O propósito dos símbolos é ajudar a compreender a natureza da Igreja e seu relacionamento com Jesus. Precisamos entender que são apenas ilustrações; nossa atenção maior deve estar centrada na pessoa de Cristo como Senhor e Salvador, que reina no Céu e habita entre nós.
A AULA VAI COMEÇAR!
Querido professor, providencie antecipadamente uma caixa pequena e coloque nela palavras relacionadas com esta lição; podem ser escritas em simples tiras de papel. Acomode os alunos em círculo e peça que passem a caixa uns para os outros. Quando você disser "pare", quem tiver com a caixa pegará um papel, lerá a palavra e formará uma frase usando-a. Quem não conseguir a tempo, sai do círculo. Sugestões de palavras: Noivo, Noiva, Corpo de Cristo, casamento, templo, edificação, Bodas do Cordeiro, etc.

1. A IGREJA SIMBOLIZADA COMO A NOIVA DE CRISTO
Uma das várias simbologias atribuídas à Igreja na Bíblia é a figura de uma noiva. Na carta aos Efésios, o apóstolo Paulo traça uma comparação entre a relação conjugal e o amor genuíno que precisa haver entre os côjuges, ao de Cristo por sua Igreja. Vejamos: "Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela" (Ef 5.25).

O texto evidencia o profundo amor do Noivo (Cristo) pela sua Noiva (Igreja), ao ponto até mesmo de ter dado sua vida em favor dela. Por sua vez, as esposas, a quem Paulo se dirige tal como a Noiva (Igreja), também são chamadas a retribuir o seu amor (Mt 6.24; Ef 5.24),

1.1. A lealdade e devoção da Igreja.
A Igreja figurada como noiva salienta a lealdade, devoção e fidelidade que ela precisa ter por Cristo.

A Bíblia aponta para o amor de Cristo a sua Igreja e sua comunhão com ela, assim como para a união e comunhão que os verdadeiros crentes devem ter com Jesus (Ef 5.24-27).
O apóstolo Paulo afirma: "Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus: porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo" (2 Co 11.2). Paulo estava se referindo à glória de Cristo, a qual a Igreja, como sua Noiva, compartilhará na Eternidade.

Como já visto, a Igreja Primitiva aguardava ansiosa o retorno de Cristo. No texto de Efésios Paulo se refere a este momento no qual a Igreja será apresentada a Jesus Cristo, como sua esposa.

1.2. Comunhão de Deus com seu povo
A ilustração sobre a Igreja como noiva descreve a comunhão, a Aliança de Deus com seu povo tanto no Antigo, quanto no Novo Testamento. Vimos que o apóstolo Paulo exorta os crentes (a Igreja) a se apresentarem como "uma virgem pura a um marido" -Cristo. Diferente de Israel - nação eleita de Deus, mas que rejeitou o Messias e por isso foi considerada como que a esposa repudiada de Jeová. Contudo, conforme revela a Bíblia, será restaurada no futuro. Tal restauração é comentada por Paulo em Romanos 11.25-32.

1.3. A Noiva e o Noivo viverão juntos eternamente.
Os verdadeiros crentes devem ser leais a Cristo, fiéis, santos e irrepreensíveis, pois só assim participarão do "casamento" que está por vir, a saber: "As Bodas do Cordeiro" (Ap 19.7; 21.2; 22.17).    

AÇÃO TÓPICO l
Pergunte aos seus alunos se eles já foram a um casamento; qual foi o momento mais esperado da cerimónia; como a noiva estava vestida, etc. Mostre que a igreja é comparada a uma noiva que se prepara para o casamento. Enfatize que este símbolo representa a lealdade, devoção e fidelidade da Igreja a Cristo. Diga que os verdadeiros crentes devem, portanto, ser fiéis, santos e irrepreensíveis, pois só assim participarão do casamento que está por vir - as "Bodas do Cordeiro".
 

2. A IGREJA SIMBOLIZADA COMO O TEMPLO DE DEUS
Conforme nos ensina o apóstolo Paulo, a Igreja de Cristo é simbolizada
como um templo, edificado sobre o fundamento que é Jesus (Ef. 2.20; 1Pe 2.6). Nós, os crentes salvos em Cristo, somos as "pedras vivas" (1Pe 2.5) que estão sendo moldadas constantemente na graça e no conhecimento, pela mensagem de Jesus e os ensinamentos dos apóstolos: "Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina. No qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito" (Ef 2.20-22).
Conforme o Novo Testamento nos ensina, a Igreja é a Casa de Deus, tanto de forma individual como coletivamente.

2.1. A Igreja é o Templo de Deus
O apóstolo Paulo nos mostra que os crentes são Templo de Deus, onde habita o Espirito Santo: "Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo." (1Co 3.16,17).

A Igreja não é apenas um lugar, como um novo templo para adorar a Deus, é também um novo grupo de sacerdotes, um "sacerdócio santo", que pode "oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus" (1Pe 2.5).

Nós também somos Casa de Deus: "E esta casa somos nós" (Hb 3.6), com o próprio Jesus sendo considerado o seu "construtor" (Hb 3.3).

2.2. Você é um Templo de Deus
Somos individualmente um Templo de Deus e do Espirito Santo que habita em nós. Nosso corpo é templo do Espírito Santo. Por isso, o apóstolo Paulo enfatiza: "[...] não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus" ( 1Co 6.19-20).

Portanto, cada pessoa convertida deve buscar a santificação pessoal. E, como templo do Espírito Santo, também desenvolver o Fruto do Espírito em sua vida (Gl 5. 22-23).

O crescimento individual implica crescimento coletivo (Ef 4.15,16).

AÇÃO TÓPICO 2
Peça que seus juvenis pensem na pessoa considerada mais ilustre e importante no cenário mundial da atualidade. Em seguida, indague-os sobre como eles se preparariam para recebê-la em suas casas. Pergunte posteriormente como eles se sentem ao saber que eles mesmos são a Casa do Todo-Poderoso - o "hóspede" mais importante de todo o Universo. Conclua enfatizando que cada pessoa convertida deve buscar a santificação pessoal para que o Espírito Santo não deixe de fazer morada em sua vida.

3. A IGREJA SIMBOLIZADA COMO O CORPO DE CRISTO
Clique e acesse
A Igreja é muito mais do que uma organização, Deus a constituiu como um único Corpo - vivo e ativo. Tal qual o corpo humano, composto de muitas partes diferentes, com várias ramificações e funções distintas, assim é a Igreja, chamada de Corpo de Cristo, no singular (1Co 12.12-27); formada por todos os crentes salvos, verdadeiramente nascidos de novo e tendo Cristo como Cabeça (Ef 1.22,23).
Sabemos que Jesus Cristo subiu ao Céu e reina ao lado do Pai. Entretanto, sua presença se faz sentir entre nós, neste mundo, por meio da Igreja e do seu Espírito Santo derramado sobre ela, para seguir fielmente seus passos.

3.1. A Igreja é o Corpo de Cristo
O apóstolo Paulo se refere à Igreja sob a liderança de Jesus Cristo, como Corpo espiritual. Nela há três características importantes:
• Unidade - muitos membros, mas um só Corpo;
• Diversidade - Membros e funções diferentes integrados;
• Mutualidade - Um só Corpo, com muitos membros distintos, mas todos agindo mutuamente para o bem comum (Ef 415,16).

3.2. A Igreja, um organismo vivo
Figurativamente, assim como o corpo humano é um organismo vivo composto por várias partes, a Igreja - Corpo de Cristo - é um organismo composto de crentes salvos, aqueles que foram "chamados para fora"; nascidos de novo. Assim, apenas pelo fato de uma pessoa frequentar uma igreja, não significa que ela, de fato, é parte do Corpo espiritual de Cristo.
O apóstolo Paulo nos fala sobre a unidade do Corpo e mostra a interdependência de membros vivos e ligados entre si e, sobretudo, a Cristo (1Co 12.14-20). Por isso, cada membro deve contribuir para o bem do Corpo inteiro.
AÇÃO TÓPICO 3
Discuta sobre a unidade da Igreja como Corpo de Cristo. Proponha a reflexão de como o corpo humano reage ao sofrer uma amputação e o que acontece ao membro extraído do corpo. Conclua enfatizando a importância de cada um de nós permanecer enxertado no Corpo, unidos como Igreja.

CARO PROFESSOR, faça um comentário sobre os símbolos usados em referência à Igreja no Novo Testamento. Procure explicar o propósito de Deus ao usar os símbolos alusivos à Igreja, a fim de que possamos compreender a importância profunda desta instituição. Pergunte se os alunos entenderam o real significado dos símbolos apresentados na lição, pedindo-os que façam uma aplicação prática às suas vidas.

SUBSÍDIO
São várias as metáforas para ilustrar a natureza da Igreja, de seus membros em particular e de seu relacionamento com Cristo. Este é um recurso de linguagem que traz luz ao nosso entendimento e ajuda na apreensão dos conceitos expostos. O simbolismo é uma das riquezas da literatura bíblica, como as descritas no Evangelho de João. Ali, entre outras figuras de linguagem, o Senhor é apresentado como o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (1.29); a porta de entrada ao pecador arrependido à dimensão da fé cristã (10.9); o Bom Pastor (10.11), que cuida com zelo e amor de suas ovelhas; e a videira verdadeira (15.1). que nutre os ramos com a seiva do Espírito. Entre as metáforas que tratam da Igreja, há três que melhor contextualizam a visão atual de sua missão terrena: Noiva, Templo e Corpo" (GILBERTO, António. Teologia Sistemática Pentecostal, Rio de Janeiro: CPAD, 2003, p. 400)
PARA CONCLUIR
A beleza da Igreja é indescritível. Todas as imagens e símbolos que estudamos atribuídos a ela mostram a autoridade de Cristo e o alcance de sua obra. A atuação de Cristo assegura que seremos um Corpo bem ajustado (Ef 4.16), uma Noiva pura (Ef 5.26), um edifício indestrutível (1 Co 3.11-14) e um Templo Santo (Ef 2.22). A Igreja só é inabalável, porque permanece unida a Cristo.

HORA DA REVISÃO
1. Cite o texto no qual o apóstolo Pauto exorta a Igreja a se apresentar como uma virgem pura a um marido.
Em 2 Coríntios 11.2.

2. Como Templo do Espírito Santo, o que devemos desenvolver?
Devemos buscar a santificação pessoal e desenvolver o Fruto do Espírito em nossas vidas.

3. Por que a Igreja é um organismo vivo e não apenas uma organização?
Porque Deus a constituiu como um corpo - vivo e ativo. Tal qual o corpo humano, composto de muitas partes diferentes, com várias ramificações e funções distintas, assim é a Igreja, chamada de Corpo de Cristo, no singular (1Co 12.12-27), formada por todos os crentes salvos, aqueles que foram "chamados para fora", verdadeiramente nascidos de novo.

4. Quais as três características da igreja como Corpo espiritual?
Unidade, diversidade e mutualidade.

5. O fato de uma pessoa frequentar uma igreja local significa que ela de fato faz parte do Corpo espiritual de Cristo? Justifique a sua resposta.
Não. Porque para ser membro do Corpo de Cristo não basta pertencer a uma instituição, mas ser de fato nascido de novo, vivificado pelo Espírito Santo.

Fonte: Lições Bíblicas Juvenis – 4° Trimestre de 2017 - CPAD/ Fonte: www.sub-ebd.blogspot.com
 
Top