Featured

 


FECHAR<===


A única forma de um ser humano mau se tornar em um ser humano bom de maneira plena é por intermédio da graça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo (Ef 2.8). Somente assim que a pessoa tem a condição de compreender as implicações destes dois mandamentos do Senhor: "O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor. Amarás, pois, ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes" (Mc 12.29-31).
VEJA TAMBÉM

Por isso devemos compreender que há somente um Deus todo-poderoso, glorioso e gracioso que devemos amá-lo e honrá-lo com toda a nossa vida. De modo que esse amor seja direcionado ao próximo que está ao nosso lado como o bem que fazemos a nós mesmos. Aqui, a bondade como fruto do Espírito começa a se manifestar.

Neste aspecto, a bondade é um compromisso que tem a ver com o benefício do outro.
É viver a bondade de Deus até as últimas consequências. Ora, Deus é bom e deseja que todos manifestemos sua bondade por onde passarmos. Uma bondade extraordinária que não pode ser encontrada em nenhum lugar, senão pela Palavra de Deus, mediante o encontro que tivemos com Jesus, o Nazareno, cuja vocação nos foi dada sem arrependimento.
Nosso Deus é bondoso, gracioso, maravilhoso, pois assim criou os céus e a terra. Por isso, no lugar de vingança, oferecemos amor, consolo, disponibilidade para acolher quem mais precisa de nós. Sempre há alguém que precisa de um acolhimento verdadeiro e podemos ser o instrumento de Deus para acolhê-lo.

Diferentemente da bondade, o homicídio como obra da carne não acolhe a ninguém, pelo contrário, destrói a vida alheia, separando para sempre das pessoas queridas. Sobre o homicídio, a proibição de se tirar a vida do próximo remonta o Decálogo (Êx 20.13): não matarás. Ou seja, todo atentado contra a vida humana é um atentado contra o mandamento de Deus.
Todo atentado contra o ser humano inocente, o aborto deliberado, o homicídio pensado e planejamento, é um atentado contra a Criação de Deus. Entretanto, para além do homicídio físico, o apóstolo João também se referiu ao homicídio quando disse: "Qualquer que aborrece a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem permanente nele a vida eterna " (1 Jo3.15).

PRATICAR ABORTO É PRATICAR HOMICÍDIO DO INDEFESO
A Bíblia ensina que o feto humano é uma pessoa, mesmo antes do nascimento. Cada vida é preciosa no útero de uma mãe e está em processo formativo de Deus, o criador de todas as coisas.
"Assim diz o Senhor, teu Redentor, e que te formou desde o ventre: Eu sou o Senhor, que faz todas as coisas." ( Isaías 44.24 )
Isaías diz: "O Senhor me chamou desde o ventre" (Isaías 49.1).
Paulo diz: "Deus, que me separou desde o ventre de minha mãe e me chamou pela sua graça" (Gálatas 1.15.).
João Batista foi "cheio do Espírito Santo já desde o ventre de sua mãe" (Lc. 1.15).
O salmista usa o pronome "me", referindo-se a si mesmo como uma pessoa no momento da concepção, e diz: "Em pecado me concebeu minha mãe" (Salmo 51: 5). Também no Salmo 139: 13 diz: "cobriste-me no ventre de minha mãe."
E o Senhor disse ao profeta Jeremias: "Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes de você nascer te santifiquei um profeta para as nações" (Jr 1. 5).
Sendo o feto uma pessoa, praticar o aborto é praticar o homicida. E os homicidas não entrarão no Reino de Deus. Leia Apocalipse 21.8; 22.15; I Timóteo 1.9; Gálatas 5.21, ARC.
Todos os argumentos a favor do aborto se aplicam, de igual maneira, ao infanticídio e à eutanásia. Se as crianças ainda não nascidas puderem ser mortas por causa de deformidades, pobreza ou por não seres desejadas, então tanto infantes quanto idosos poderiam ser descartados pelas mesmas razões. Não existe nenhuma diferença legítima entre o aborto, o infanticídio e a eutanásia — todos envolvem o mesmo paciente, empregam o mesmo procedimento e culminam com o mesmo resultado.
Adaptação: Subsídios EBD
Fonte:

- Ensinador Cristão, ano 18, n° 69
 
Top