FECHAR <-----

Eurico Bergstén

Lars Eric Bergstén, mais conhecido no Brasil como Eurico Bergstén, nasceu em Helsinque, capital da Finlândia, em 13 de agosto de 1913. Era o terceiro dos seis filhos do casal Nils August e Else Aurora. Seus pais eram luteranos e ensinaram a seus filhos a Palavra de Deus. Apesar disso, Eurico passou parte de sua adolescência andando segundo seu coração. Mas, aos 17 anos, sentiu forte convicção de pecado quando participava de um acampamento evangélico para jovens e, no dia 6 de julho de 1931, no culto à noite, após o convite, decidiu-se a Cristo.

Em outubro de 1933, aos 20 anos, foi consagrado ao ministério. Pastoreou algumas igrejas no interior da Finlândia. Nesta época, costumava pregar com bastante entusiasmo e dirigir os cânticos com seu bandolim. Muitas vidas se convertiam.

Em 2 de dezembro de 1936, casou-se com a irmã Ester Lindfors, que trabalhava no campo como evangelista e também ganhava muitas vidas para Cristo. Deste matrimônio nasceram cinco filhos: Nils Gõran, Ulla, Gitta, Else e Ruy. Em 1942, durante a 2a Guerra Mundial, foi convidado a pastorear a igreja de Helsinque.

O país estava em guerra contra a Rússia e o exército nazista tinha livre curso no território finlandês. Durante a guerra, servia ao exército finlandês e ao mesmo tempo pastoreava a igreja de Helsinque.

O período à frente da igreja em Helsinque foi muito difícil, pois, além de o país estar em guerra, era inverno e a igreja no início só tinha 200 irmãos. Apesar das circunstâncias adversas, Deus mandou um grande despertamento à igreja em Helsinque, que chegou a mil membros durante sua estada ali. "Deus fazia muitos milagres entre nós", lembrava.

Em 2 de setembro de 1948, Eurico e sua família desembarcaram no Rio de Janeiro. Passaram o primeiro ano de adaptação em Belo Horizonte, conhecendo como funcionava o trabalho das Assembleias de Deus no Brasil.
Em seguida, serviu ao Senhor em Salvador (1949 a 1956), Recife (1956 a 1961), São Paulo (1961 a 1967) e Rio de Janeiro (1967 a 1973). Depois de passar períodos curtos em Belo Horizonte, Recife e Salvador, fixou residência em São Paulo em 1978.

Era um homem dedicado, sobretudo, ao ensino da Palavra. Escreveu 35 comentários para a revista Lições Bíblicas de Escola Dominical da CPAD e cinco livros de ensino teológico. Além disso, participou regularmente de Escolas Bíblicas para obreiros de São Paulo ao Ceará.

Pastor Eurico várias vezes declarou a sua paixão pela Palavra de Deus, às vezes em lágrimas, como na última entrevista dada à revista Obreiro (1997, Ano 19, n° 1).

Ele faleceu às 20h30 do dia 6 de março de 1999, deixando saudades e exemplo de vida íntegra a serviço de Deus. Estava com 85 anos, dos quais 65 de ministério, sendo 50 anos e 6 meses combatendo o bom combate em solo brasileiro.

Por: Silas Daniel em Ensinador Cristão, n° 58 – Divulgação: Blog Subsídios ebd